Buraco negro absorve planeta com 15 vezes mais massa do que Júpiter


"...este evento é uma prévia do que irá ocorrer em nossa própria Galáxia." - Marek Nikojuk, Universidade de Bialystok, Polônia


Um grupo de astrofísicos detectou um planeta com uma massa 15 vezes maior que a de Júpiter, e que foi absorvido por um buraco negro em uma galáxia situada a 47 milhões de anos-luz da Via Láctea, informou na última terça-feira a Universidade de Genebra.







Os cientistas notaram um sinal luminoso que vinha de um buraco negro situado no centro da galáxia NGC 4845, cuja massa é 300.000 vezes superior à do Sol. O buraco estava 'adormecido' há mais de 30 anos, segundo um comunicado da Universidade.

"Foi uma observação totalmente inesperada em uma galáxia que esteve tranquila durante ao menos 20 ou 30 anos", afirmou Marek Nikojuk, da Universidade de Bialystok, na Polônia, o principal autor de um artigo publicado na revista "Astronomy & Astrophysics", em declarações difundidas pela Agência Espacial Europeia (ESA).

Segundo a revista, o buraco negro demorou três meses para desviar o planeta de sua trajetória e absorver 10% de sua massa total. O resto permaneceu em órbita.

Marek Nikojuk nos lembra ainda que este evento é uma prévia do que irá ocorrer em nossa própria Galáxia. Como já se sabe, no centro da Via Láctea existe um buraco negro chamado Sagittarius A, que é estudado já há algum tempo.

O satélite europeu INTEGRAL, com o qual também colaboram a Nasa e a Rússia, tornou possível esta observação.

Fonte: AFP
03/04/13

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. ou seja. .. isto ocorreu há 47 milhões de anos atrás. .. dado a velocidade da luz para o evento chegar aqui. .. portanto, foi na época dos dinossauros! difícil saber o que se passa com tal galáxia nos dias de hj. .. ou seus planetas e estrelas. .. 15x a massa de Júpiter é quase uma anã marrom!
    acho que este tema poderia ser melhor detalhado. ..

    ResponderExcluir