AO VIVO: Chuva de meteoros Úrsidas 2014

Também conhecida como Ursídeas, ela é a última chuva de meteoros do ano!


O fim de ano está chegando, e nas vésperas das festas e comemorações, teremos o privilégio de observar a última chuva de meteoros do ano: a Úrsidas, ou Ursídeas.

Por ser uma chuva cujo radiante (região de onde os meteoros parecem se originar) encontra-se na constelação de Ursa Minor (Ursa Menor), a chuva de meteoros Úrsidas não pode ser observada a olho nu a partir do hemisfério sul, mas não se preocupem, afinal, poderemos assistir tudo isso ao vivo!




A chuva de meteoros Úrsidas é comumente chamada de "Umids" ou "Umídeas" (para deixar claro que se trata da constelação de Ursa Minor e não Ursa Major), e ocorre anualmente entre os dias 17 e 24 de dezembro, porém, é no dia 22 de dezembro que ocorre seu pico, com cerca de 12 meteoros por hora. Apesar de ser uma chuva de meteoros consideravelmente fraca, essa é uma ótima oportunidade para quem adora observar o céu noturno.




E como prometido, teremos a transmissão AO VIVO da chuva de meteoros Úrsidas, uma cortesia do Projeto Slooh. Essa chuva será acompanhada a partir de diversos observatórios do hemisfério norte durante a transmissão ao vivo. E além de ver os meteoros, poderemos ouvi-los, graças a um equipamento que registra a ionização dos meteoros na atmosfera!

A transmissão ao vivo da chuva de meteoros Úrsidas está programada para ter início no dia 22 de dezembro, a partir das 22h00 pelo horário de Brasília (sem contar com horário de verão [01h00 UTC]). Não perca!








A transmissão ao vivo terá narração (em inglês) de Will Gater, do astrônomos Bob Berman, além de convidados especiais. Conheça também o site oficial do Projeto Slooh.


Como observar a chuva de meteoros Úrsidas a olho nu?

Primeiramente devemos lembrar que essa chuva só pode ser observada no hemisfério norte, pois a constelação que os meteoros parecem se originar (radiante) é a constelação de Ursa Menor, que é visível apenas nessa região.

Mas se você estiver em qualquer local do hemisfério norte, olhe para a direção norte do céu logo após o entardecer, e se o tempo permitir, você encontrará a constelação da Ursa Minor, como vemos na imagem abaixo:

radiante chuva de meteoros ursideas ursidas
Imagem mostra a radiante (local de onde os meteoros parecem se originar) da chuva de meteoros Ursídeas. Com base nessa ilustração, qualquer observador do hemisfério norte poderá observar a chuva Ursídeas.
Créditos: STELLARIUM   /   Clique na imagem para ampliar


A taxa da chuva Úrsidas é de até 12 meteoros por hora durante seu pico.

A chuva de meteoros Ursídeas acontece quando a Terra atravessa uma esteira de fragmentos deixados pelo cometa 8/P Tuttle, que é um cometa periódico, que visita o Sol a cada 13,6 anos. O seu último periélio (máxima aproximação com o Sol) ocorreu há 9 anos [mais informações sobre os cometas].

Desejamos à todos uma ótima observação!

Créditos: Slooh
Imagens: STELLARIUM
23/12/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários: