Tudo sobre a chuva de meteoros Draconidas 2015

chuva de meteoros draconidas
Quando acontece a chuva de meteoros Draconidas? Como observar? Será visível no hemisfério sul?



Se o tempo ajudar, você poderá ver algumas "estrelas cadentes" entre os dias 08 e 09 de outubro, pois é justamente nessa data que acontece o pico da chuva de meteoros Draconidas (momento em que a maior taxa de meteoros pode ser observada a cada hora).

Essa chuva de meteoros, também conhecida como Draconídeas ou Dracónidas, acontece todos os anos nessa mesma época, conforme a Terra passa pelos rastros de um cometa.




Como seu próprio nome diz, a chuva de meteoros Draconidas irradia a partir da constelação de Draco (Dragão), próximo das estrelas Deneb, Altair e Vega. Mesmo assim, os meteoros dessa chuva também podem surgir em outras constelações, preferencialmente na região norte do céu.

Apesar de ser melhor vista a partir do hemisfério norte, observadores do hemisfério sul também poderão visualizar alguns meteoros, já que as estrelas Deneb, Altair e Vega estarão visíveis a norte.

O melhor período para observar uma chuva de meteoros é sempre após a meia-noite, porém, nesse horário, a constelação de Draco já estará escondida abaixo do horizonte, sobretudo para observadores no hemisfério sul. Isso não significa que após a meia-noite não poderemos ver os meteoros, pois como foi dito acima, eles podem aparecer em outras regiões do céu.

radiante da chuva de meteoros draconidas
Na imagem vemos a radiante (local de onde os meteoros parecem se originar) da chuva de meteoros Draconidas.
Posição utilizada: São Paulo. Quanto mais ao norte do Brasil estiver o observador, melhor será vista essa chuva.
Créditos: STELLARIUM / Edição: Galeria do Meteorito

A taxa de meteoros da chuva Draconidas (quantidade de meteoros que podem ser vistos a cada hora) varia bastante a cada ano, porém, a NASA estima que durante seu pico de 2015 (entre os dias 08 e 09 de outubro), poderemos ver algo em trono de 10 a 20 meteoros por hora riscando o céu.




Outro fator importante, que ajudará na observação dessa chuva de meteoros, é que a Lua não está na fase Cheia, e sim no início de sua fase crescente, o que permite uma excelente visão do céu noturno, já que o nosso satélite natural só vai nascer a leste após a 03h00 da madrugada (horário local).


O que causa a chuva de meteoros Draconidas?

As "estrelas cadentes" da chuva Draconidas são na verdade restos deixados pelo cometa 21P/Giacobini-Zinner, que completa uma volta ao redor do Sol a cada 6,5 anos. De acordo com a NASA, em meados de 1900, esse cometa ejetou uma grande quantidade de partículas, que ficaram suspensas no espaço. E por coincidência, o nosso planeta Terra passa por essa esteira de partículas anualmente, entre os dias 08 e 10 de outubro, dando origem a esse belo espetáculo.


Como observar a chuva de meteoros Draconidas?

Para observar uma chuva de meteoros você não precisa de nenhum equipamento, como binóculos ou telescópios. Como os meteoros cruzam o céu a uma alta velocidade, o melhor é visto a olho nu.

Procure uma região longe da poluição luminosa (postes de luz e grande cidades), assim sua visão não será ofuscada pelo brilho das luzes artificiais. Como essa chuva não é das mais intensas, poderemos ver pouquíssimos meteoros em cidades grandes repletas de poluição luminosa, como São Paulo ou Rio de Janeiro, por exemplo.




Portanto, se você encontrou um local apropriado para acompanhar essa chuva, deite ou sente-se em uma posição confortável e observe a região norte do céu. Não desgrude os olhos, pois esses meteoros não costumam durar mais do que 2 segundos.

chuva de meteoros Draconidas
Na imagem podemos ver um belo registro feito na República Tcheca, mostrando um meteoro
da chuva Draconidas de 2011. Créditos: Richard Klofac

A chuva de meteoros Draconidas não é rica em partículas grandes o suficiente para fazer com que seus meteoros cruzem todo o firmamento, portanto eles queimam na alta atmosfera mais lentamente (se comparados a outros meteoros).

É importante lembrar que até o fim do ano teremos grandes chuvas de meteoros, como a Orionideas que é perfeitamente vista a partir do hemisfério sul, e a Leônidas, com uma taxa de aproximadamente 100 meteoros a cada hora. Para não perder essas grandes chuvas (incluindo transmissões ao vivo aqui em nosso site), clique aqui e confirme sua presença em nossos eventos no Facebook, assim você recebe um alerta quando eles estiverem próximos!

Mas voltando a chuva de meteoros Draconidas, o melhor é ficar de olho na região norte e reservar algumas horas para apreciar o céu noturno. Desejamos boa sorte e boas observações a todos!



Imagens: (capa-divulgação) / STELLARIUM / Galeria do Meteorito / Richard Klofac
08/10/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Êita. Aqui no Rio Grande do Sul já temo a enchente de chuva de água e agora a chuva de meteorito. Fiz uma canoa de pau de eucalípio pra ir na prefeitura. Lá dá lambari. E depois dessa chuva de meteoro vamo tê mais enchente? Pobre é dose. Não tem NADA e quando vem a chuva ela leva TUDO... Pobre do José meu vizinho, os fio dele são em 9 e o teiado é braisilíti. Vai furá todo! Daí nóis vamo remendá com chicrete, guspe, tenaz. Chuva braba que só.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelas dicas! Ontem consegui ver apenas um por volta das 1:00h... Vou ver se consigo ver mais algum hj! Parabéns GDM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga ver mais Diego! Sua cidade fica longe de poluição luminosa? Abraços e boa sorte!

      Excluir
  3. Acabei de ver um riscando ao lado das plêiades!

    ResponderExcluir