Conheça a anã branca mais quente (e mais estranha) da Galáxia

a anã branca mais quente da Galáxia
Ela é tão esquisita que confundiu os cientistas...



Novas observações feitas em uma anã branca revelam que trata-se de um objeto extremamente quente, com cerca de 250 mil graus Celsius, ou seja, cerca de 2,5 vezes mais quente do que qualquer remanescente de estrela que está começando a esfriar, e 45 vezes mais quente do que o nosso Sol!

A pesquisa publicada recentemente na revista Astronomy and Astrophysics foi baseada em observações feitas na faixa do ultravioleta, utilizando o Telescópio Espacial Hubble. e sugerem que a estrela, antes de se tornar uma anã branca, tinha cerca de 5 vezes mais massa do que o nosso Sol. Até o momento, nenhum dos pesquisadores envolvidos conseguiu entender completamente como essa estrela ficou tão quente, e sua composição química ainda precisa ser analisada.

a anã branca mais quente da Via Láctea
Imagem mostra a anã branca RX J0439.8-6809.
Créditos: NASA / ESA / H. Bond / STSCI / M. Barstow / UNIVERSITY OF LEICESTER

"A coisa estranha sobre esta anã branca (e seu gêmeo mais frio H1504 + 65) é a composição da superfície, que é composta por carbono e oxigênio, sem hidrogênio e hélio", disse o principal autor do estudo, Klaus Werner, da Universidade de Tübingen, na Alemanha. "Atualmente, não há nenhuma boa explicação para esse fenômeno. Normalmente, as anãs brancas têm atmosferas dominadas por hidrogênio ou hélio".

A anã branca, intitulada RX J0439.8-6809, ainda é um mistério para os astrônomos. porém, ela já entrou na fase de resfriamento, e aparentemente, sua temperatura máxima aconteceu a cerca de mil anos atrás, com assustadores 400 mil graus Celsius!




RX J0439.8-6809 foi notada pela primeira vez a mais de 20 anos atrás, como uma mancha muito brilhante em imagens de raios-X, indicando uma tremenda fonte de calor. Originalmente, acreditava-se ser uma anã branca realizando a fusão nuclear em sua superfície, usando hidrogênio tirado de uma estrela companheira. Os astrônomos também presumiram que a anã branca encontrava-se na galáxia vizinha, a Grande Nuvem de Magalhães, porém, os novos dados do Hubble mostram que a estrela encontra-se na periferia da Via Láctea, e está se afastando de nós a uma velocidade de 220 quilômetros por segundo!

a anã branca mais quente da Galáxia
Diagrama mostra a posição do Sol, da Via Láctea, da anã branca RX J0439.8-6809 e das Nuvens de Magalhães.
Repare que a posição da anã branca fica exatamente entre a Via Láctea e a Grande Nuvem de Magalhães.
Créditos: Philipp Richter / University of Potsdam         Tradução: Richard Cardial

"Pesquisas futuras em raio-x, combinadas com pesquisas óticas podem revelar mais sobre este tipo de anã branca, e sua composição de superfície incomum", acrescentou Klaus Werner. "A busca por vestígios de metais pode dar dicas sobre a história evolutiva da estrela."



Fonte: University of Leicester / University of Potsdam
Imagens: (capa: NASA / ESA) / H. Bond / STSCI / M. Barstow / UNIVERSITY OF LEICESTER / Philipp Richter / University of Potsdam
03/12/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Olá. A redação poderia dar notícias sobre as descobertas catalográficas do telescópio GAYA? Só vi uma reportagem dele aqui e depois nunca mais... Prometeram 70 000 estrelas, planetas, coisa e tal...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, bem lembrado! Vamos sim preparar uma matéria sobre a missão gaia... esperamos novidades!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Alguém sabe informar a idade da estrela?

    ResponderExcluir