Nova chuva de meteoros? Cometa 252P/LINEAR pode surpreender mais uma vez

nova chuva de meteoros cometa 252p-linear
Entre os dias 28 e 29 de março a Terra passa pelos rastros do cometa LINEAR. O que pode acontecer?



O cometa 252P/LINEAR fez sua máxima aproximação com a Terra no dia 21 de março, junto com seu companheiro, o cometa P/2016 BA14 PanSTARRS. E além de nos chamar a atenção com uma das maiores aproximações dos últimos séculos, o cometa LINEAR ainda pode nos presentear com outro espetáculo cósmico.

De acordo com Peter Jenniskens, Jeremie Vaibaillon, e o especialista em previsões de chuvas de meteoros, Mikhail Maslov, o cometa 252P/LINEAR será o responsável por uma nova chuva de meteoros.




A nova chuva de meteoros do cometa 252 deve ser vista na constelação da Lebre, ao lado da constelação de Orion, entre os dias 28 e 29 de março, que é justamente quando o nosso planeta cruzará a esteira de detritos deixada pelo cometa durante sua máxima aproximação. A taxa de meteoros será baixa, entre 5 e 10 meteoros por hora, que rasgarão os céus lentamente, a velocidades muito baixas comparadas com outros meteoros.

O cometa 252P/LINEAR foi descoberto em 7 de abril de 2000, tempo suficiente para calcular sua órbita com exatidão, o que nos mostra que não houve nenhum encontro entre a Terra e sua esteira de detritos desde 1850.


Como observar a nova chuva de meteoros? Será visível em todos os países?

O melhor horário para observar a constelação da Lebre é às 20h00 (horário local). Olhe para a região oeste do céu e encontre a constelação de Orion (popularmente conhecida como "As Três Marias"). Veja que logo ao lado podemos ver a constelação da Lebre:

Radiante - constelação da Lebre - nova chuva de meteoros
Radiante da possível nova chuva de meteoros na constelação da Lebre.
Créditos: STELLARIUM         /         Edição: Richard Cardial

Como não sabemos muito sobre a densidade da esteira de detritos, os especialistas não sabem dizer ao certo qual será a taxa de meteoros, mas acredita-se que pelo menos 5 meteoros riscarão os céus dessa região, e quem sabe, esse número nos surpreenda, afinal, esta será a primeira vez que a Terra passará pela esteira de poeiras do cometa 252P/LINEAR. Se a chuva de meteoros realmente ocorrer, ela poderá ser vista de qualquer região do planeta, mas será melhor observada no hemisfério sul.

A Lua nascerá a leste após as 22h00, ou seja, seu brilho não deve interferir na observação.


O cometa P/2016 BA14 (PanSTARRS) também pode gerar uma chuva de meteoros?

Por incrível que pareça, tudo indica que sim. Segundo Quan-Zhi Ye, do Departamento de Física e Astronomia da Universidade de Western Ontario, o cometa P/2016 BA14 PanSTARRS (que acredita-se ser um fragmento do cometa LINEAR) também pode originar seu próprios meteoros, que devem irradiar a partir da constelação de Columba (Pomba), próxima da Lebre, em 20 de março de 2017.




Outra chuva de meteoros pequena que ocorre em março, a Lyncids (como é conhecida em inglês) tem uma órbita parecida com a do cometa LINEAR, mas até o momento não se sabe ao certo se ela está relacionada ao cometa.



Fonte: Wikipedia / SpaceWeather
Imagens: (capa-Clint Spencer/TimeandDate) / STELLARIUM / Richard Cardial
28/03/16


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. caramba meu antigamente quando falava de chuva de meteoritos os comentarios do saite enchiao agora so tem dois comentarios ate agora!!!

    ResponderExcluir
  2. caramba meu antigamente quando falava de chuva de meteoritos os comentarios do saite enchiao agora so tem dois comentarios ate agora!!!

    ResponderExcluir
  3. Acho que estou vendo este cometa. Agora mesmo fiz uma rápida observação do céu (a visão desarmada) e me surpreende com um pontinho brilhante. Se fosse a noite iria pensar que é uma estrela.
    Deve ser esse cometa, foi a única coisa que consegui pensa.
    Observe você mesmo, ele está na direção oeste, entre o Sol e a Lua (visto daqui), se as nuvens não atrapalhar.
    Será que é um cometa mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir