Sonda Juno registra sua primeira imagem após encontro com Júpiter

primeira foto de Júpiter da sonda Juno
Os instrumentos da sonda já foram religados, e a missão começou com o pé direito!







A NASA, que opera a sonda Juno, revelou a primeira imagem de Júpiter desde que a sonda chegou em seu encontro, ocorrido há alguns dias. A foto registrada pela sonda Juno mostra a famosa Grande Mancha Vermelha e algumas de suas faixas de nuvens, além de três grandes satélites naturais: Europa, Io e Ganimedes.

A foto foi feita utilizando o instrumento JunoCam de luz visível, no dia 10 de julho, quando a sonda estava a 4,3 milhões de quilômetros de Júpiter. "Esta imagem da JunoCam indica que a sonda sobreviveu a sua primeira passagem pelo ambiente de radiação extrema de Júpiter sem qualquer degradação e está pronta para encarar Júpiter", disse o investigador principal da missão, Scott Bolton. "Nós não podemos esperar para ver a primeira visão dos pólos de Júpiter."

Primeira foto de Júpiter após encontro com sonda Juno
Imagem feita na luz visível utilizando o instrumento JunoCam.
Da esquerda pra direita vemos Júpiter e suas luas Io, Europa e Ganimedes.
Créditos: NASA / Juno         Clique na imagem para ampliar


Juno chegou em Júpiter no dia 4 de Julho, após uma viagem de quase cinco anos através do espaço profundo. Os instrumentos científicos da sonda estavam desligados no momento da chegada, a fim de reduzir possíveis danos causados pela intensa radiação do gigante. O momento crucial, que foi a inserção orbital, levou 35 minutos. No dia 6 de julho os instrumentos começaram a ser religados, e no dia 10 de julho foi o dia da JunoCam voltar ao trabalho.




Atualmente Juno está rumando ao seu ponto mais distante da órbita de 53 dias que fará em torno de Júpiter. "A JunoCam continuará a captar imagens à medida que avançamos em torno desta primeira órbita", comenta Candy Hansen, co-investigadora da missão, do Instituto de Ciência Planetária. "As primeiras imagens de alta resolução do planeta serão feitas em 27 de agosto, quando Juno faz sua passagem mais próxima de Júpiter."


Conhecendo Júpiter de perto

A missão de US$ 1,1 bilhão tem como objetivo estudar os campos magnéticos e gravitacionais de Júpiter, bem como a composição do gigante de gás e sua estrutura interna. As observações da sonda devem ajudar os cientistas a entender como ocorreu a formação e a evolução não só de Júpiter, como também de todo o Sistema Solar.




Ao longo de sua missão, Juno deve completar 37 voltas ao redor de Júpiter, utilizando nove instrumentos científicos diferentes, a uma distância mínima de até 4.100 km de distância do planeta. A grande maioria dessas órbitas terão duração de 14 dias, e não de 53 dias como nessa primeira vez. No dia 19 de outubro, Juno irá queimar parte de seu combustível para se aproximar ainda mais do maior planeta do Sistema Solar. À medida em que as imagens forem feitas pela sonda, elas serão liberadas no site oficial da missão Juno.




A missão Juno está programada para terminar em fevereiro de 2018, quando sonda fará um mergulho mortal na espessa atmosfera de Júpiter. Até lá, muitas novidades sobre o gigante Júpiter devem surgir! Fiquem ligados(as) em nosso site!



Imagens: (capa-NASA) / NASA/ Juno
14/07/16



Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. beleza de matéria. vamos descobrir mais sobre nosso guarda-costas. vamos ficar no aguardo e na maior curiosidade.

    ResponderExcluir
  2. eu acho que aquele super balão da nasa, ou caiu, ou por algum motivo está estático, não se move há dias. se alguém sabe alguma notícia, por favor nos conte .

    ResponderExcluir
  3. Tem algo de estranho nesta imagem. Por que a luz do sol em júpiter está diferente das luas? Alguem pode ajudar eu entender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. diferente o que? as luas como são bem mais pequenas aparecem só como uns borrões, jupíter é bem maior e fica mais fácil pra câmera pegar

      além disso, a foto está com uma qualidade um tanto baixa provavelmente porque era um teste

      Excluir
  4. Para quem quiser saber como foi a inserção de Juno na órbita de Jupiter e quiser acompanhar a missão em tempo real, existe um aplicativo desenvolvido pela Nasa que permite visualizar em 3D onde está a sonda e os próximos passos que ela dará. Sendo possível também rever o momento de inserção orbital, ver os foguetes sendo ativados para desaceleração da sonda, etc.
    O Nasa's Eyes inclusive possibilidade ver outras missões da Nasa em tempo real, como a sonda Cassini, New Horizons e Dawn, na data e horario desejado.
    OBS: Vale muito apena rever pelo aplicativo o momento em que a New Horizons passa por Plutão. Pois o aplicativo mostra exatamente todos os procedimentos que a sonda executou, onde as câmeras miraram para fotografar, etc. É em 3D, mas é pura magia. rsrs

    Site para download: https://eyes.nasa.gov

    ResponderExcluir
  5. Grande Milton Kajita! Isso é que é dica inteligente e relevante, parabéns! O aplicativo é show de bola de lindo! Continue assim e a NASA irá te convocar para colonizar Júpiter... Ao chegar lá... cadê o chããããããããããããããããããããããããããããããããããooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir