Mais de 100 novos planetas extrassolares podem ter sido descobertos!

Mias de 100 planetas extrassolares podem ter sido descobertos
Nova lista promete descobertas fantásticas!

Astrônomos acabam de anunciar a descoberta de mais de 100 possíveis novos planetas extrassolares, incluindo um no quarto sistema de estrelas mais próximo do Sol.

Essa lista de possíveis novos exoplanetas surgiu a partir de uma nova análise de dados recolhidos durante 20 anos de observações feitas com o instrumento HIRES (High Resolution Echelle Spectrometer) no Observatório Keck, no Havaí.

Observatório Keck, no Havaí
Domos do Observatório Keck, no Havaí, durante o pôr do Sol.
Créditos: Observatório Keck / divulgação

"HIRES não foi especificamente otimizado para fazer este tipo de trabalho de detecção de exoplanetas, mas acabou desempenhando um bom trabalho", disse Steve Vogt, co-autor do estudo da Universidade da Califórnia. "Estou muito feliz em contribuir para a ciência que está mudando fundamentalmente a forma como nos vemos o Universo", acrescentou Vogt, que projetou e construiu o instrumento HIRES.



HIRES detecta exoplanetas usando o método da "velocidade radial": O instrumento capta as minúsculas oscilações gravitacionais que os planetas causam em suas estrelas-mãe. Esta estratégia é diferente daquela utilizada pelo mais prolífico caçador de planetas de todos os tempos, o telescópio espacial Kepler da NASA, que por sua vez, capta as ínfimas diminuições de brilho das estrelas quando um planeta cruza seu disco: o famoso "método de trânsito".




No novo estudo, os pesquisadores identificaram 60 candidatos a exoplanetas, bem como 54 sinais sugestivos que exigem uma investigação mais profunda antes que possam ser elevados ao status de candidatos.

Um dos candidatos oficiais orbita a estrela GJ 411 (também conhecida como Lalande 21185), que fica a apenas 8,3 anos-luz do Sol. Apenas três sistemas de estrelas estão mais próximos, sendo que o primeiro lugar pertence a Proxima Centauri, que diga-se de passagem, possui um planeta terrestre já confirmado pelos cientistas, a apenas 4,2 anos-luz da Terra.

O possível planeta que orbita a estrela GJ 411 parece ser pelo menos 3,8 vezes mais maciço do que a Terra, e provavelmente é muito quente para ser habitável, disseram os membros da equipe de estudo. O candidato a exoplaneta fica bem próximo da estrela, completando uma órbita em apenas 10 dias terrestres.




O banco de dados do HIRES consiste em quase 61.000 medições de mais de 1.600 estrelas. Para extrair o máximo de informações possível deste catálogo, os pesquisadores do HIRES compartilharam os dados com outros pesquisadores de exoplanetas de todo o mundo.

"A melhor maneira de avançar o campo e aprofundar nossa compreensão do que esses planetas são feitos é aproveitar as habilidades de uma variedade de instrumentos de precisão de velocidade radial e implantá-los em conjunto", disse Jennifer Burt, membro da equipe de estudos do Instituto de Tecnologia de Massachusetts. "Mas isso exigirá que algumas grandes equipes acabem com a tradição e comecem seriamente a cooperar os esforços".

Ilustração de planeta que orbita a estrela GJ 411, a 8,3 anos-luz - Ricardo Ramirez
Ilustração artística de possível planeta que orbita a estrela GJ 411, a 8,3 anos-luz da Terra.
Créditos: Ricardo Ramirez

O novo estudo, que foi conduzido por Paul Butler, do Instituto Carnegie de Ciências, foi publicado na revista The Astronomical Journal.

Até agora. os astrônomos descobriram 3.450 exoplanetas (já confirmados), sendo que 2/3 foram encontrados por Kepler. Ainda existe uma lista com milhares de exoplanetas que aguardam confirmação.




Novas descobertas devem continuar acontecendo no futuro próximo. Como exemplo, a missão Gaia da Agência Espacial Européia, lançada em dezembro de 2013, deve descobrir milhares de planetas extrassolares até o fim de suas operações, assim como o satélite Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS) da NASA, que deve ser lançado no início de 2018.


Imagens: (capa-ilustração/Ricardo Ramirez) / Observatório Keck / divulgação / Ricardo Ramirez
20/02/17

Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Que notícia ótima! É como se morássemos em um bairro desconhecido e fosse aos poucos conhecendo nossos vizinhos.
    Não estamos sozinhos.
    Boa semana a todos os amigos do GDM.\o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado! Boa semana a você também Mario Farias! :D

      Excluir
  2. Quero ver quando o JW estiver em operação...ai a coisa vai pegar fogo de verdade. Aliás está demorando muito para lançarem logo ele...

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso os Céus Celestiais............gostaria muito que tivesse um Observatório em Teófilo Otoni-MG -Brasil .

    ResponderExcluir