Grande descoberta feita por brasileiros: o primeiro sistema de anéis em torno de um asteroide

O dia que o Brasil fez uma grande descoberta astronômica ficará na história!




Uma equipe internacional de astrônomos, liderada por Felipe Braga-Ribas (Observatório Nacional/MCTI, Rio de Janeiro, Brasil), utilizou telescópios em sete locais da América do Sul, incluindo o telescópio Dinarmaquês de 1.54 metros e o TRAPPIST, ambos situados no observatório de La Silla do ESO, para fazer uma surpreendente descoberta no Sistema Solar Exterior.

Este resultado inesperado levanta várias questões ainda não respondidas, e deve provocar muitos debates. Uma conferência de imprensa foi realizada no Brasil para apresentar estes novos resultados, com oportunidade para perguntas dos jornalistas.

Note que todas as informações acerca destas descobertas foram apresentadas no dia 26 de março de 2014 às 15h00 do horário de Brasília (18h00 UTC) durante uma conferência, que foi acompanhada pelo site Galeria do Meteorito.


A grande descoberta - O Primeiro sistema de anéis em torno de um asteróide

A recente descoberta revela que o remoto asteróide Chariklo se encontra rodeado por dois anéis densos e estreitos.

Ilustração artística mostra o asteróide Chariklo e seu sistema de anéis
Créditos: ESO / ON

O asteróide Chariklo encontra-se além da órbita de Saturno, e surpreendeu os astrônomos, pois não acreditava-se que um corpo menor poderia manter um sistema de anéis.

Chariklo possui um diâmetro de aproximadamente 250 quilômetros, e orbita entre Saturno e Urano no Sistema Solar exterior. O sistema de anéis foi descoberto quando o asteróide passou exatamente entre a Terra e uma estrela tênue, e assim, os anéis foram revelados e observados a partir da América do Sul.

Os anéis possuem uma espessura de 7 e 3 quilômetros, separados por um espaço de 9 quilômetros entre eles. Os anéis de Urano e Netuno foram descobertos através de uma ocultação semelhante, em 1977 1974. Agora, os astrônomos acreditam que se Chariklo mantem seu próprio sistema de anéis, ele deve possuir também ao menos uma pequena lua, e por isso, novas observações serão feitas.

Os astrônomos acreditam que esses anéis podem ser o resultado de uma colisão que criou um disco de fragmentos. A história desta descoberta única e inesperada foi revelada através do ESO como "O primeiro sistema de anéis descoberto em torno de um asteróide".


         Os apresentadores:

  • Felipe Braga-Ribas, Observatório Nacional/MCTI, Rio de Janeiro, Brasil
  • Bruno Sicardy, LESIA, Observatoire de Paris, CNRS, Paris, França
  • Prof. Roberto Martins, Observatório Nacional/MCTI, Rio de Janeiro, Brasil
  • Prof. Julio Camargo, Observatório Nacional/MCTI, Rio de Janeiro, Brasil

O evento aconteceu no Observatório Nacional, Auditório do Grupo de Pesquisas em Astronomia (GPA),no edifício GPA/LINEA, Rua General José Cristino, 77, Bairro de São Cristovão, Rio de Janeiro - RJ, 20921-400, Brasil.

Fonte: ESO
Créditos: ESO
26/03/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

45 comentários:

  1. Respostas
    1. Se se refere a vida inteligente, pelo menos é mais bem habitado do que sua caixa craniana...

      Excluir
    2. AHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Tem cada pergunta!

      Excluir
  2. Talvez seja um planeta anão,ou uma evidência da existência da nuvem de Oort...ansioso para saber :D !!!

    ResponderExcluir
  3. Tem como mandar a Dilma para lá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria bom para nós mas o planeta iria afundar !!!!!!!!!!1

      Excluir
  4. Não vai ser nada demais, como sempre...

    ResponderExcluir
  5. Alguem sabe se algum canal vai transmitir a tal conferencia ao vivo? Pois não há nenhuma informacao a respeito no site do Observatório Nacional ou na pagina do MCTI...

    ResponderExcluir
  6. pelo que fiquei sabendo, tem uma nave mãe no tamanho de jupiter estacionado ha pelo menos 2 anos próximo de plutão

    ResponderExcluir
  7. Vamos ver se com essa descoberta haverá um investimento na astronomia e em universidades que ofereçam Astronomia como curso.

    ResponderExcluir
  8. não conseguiram a transmissão?

    ResponderExcluir
  9. Respostas
    1. Estamos aguardando a liberação da informação! Também estamos ansiosos!

      Um grande abraço!

      Excluir
  10. Eu estou esperando ansioso ainda tem algum siti oficial?

    ResponderExcluir
  11. enquanto espera pela atualização segue um video
    https://www.youtube.com/watch?v=gEPmA3USJdI

    ResponderExcluir
  12. Estou muito ansioso, não vejo a hora de saber logo o que é...

    ResponderExcluir
  13. provavelmente seja, BIXO DESCOBRIMOS OUTRO PLANETA ANÃO QUE NÂO SERVE PRA PO**A NENHUMA!

    ResponderExcluir
  14. http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/03/estudo-liderado-por-brasileiro-descobre-aneis-ao-redor-de-asteroide.html

    ResponderExcluir
  15. Se alguém já leu ponto de impacto, hehehe conhece minha expectativa!!

    ResponderExcluir
  16. Estudo liderado por brasileiro descobre anéis ao redor de asteroide
    Observações mostraram que asteroide Chariklo apresenta dois anéis.
    Trata-se do menor objeto do Sistema Solar a ter anéis identificados.

    ResponderExcluir
  17. Estamos aguardando a liberação da informação! Que demora...

    ResponderExcluir
  18. O que que eu quero saber de anéis de Chariklo....

    ResponderExcluir
  19. Aff vei isso ate eu ja descobri coisas melhores anéis e serip afff

    ResponderExcluir
  20. era isso? e eu pensando que fosse invasão alienigena

    ResponderExcluir
  21. Não é possivel que era isso!! Tem mais informação ai....

    ResponderExcluir
  22. Anéis, só pode tá de brincadeira, anéis tem de monte, é só ir em uma joalheria, esses brasileiros estão por fora mesmo em astronomia.

    ResponderExcluir
  23. O universo é imprevisível, porem só não estou impressionado porque já previa essa situação, desde quando, com o mesmo tipo de observação (por ocultação) descobriu-se os anéis de Netuno, já nessa época eu já dizia que derrubaram Saturno, considerado o ícone do sistema solar, que ate então era o único planeta com anéis. O imprevisível mesmo é que a descoberta partiu daqui do Brasil com rudes instrumentos (imersos na atmosfera) e que não foi preciso fretar um aviao U2 nem lançar uma sonda nos confins do universo. Parabéns aos astrônomos brasileiros e todos da equipe sul americana. Continuem assim.

    ResponderExcluir
  24. Seria bom testar os limites de sensibilidade das lentes do Hubble, talvez o somatório de algumas exposições do mesmo objeto revele o formato dos anéis.

    ResponderExcluir
  25. Um asteroide com anéis, que metido! Isso nem a Terra tem ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A terra tem anéis de lixo .-.

      Excluir
    2. quaquaquaqua!
      essa é a melhor!
      diz tudo sobre a "vida inteligente" que há por aqui. .. :P

      Excluir
  26. Parabéns aos astronomos brasileiros, que eles continuem nessa caminhada de descobertas espacias

    ResponderExcluir
  27. ESPERO que seja um mini planeta ou seja um planeta anao pois estou no site a quase 2 semanas e adorei sou fa de astronomia

    ResponderExcluir