Observatório brasileiro descobre asteróide potencialmente perigoso

Trata-se da mais nova descoberta brasileira de um asteróide próximo da Terra




Localizado no Estado de Minas Gerais, o Observatório SONEAR (Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research) fez mais uma grande descoberta.

Um novo asteróide, batizado de 2014 KP4 foi descoberto por brasileiros no último dia 20 de maio, e já foi confirmado pelo Minor Planet Center da União Astronômica Internacional.




O asteróide recém-descoberto pertence ao grupo PHA (abreviação em inglês para Asteróides Potencialmente Perigosos), o que significa que sua órbita pode em algum momento passar muito próxima da Terra. Ele também pertence ao grupo de NEO's (abreviação em inglês para Objetos Próximos da Terra)

Asteróide NEO 2014 KP4
Posição do asteróide 2014 KP4 no dia 24 de maio de 2014. Órbita do NEO 2014 KP4
comparada com as órbitas de Mercúrio, Vênu, Terra, Marte e Júpiter.
Créditos: SONEAR   /   Edição: Richard Cardial

Assim como todos os NEO's (Near Earth Objects), a órbita de 2014 KP4 fica entre 0.983 e 1.3 unidades astronômicas do Sol ( uma unidade astronômica equivale a distância média entre a Terra e o Sol). E assim como todos os PHA (Potential Hazardous Asteroids), ele atinge uma distância de intersecção orbital mínima menor do que 0.05 unidades astronômicas com o nosso planeta, e sua magnitude absoluta está abaixo de 22.0.




Este é um grande passo para a Astronomia brasileira, afinal, é o primeiro NEO descoberto no Brasil. Outros observatórios, como o Japan Spaceguard Association e o Possum Observatory, confirmaram a existência do novo asteróide 2014 KP4, e essa grande descoberta pode ser verificada no site Minor Planet Center.

Conheça também a página oficial do Observatório SONEAR no facebook.


24/05/2014

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário