Entenda o que era a bola de fogo que cruzou o céu do Brasil no dia 30 de julho

bola de fogo no Rio Grande do Sul no dia 30 de julho
Especialistas deram suas opiniões sobre o fenômeno que chamou a atenção do país no dia 30 de julho



No início da noite de quinta-feira, 30 de julho, uma grande bola de fogo cruzou os céus do Brasil, e foi vista também no Uruguai e na Argentina. Às 18h05 pelo horário de Brasília, um meteoro muito luminoso de cor esverdeada cruzou o céu lentamente, assustando e surpreendendo a população das regiões que puderam observar o fenômeno.


As pessoas que observaram o grande meteoro disseram que não ouviram nenhum som. Sua passagem foi tão lenta que deu tempo de sobra das pessoas pegarem seus celulares e câmeras para filmar o fenômeno. Mas afinal de contas, o que pode ter sido essa bólido? Lixo espacial? Asteroide? Cometa? Meteoro? Ou uma visita de uma civilização alienígena? Bom, para os conspiracionistas de plantão, a última opção já pode ser descartada...




De acordo com centrais de monitoramento de lixos espaciais, nenhum objeto artificial reentrou na atmosfera da região naquele horário. Portanto, essa opção também está descartada.

Segundo especialistas, o que causou esse grande bólido pode ter sido um Earthgrazer (algo como Rasante de Terra em português). Esse nome é dado a objetos como asteroides que praticamente passam raspando quase que na horizontal na atmosfera da Terra, e continuam sua trajetória em torno do Sol. Mas essa ainda não é a hipótese mais provável...

Clarão no rio Grande do Sul no dia 30 de julho de 2015
Bólido no Brasil no dia 30 de julho de 2015. Créditos: BBC / divulgação

Segundo César Bertucci, pesquisador do Instituto de Astronomia e Física Espacial da Argentina (IAFE), provavelmente foi um grande fragmento de um cometa, que se incendiou ao entrar na atmosfera da Terra. "O curioso é que o fenômeno ocorreu praticamente no ápice da Chuva de Meteoros Delta Aquarídeas, e a poucos dias de outra chuva de meteoros ainda maior, chamada Perseidas", comentou César Bertucci. "Isso nos diz que são fragmentos de cometas e não de lixo espacial", completou.


E o que causou a cor verde da bola de fogo?

Segundo Emmet Fletcher, da Agência Espacial Europeia (ESA), a cor verde foi causada pelo magnésio do objeto. "Existem duas fontes que geram luz, sendo que uma é o próprio meteoroide, cujos íons entram em contato com a atmosfera da Terra. A outra fonte geradora de luz é o magnésio, que interage com o oxigênio e cria um plasma, parecido com um tubo fluorescente."




Grandes meteoros e bolas de fogo são mais comuns quando estamos próximos dos dias de pico de grandes chuvas de meteoros. Como foi dito anteriormente, no dia 29 de julho tivemos a máxima atividade da chuva de meteoros Delta Aquáridas Austrais, com uma transmissão ao vivo aqui em nosso site. E no dia 12 de agosto teremos a máxima atividade da chuva de meteoros Perseidas, uma das mais famosas chuvas de meteoros do ano! E claro, como de costume, você vai poder acompanhar a transmissão ao vivo, aqui em nosso site, e já pode até confirmar sua presença (clicando aqui) para não esquecer desse grande evento!

O que afirma a hipótese da grande bola de fogo estar relacionada a chuva de meteoros Delta Aquáridas, é que essa chuva é famosa por produzir meteoros lentos, que deixam riscos longos no céu. A diferença é que esse bólido provavelmente foi produzido por um fragmento muito maior do que o comum.

Meteoro Bola de Fogo
Linda imagem mostra uma bola de fogo associada a chuva de meteoros Geminídeas,
registrada por Wally Pacholka, no deserto de Mojave em 2009.
Créditos: Wally Pacholka / Astropics

O objeto que causa a chuva de meteoros Delta Aquáridas ainda é um mistério, porém, alguns astrônomos suspeitam que sejam detritos do cometa periódico 96P/Macholtz, descoberto em 1986.

Devemos lembrar que a palavra meteoro significa o efeito luminoso causado por um meteoroide (fragmento espacial) que penetra a atmosfera, e quando (e se) esse objeto resiste a entrada na atmosfera da Terra, e chega a tocar o solo, então ele ganha o nome de meteorito.




Até agora não se sabe se o objeto que causou a grande bola de fogo verde do dia 30 de julho chegou efetivamente à superfície da Terra na forma de um objeto sólido, mas existe sim uma possibilidade. Por outro lado, relatos apontam que a bola de fogo seguiu em direção ao oceano, portanto é bem provável que se algum fragmento resistiu a entrada na atmosfera, ele deve ter caído em alto mar.



Imagens: (capa-ilustração / Richard Cardial) / BBC / Wally Pacholka / Astropics
01/08/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

  1. Respostas
    1. não estamos protegidos logo a NASA e nem o governo falara ou colocara todo mundo em panico.

      Excluir
    2. não estamos protegidos logo a NASA e nem o governo falara ou colocara todo mundo em panico.

      Excluir
    3. a alguns dias eu vi um video nn sei aonde, em q um um astronauta da nasa gravou um video d um objeto q supostamente poderia ser um OVNI mas a NASA falo q era uma tampa de algum objeto q eu esqueci qual era, esta luz deve ter sido esta tampa entrando na atimosfera da terra ou ALIENS :D

      Excluir
  2. Espetacular ver esse bólido rasgar o céu com toda a maestria de quem a milênios(quem sabe né?) vaga em um universo profundo!

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que as pessoas endeusam muito a NASA e outras agências espaciais, como se eles tivessem toda a informação que circula no espaço em suas posses. Como se ao menor risco, um perigo eles irão alertar com antecedência e salvar todo mundo como nos filmes de cinema. O que aconteceu na Rússia, e esse vídeo que a NASA e outros não possuem tecnologia e recursos o suficiente para isso. Se depender da NASA estamos fritos, ela só vai reportar depois da catástrofe já terminada.

    ResponderExcluir