Mancha solar gigantesca está ficando 'cara a cara' com a Terra

mancha solar ar 2529
Ao que parece a máxima atividade do ciclo solar #24 ainda está dando seu último suspiro...



Uma grande mancha solar, que tem chamado a atenção de meteorologistas espaciais nos últimos dias, está se posicionando de frente para o nosso planeta.

A mancha AR 2529 ganhou destaque nesse fim de semana passado, quando observadores ao redor do globo postaram as fotos da recém-nascida, que acabara de surgir. Em poucas horas ela dobrou de tamanho, e agora esse grande monstro, ou melhor, essa grande mancha, já pode ser considerada uma das maiores de 2016.

Gadi Eidelheit, de Israel, registrou um vídeo da grande mancha solar AR 2529, e podemos perceber que não é preciso ampliação para conseguir enxergá-la. Ela é facilmente vista através de fotografias ou óculos com filtro solar adequado.



Ela pode ficar ainda maior? Qual o risco?

Uma coisa é certa: ela está ficando de frente pra Terra, e estará apontada para o nosso planeta em pouco tempo. A mancha AR 2529 abriga energia suficiente para explosões solares de classe C, e fortes Ejeções de Massa Coronal (EMC).

Um fato interessante é que essa grande mancha solar surgiu em um momento em que a atividade solar está caminhando para seu mínimo, o que gerou especulações sobre uma possível mini Era Glacial entre alguns pesquisadores.

Se a mancha solar AR 2529 produzir um flare ou uma EMC quando estiver direcionada para a Terra, podem ocorrer apagões de rádio, interferências em satélites geoestacionários, sistema de navegação GPS e, dependendo de sua intensidade, até mesmo interferências na rede elétrica, o que é um pouco mais difícil.

Mancha solar AR 2529 em comparação com a Terra - Shahrin Ahmad
Comparação de tamanho entre a mancha solar AR 2529 e a Terra.
Créditos: Shahrin Ahmad

A pior tempestade solar da história ocorreu em 1859, quando telégrafos ao redor do globo foram incendiados espontaneamente. Se uma tempestade solar extrema ocorrer nos dias atuais, os danos ao nosso sistema seriam catastróficos, e poderia levar anos para nos reerguermos. Justamente para evitar isso é que existem satélites que observam o Sol 24 horas por dia, como o SOHO, SDO, Hinode, Proba-2, STEREO A e STEREO B (só pra citar alguns). Eles nos fornecem as previsões do clima espacial, e ajudam a prevenir danos ao mundo tecnológico em que vivemos.


Como observar essa gigantesca mancha solar?

Facilmente é possível enxergá-la durante o dia, mas claro, isso com a proteção adequada. Jamais olhe para o Sol sem um filtro específico, e NUNCA aponte binóculos ou telescópios, sob o risco de danos irreversíveis para a visão. Uma forma de avistar manchas solares é através de fotografias feitas com controle de luz.

Pelo tamanho dessa grande mancha, percebemos que não será difícil observá-la. Uma máscara de solda #14 é suficiente para proteger os nossos olhos, conforme disse o departamento da NASA. Nem tente observar o Sol com negativos de filme ou com óculos escuros, pois eles não oferecem proteção adequada. Uma forma de acompanhar a atividade solar e suas manchas é através de imagens em tempo real dos satélites de monitoramento.

Mancha solar AR 2529 - Noeleen Lowndes - Australia
Mancha solar AR 2529 fotografada na Austrália.
Créditos: Noeleen Lowndes

O Sol leva 25 dias para completar um volta ao redor de seu próprio eixo no equador, e um pouco mais nos pólos. O pico máximo de atividade solar acontece uma vez a cada 11 anos (em média), e ao que tudo indica, a grande mancha AR 2529 é uma característica tardia do último máximo solar, ocorrido entre 2013 e 2014.

Segundo especialistas, uma característica de novos ciclos solares são manchas em altas latitudes. O primeiro a observar esse fenômeno foi Richard Carrington em 1861. Conforme o ciclo solar amadurece, as manchas tendem a surgir mais próximas do equador. Portanto, a AR 2529 pode ser o último suspiro do ciclo solar #24, e o início do ciclo solar #25.

Atualização - 13/ABR às 12h03

A mancha solar AR 2529 está apontada para a Terra. Na manhã de hoje, 13 de abril, Karzaman Ahmad, do Observatório Nacional de Langkawi, na Malásia, registrou a gigantesca mancha solar em formato de coração:

Karzaman Ahmad - Mancha solar AR 2529 no dia 13 de abril
Créditos: Karzaman Ahmad / Langkawi National Observatory

A Terra foi inclusa na imagem para que possamos comprara seu tamanho com o da mancha. Percebe-se que caberiam mais de 3 Terras dentro do gigantesco "coração solar".

Desde seu surgimento, no fim de semana passado, a mancha solar AR 2529 tem apresentado pouquíssima atividade. Apenas no dia 10 ela se mostrou um pouco ativa, liberando duas pequenas Ejeções de Massa Coronal (EMC), que podem interagir hoje com a Terra.

Segundo a previsão do clima espacial feita pela NOAA, há 70% de chances de tempestades geomagnéticas severas em altas latitudes, e 35% de chances de tempestades geomagnéticas fracas nas médias latitudes. Por conta de sua intensidade, não devem ocorrer interrupções de rádio significativas, e provavelmente, essa pequena tempestade se resumirá "apenas" em magníficas auroras polares. Vamos torcer para que a grande mancha solar não esteja guardando seu potencial para os próximos dias...




Fonte: NASA / NOAA / UniverseToday / SpaceWeather
Imagens: (capa-NASA) / Gadi Eidelheit / Shahrin Ahmad / Noeleen Lowndes
12/04/16


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 comentários:

  1. PODEMOS ENTÃO, ESPERAR INTERFERÊNCIAS EM NOSSAS COMUNICAÇÕES, SISTEMAS ELÉTRICO. É PARA SE PREOCUPAR?
    LI UMA MATÉRIA NO SITE DA VEJA, QUE DIZ QUE A NASA QUASE PERDEU O CONTROLE DE SEU TELESCÓPIO KEPLER.
    VOU PEGAR UMA MÁSCARA DE SOLDA QUE TENHO PRA VER SE EU CONSIGO VER ESSA MANCHA, SE EU CONSEGUI TIRAR UMA FOTO, COMPARTILHO COM VOCÊS, ABRAÇOS A TODOS \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mario, se for de Classe C mesmo, é apenas uma marolinha perto de uma de Classe X igual a de 1859. essa sim é para ter medo.

      Excluir
    2. Nós traremos atualizações a qualquer momento, dizendo se realmente ocorreu uma explosão solar, uma EMC, e de qual intensidade. Claro, isso se realmente ocorrer. De qualquer forma, é como disse O Junior Soares: as previsões indicam que deva ocorrer uma explosão de classe C, que são as mais fracas; depois vem a M (média) e X (intensa). Segundo os meteorologistas, as chances de uma explosão de classe X (a mais forte) são de apenas 01% para as próximas 48 horas.

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Gostaria de saber se existe algum plano global de prevenção tipo ocorreu a explosão e dai as tvs avisariam que a rede elétrica do continente seria temporariamente desligada esperando passar os efeitos desta explosão ou algo semelhante ,mas provavelmente não daria tempo ou estou enganado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lendo sua postagem, lembrei que existe esse sistema nos smartphones (Transmissões de Emergência), que são canais que avisam imediatamente via popup e sonoramente as informações na tela.

      Tem diferentes classificações (ameaças extremas, ameaças graves e alerta de crianças desaparecidas), mas infelizmente, no Brasil, as operadoras usam o chamado canal 50 e apenas para brotar propagandas na tela enquanto você está digitando algo.

      Excluir
  3. A coisa tá feia... Acabei de olhar aqui uma imagem de ontem.... e a 2529 ta + ou - três vezes o tamanho da Terra.... Se ocorrer, de fato, não parece que sera uma explosão de Classe C apenas...

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Vai estourar e atingirá somente o Brasil no próximo domingo. .. 😮

    ResponderExcluir
  6. Vai estourar e atingirá somente o Brasil no próximo domingo. .. 😮

    ResponderExcluir
  7. Um dia o sol não vai brilhar no céu
    E dirão, se apagou, na escuridão
    Um dia não haverá mais o amanhã não
    Só o som, que o ai produz
    Na escuridão
    (8 E o que está no livro de apocalipse está se cumprindo

    ResponderExcluir