Conheça os exoplanetas mais estranhos

Existem alguns exoplanetas que são muito, muito curiosos e diferentes de tudo que conhecemos....



Exoplanetas (também conhecidos como planetas alienígenas ou mundos alienígenas) são os planetas que não estão em nosso Sistema Solar. É impossível calcular quantos exoplanetas existem, e cada dia que se passa, a quantidade de exoplanetas descobertos e catalogados aumenta...

Nessa matéria especial, vamos conhecer os 20 exoplanetas mais estranhos e curiosos que se tem conhecimento... pelo menos, até o momento.



O menor de todos

O conceito artístico de Kepler-10b mostra o menor exoplaneta conhecido. Um planeta rochoso apenas 1,4 vezes maior que a Terra. Anunciado em Janeiro de 2011 e descoberto pelo Observatório Kepler.





O maior de todos

O maior exoplaneta já descoberto é também um dos mais estranhos e, teoricamente, não deveria sequer existir, dizem os cientistas. Chamado TrES-4, o planeta é cerca de 1,7 vezes o tamanho de Júpiter e pertence a uma pequena subclasse dos chamados planetas inchado que têm densidades extremamente baixas. O planeta está a cerca de 1.400 anos-luz de distância da Terra e seu período orbital é de apenas 3,5 dias.


O mais próximo

Epsilon Eridani b orbita uma estrela laranja tipo-Sol, a apenas 10,5 anos-luz de distância da Terra. É tão perto de nós que em breve nossos telescópios poderão fotografá-lo. Ele orbita longe demais de sua estrela para suportar água líquida ou a vida como a conhecemos, mas os cientistas prevêem que existam outras estrelas no sistema que podem ser boas candidatas para a vida alienígena.



O pesadelo vulcânico

O planeta CoRoT-7b foi o primeiro planeta rochoso confirmado fora do Sistema Solar, mas não se parece com um lugar agradável para se viver. Ele está preso gravitacionalmente à sua estrela-mãe, e enfrenta infernais 2.200 graus Celsius. Também pode chover pedras por lá. É melhor passarmos em longe dele.




O triplo pôr do sol

O planeta de Luke Skywalker (Tatooine) do filme Star Was tinha 2 sóis, mas isso é insignificante se compararmos a um planeta semelhante a Júpiter, a 149 anos-luz da Terra. Este planeta tem três sóis, e sua principal estrela tem massa semelhante à do nosso Sol. O sistema de três estrelas é conhecido como HD 188753. Assim como Tatooine, o planeta é provávelmente muito quente, e orbita muito próximo de sua estrela principal, completando sua órbita a cada 3,5 dias. 


O mais frio e distante

Com uma temperatura de superfície de -220 graus Celsius, o planeta extra-solar conhecido como OGLE-2005-BLG-390Lb é provávelmente o planeta alienígena mais frio. Possui cerca de 5,5 vezes a massa da Terra e acredita-se que seja rochoso. Ele orbita uma estrela anã vermelha a cerca de 28.000 anos-luz de distância, tornando-o o exoplaneta mais distante conhecido atualmente.



O mais quente

Um planeta chamado WASP-12b é o planeta mais quente já descoberto com temperatura média de cerca de 2.200 graus Celsius, e orbita sua estrela mais perto do que qualquer outro planeta conhecido, completando seu período orbital a cada 1 dia terrestre, a uma distância de 3.400 km. WASP-12b é um planeta gasoso, com cerca de 1,5 massas de Júpiter, e quase o dobro do tamanho. Está a 870 anos-luz da Terra.


Super Terra

Os astrônomos estão encontrando muitos exoplanetas, e agora existe uma categoria de planetas chamados Super-Terras, que possuem entre 2 a 10 vezes a massa da Terra. Alguns cientistas acreditam que tais planetas poderiam ser mais suscetíveis a desenvolver as condições para a vida, porque seus núcleos são quentes e seriam favoráveis à alterações geológicas através de vulcanismo e placas tectônicas.



O mais velho

O planeta mais antigo que conhecemos tem 12.700.000.000 de anos de idade, e se formou a mais de 8 bilhões de anos antes da Terra e apenas 2 bilhões de anos após o Big Bang. A descoberta sugere que planetas são muito comuns no universo, e levantou a possibilidade de que a vida começou muito mais cedo do que a maioria dos cientistas jamais imaginou.



O mais jovem

O exoplaneta mais jovem já descoberto tem menos de 1 milhão de anos de idade e orbita Coku Tau 4, a 420 anos-luz de distância. Astrônomos perceberam a presença do planeta a partir de um enorme buraco no disco de poeira ao redor de uma estrela. O buraco tem 10 vezes o tamanho da órbita da Terra em torno do Sol e, provavelmente é causado pelo planeta adquirindo seu espaço no meio da poeira.



O super Netuno

Enquanto Netuno tem um diâmetro 3,8 vezes maior que o da Terra e 17 vezes a massa da Terra, o novo exoplaneta chamado HAT-P-11b é 4,7 vezes o tamanho da Terra e tem 25 massas terrestres. O exoplaneta recém-descoberto orbita muito perto de sua estrela, resultando em uma temperatura de cerca de 590 graus Celsius. A sua estrela tem cerca de 3/4 o tamanho do nosso Sol e é um pouco mais fria.



O mais inclinado

A maioria dos exoplanetas orbitam em um plano que corresponde ao equador de sua estrela-mãe, porém a órbita de XO-3b, tem uma inclinação de 37 graus com relação ao equador de sua estrela. O único outro exemplo conhecido de uma órbita tão inclinada era o de Plutão, até o seu rebaixamento para status de planeta anão.



O mais rápido

SWEEPS-10 orbita sua estrela a uma distância de apenas 1.190.914,00. Tão perto que um ano no planeta acontece a cada 10 horas terrestres. O exoplaneta pertence a uma nova classe de planetas extrasolares chamados de "planetas ultra-curto período" (USPPs em inglês), que têm órbitas de menos de um dia.




O planeta água

O planeta extrasolar GJ 1214b é um planeta rochoso rico em água que fica a cerca de 40 anos-luz de distância. Ele orbita uma estrela anã vermelha. É o único "Super-Terra" conhecido que tem uma atmosfera confirmada. O planeta possui cerca de 3 vezes o tamanho da Terra e cerca 6,5 vezes mais massa. Os investigadores acreditam que ele seja um planeta de agua, com um núcleo sólido.



Atmosfera detectada

Os astrônomos foram capazes de detectar a atmosfera em torno de vários exoplanetas, incluindo o HD 189733b, um dos primeiros exoplanetas que teve a composição de sua atmosfera detectada. Metano incandescente, o qual pode ser produzido naturalmente ou ser um subproduto biológico, foi detectado no planeta.




O mais perigoso

Quando os astrônomos observaram WASP-18b, eles podem ter descoberto um planeta com os seus dias contados. Ele completa uma órbita em torno de sua estrela em menos de 1 dia terrestre. Os cientistas acreditam que essa velocidade juntamente com os fortes puxões gravitacionais podem alterar sua órbita. Se o planeta orbita mais rapido do que a rotação de sua estrela, ele irá gradualmente ser atraido na direção do seu sol, e sua condenação é quase certa.



O mais habitável

Um dos vários planetas do sistema Gliese 581, chamado Gliese 581 d, pode ser um dos planetas alienígenas mais habitáveis ​que conhecemos. Ele tem cerca de 8 vezes a massa da Terra, e está localizado em uma órbita que torna possível a existência de água líquida em sua superfície. A água é um ingrediente essencial para a vida como a conhecemos. Gliese 581 é uma estrela anã vermelha, localizada a 20,5 anos-luz da Terra



O mais denso

Uma dos mais densos exoplanetas conhecidos até hoje é COROT-exo-3b. É do tamanho de Júpiter, mas possui cerca de 20 vezes mais massa do que o mesmo, tornando-se cerca de duas vezes mais denso do que o chumbo. Os cientistas não descartam que COROT-exo-3b pode ser uma anã marrom, ou estrela fracassada.




O planeta de diamante

Um planeta com a massa de Jupiter que orbita o recém-descoberto pulsar PSR J1719-1438 é provavelmente um diamante gigantesco. A ultra-alta pressão do planeta fez o carbono em seu interior se cristalizar em diamante, segundo os pesquisadores. E a estranheza não pára por aí. O planeta já foi provavelmente uma estrela, porém, a maior parte de sua massa foi sugada pelo seu companheiro pulsar, que está girando a uma taxa de 10 mil rotações por minuto. Ele se encontra a cerca de 4.000 anos-luz da Terra.



O planeta mais escuro

O distante exoplaneta TrES-2b, mostrado aqui na concepção artística, é mais escuro do que o carvão. Este planeta do tamanho de Júpiter reflete menos de 1% da luz que incide sobre ele, tornando-o mais negro do que qualquer planeta ou lua em nosso sistema solar. Ele está a 750 anos-luz da Terra.






Fontes: Space / NASA / ESO
Créditos e Imagens: David A. Aguilar / Swinburne Astronomy Productions / CARREAU/ESA/Nature / G. Tinetti / A. Schaller (for STScI) / amd G. Bacon (STScI) / Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics / H. Richer (U. British Columbia) / Frederic Pont, Geneva University Observatory / JPL's Planetquest/Caltech / L. Calcada / G.F. Benedict (University of Texas, Austin) / Jeffrey Hall, Lowell Observatory
23/11/13

22 comentários:

  1. Ah se o planeta de diamante fosse próximo da Terra euheuheuhe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Problema pra pegar o diamante, seria passar perto de um pulsar kkkkkkk

      Excluir
    2. Equipe da Galeria do Meteorito, corrijam o Wars do Star Wars da matéria do exoplaneta ''O triplo pôr do Sol'' esta escrito Was...
      Parabéns pela Reportagem.

      Excluir
    3. Provavelmente nenhum de nós teríamos direito a qualquer quantia extraída de la.... ahhh UTOPIA.

      Excluir
    4. esitem ainda muita coisa a ser descoberta so alguns da a atençao que o sistema requer na astronomia nos ainda estamos engatinhando ninguen esta levando isto a serio

      Excluir
  2. Muito bom! O melhor site de astronomia da internet!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. nossa eles ja confimaram que exite planeta com AGUA,ATMOSFERA E TAL!!!sendo que na nossa pequenina Lua tem tb,mas isso eles nao confimam,e ha se um CIENTISTA vim provar isso,eles nao vao receber nen 1 R$ com isso rsrsr!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victor, vou deixar uma coisa bem clara para você: esta é uma matéria sobre exoplanetas não satélites, quando for sobre satélites e ele não confirmar o que você esperava aí sim terás o direito de criticar. Eu o aconselho sempre ler o título da matéria, compreender o tema e refletir sobre a mensagem que traz.

      Excluir
    2. Aline, aproveita sua dica, e interprete o texto que o victor escreveu... ele criticou a VALORIZAÇÃO do cientista, não a matéria do site!
      Morreu pela boca querida! ;-)

      Excluir
    3. Se o planeta de damante fosse aqui perto, diamante não teria valor algum, diamante é valioso por que a forma de ser feita é unica e por não encontrar muito por ai, mais se um planeta todo de diamante estiver aqui perto, diamante será igual a outro elemento em abundância qualquer. Sem valor como é normalmente!

      Excluir
  4. anonimo e victor gustavo são tudo uns idiotas.
    parabéns pela reportagem.

    ResponderExcluir
  5. quanto conhecimento, muito, muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Epsilon Eridani b aliás é tema da teoria da conspiração referente ao suposto satélite alien "Black Knight", cujo sinal sonoro, teria sido decodificado, representando mensagem e coordenadas de direção.de seu sistema solar. Curioso não?
    http://www.assombrado.com.br/2013/09/um-misterio-chamado-black-knight.html
    http://ovnihoje.com/2013/06/17/o-misterioso-satelite-black-knight-cavaleiro-negro/#axzz2WmuwD7yg
    http://www.exoplaneten.de/eridani/english.html
    http://www.solstation.com/stars/eps-erid.htm



    ResponderExcluir
  7. Planeta Coku, na hora lembrei do DBZ...AUHAUHAAHUAHUAUH

    ResponderExcluir
  8. parabéns pela reportagem, amei

    ResponderExcluir
  9. Pelo que lembro no Caverna do Dragao o mundo que os garotos estao tinha 3 sois que nem o planetinha da lista. Sera que eles tao perdidos por la e nao sabemos?

    ResponderExcluir
  10. o-o 10.000 vezes por minuto? o-o Deve ser rapido ,e lindo também com aqueles flaxes de luz azul *u* e o planete mais escuro que carvão,não há vida com certeza ,e um planeta que completa um ano em 10 horas ,já imagino como é a velocidade o-o Super Netuno ?É rosa *u* Oquê me importa *u* E o mais jovem? 1 milhão de anos , oooooooooooooooooooooooooh que novinho !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!O menor de todos,é proximo do sol por causa da marca amarela,ou foi atingido por um meteoro,e ele é uma ROXA flotuante

    ResponderExcluir
  11. Na vdd o exoplaneta mais próximo da Terra já encontrado é o Alpha do Centauro Bb que orbita a estrela Alpha do Centauro B. Ele está a 4,37 anos luz de distância da Terra.

    ResponderExcluir