Cometa Pan-STARRS faz um voo galático espetacular

NASA registra o belo encontro visual entre o cometa e uma galáxia distante



Uma sonda da NASA observou o deslumbrante cometa Pan-STARRS enquanto ele viajava pelo espaço contra o pano de fundo de uma galáxia distante.

Pan-STARRS foi um novo visitante do Sistema Solar exterior que iluminou os céus do hemisfério norte no mês de abril de 2014, e que também "deu as caras" para os observadores do hemisfério sul a partir de setembro do mesmo ano.




Oficialmente batizado como C/2012 K1, o cometa foi descoberto há alguns anos pelo telescópio Pan-STARRS, no Havaí.




A NASA lançou uma nova série impressionante de imagens do cometa Pan-STARRS C/2012 K1 capturadas pela missão NEOWISE em 20 de maio de 2014, quando Pan-STARRS esteve a 230.000 mil quilômetros de distância da Terra.

O cometa Pan-STARRS vagou no Sistema Solar interior após deixar a nuvem de Oort a milhares e milhares de anos atrás. A Nuvem de Oort é uma hipotética bolha que envolve o Sistema Solar, provavelmente feita de corpos gelados e de detritos, localizada além da órbita de Netuno.




Nas imagens infravermelhas de NEOWISE, o cometa parece atravessar o céu estrelado com a galáxia espiral NGC 3726 de fundo. A galáxia que é mostrada nas imagens está a uma distância de 55 milhões de anos-luz da Terra. O cometa tem duas caudas: uma maior que é mais fácil de ver nas novas imagens e provavelmente composta de gás e partículas menores, e uma segunda cauda mais sutil que pode ser composta de grãos dispersos de poeira, de acordo com a NASA.

O cometa Pan-STARRS também brilha na banda de comprimento de ondas mais longas da câmera infravermelha do NEOWISE, o que sugere que ele poderia estar liberando grande quantidade de monóxido de carbono ou dióxido de carbono, disseram funcionários da NASA

A sonda NEOWISE varre o cosmos para monitorar e caracterizar objetos potencialmente perigosos próximos à Terra (NEOs), como asteróides e cometas. A sonda era originalmente chamada de WISE, mas após ter sua principal missão concluída em 2011, ela entrou em hibernação, e foi reativada em 2013, renascendo como a NEOWISE.

Fonte: Space / NASA
Imagem: NASA / JPL-Caltech
09/07/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário