Mercúrio poderá receber uma grande chuva de meteoros, afirmam cientistas

O planeta mais próximo do Sol passará pela esteira de detritos do cometa Encke, e uma grande chuva pode estar a caminho...



A sonda MESSENGER será perdida assim que sua missão for concluída em 2015, porém, enquanto isso, a sonda continua nos trazendo informações valiosas sobre o planeta mais próximo do Sol, e a mais recente diz que ele poderá ser o palco de uma chuva de meteoros periódica, assim que atravessar a trilha de detritos do cometa Encke.

A sonda MESSENGER está orbitando o planeta há três anos, e os dados recentes indicam que pequenos detritos estão ricocheteando na superfície do planeta, principalmente por conta da quantidade de cálcio que vêm sendo observada em sua atmosfera.




Mercúrio é atingido frequentemente por pequenos detritos, mas os cientistas acreditam que tal quantidade não seria suficiente para resultar na quantidade de cálcio que tem sido observada. Os investigadores suspeitam que isso pode estar acontecendo quando o planeta passa por detritos deixados por um cometa ou um asteróide. Um dos corpos que poderia causar isso, segundo os cientistas, seria o cometa Encke.

Ilustração artística da sonda MESSENGER orbitando o planeta Mercúrio. Créditos: NASA / JPL-Caltech / APL

Simulações feitas em computador mostram resultados um pouco diferentes do que os cientistas previam, mas eles acreditam que isso acontece por conta de variações na órbita de Mercúrio, que sofre pequenas perturbações dos planetas maiores, principalmente Júpiter. Encke leva cerca de 3,3 anos para fazer uma volta em torno do Sol, e foi fotografado pela sonda MESSENGER no passado.




"A possível descoberta de uma chuva de meteoros em Mercúrio é realmente emocionante e especialmente importante porque o ambiente de plasma e poeira ao redor de Mercúrio é relativamente inexplorado", disse a principal autora do estudo, Rosemary Killen, cientista planetária do Goddard Space Flight Center da NASA.




A sonda MESSENGER, entretanto, está queimando o que sobrou de seu combustível a fim de se manter na órbita de Mercúrio. A manobra final da sonda deverá acontecer no dia 21 de janeiro. Posteriormente, a sonda irá lentamente cair em direção ao planeta, e terminará em um grande impacto em sua superfície no mês de março, quando a missão será oficialmente finalizada.




Fonte: NASA
Imagens: NASA / JPL-Caltech / APL
17/12/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Como Mercúrio sofre pequenas perturbações, em sua órbita, de Júpiter? Eles estão longe o bastante...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pergunta. Além de mercúrio estar bem longe de Júpiter, ainda por cima está muito perto de um outro corpo que é muito maior que o próprio planeta gasoso, que nesse caso é o sol.

      Excluir