Mais um cometa é descoberto por brasileiros! Conheça C/2015 F4 (Jacques)

O site Galeria do Meteorito entrou em contato com a equipe do SONEAR, que esclareceu questões interessantes sobre as descobertas



A equipe do Observatório SONEAR (Observatório Austral para Pesquisas de Asteroides Próximos da Terra), criada por astrônomos amadores em MG, foi responsável por mais uma grande descoberta de um objeto cósmico. O grupo, liderado pelo astrônomo amador Cristóvão Jacques, detectou um novo cometa que durante sua máxima aproximação com o Sol, deverá passar relativamente próximo da Terra. As imagens da descoberta foram feitas no dia 27 de março de 2015, e o grande achado foi anunciada no dia 31 de março.

cometa Jacques 2015 SONEAR
Imagens feitas no Observatório SONEAR mostram o cometa quando foi descoberto.
Créditos: Observatório SONEAR

No dia 8 de agosto de 2015, o cometa deverá atingir seu ponto mais próximo com o Sol (cerca de 259 milhões de km), porém, acredita-se que essa proximidade ainda não seja suficiente para que o cometa ganhe suas famosas caudas. Isso significa que o mais provável é que ele não se torne um objeto visível a olho nu, mas como os cometas são sempre muito imprevisíveis, nunca podemos descartar uma sublimação repentina.




Esse já é o terceiro cometa descoberto pela equipe do SONEAR, sendo que o primeiro cometa foi descoberto em janeiro de 2014. O cometa C/2015 F4 Jacques foi confirmado pelo Observatório Remanzacco, na Itália, e reconhecido oficialmente pelo programa de monitoramento Minor Planet Center, como pela União Astronômica Internacional. Sua órbita foi calculada e mapeada, como mostra a imagem abaixo.

órbita do cometa C/2015 F4 Jacques
Imagem mostra a trajetória do cometa C/2015 F4 Jacques, e sua posição no momento de máxima aproximação com o Sol.
Créditos: NASA / Minor Planet Center

Para entendermos melhor como funciona o trabalho no Observatório SONEAR, o site Galeria do Meteorito entrou em contato com a equipe responsável pelas descobertas, e eles gentilmente nos responderam, esclarecendo algumas questões muito interessantes. Confira aqui as informações exclusivas!


Galeria do Meteorito - Quem são os integrantes do Observatório SONEAR?
SONEAR - Os integrantes do Observatório são:
Eduardo Pimentel - Advogado
Joao Ribeiro de Barros - Professor
Cristovao Jacques - Engenheiro

Galeria do Meteorito - Qual foi o primeiro objeto descoberto pelo SONEAR? Como foi descoberto?
SONEAR - Foi em janeiro de 2014, o cometa C/2014 A4 (Sonear). Como todas as descobertas, fazemos 3 imagens de uma mesma região, separadas por um espaço de tempo e depois um software analisa se nestas imagens em conjunto existem objetos que se movem. O próximo passo é verificar se este objeto é real ou não. Se for real enviamos um comunicado para o Minor Planet Center.

Galeria do Meteorito - Quantas horas por semana (em média) vocês passam observando e estudando o céu noturno?
SONEAR - Isto depende se o céu estiver nublado ou não. Supondo uma semana sem nuvens, observamos por cerca de 60 horas. As observações são feitas de forma automática, ou seja, não requerem intervenções manuais.

Galeria do Meteorito - A detecção de um objeto (asteroide ou cometa) funciona através da comparação de fotos tiradas da mesma região do céu com um mínimo de intervalo. Após essas primeira detecção, como é feito todo o procedimento para que o objeto seja reconhecido e confirmado pela União Astronômica Internacional (IAU) e pelo Minor Planet Center?
SONEAR - Verificamos se o objeto é verdadeiro ou não. Depois verificamos se ele já é conhecido e temos que certificar que ele não está na base do Minor Planet Center. Depois verificamos se tem características cometárias. Se tiver enviamos o objeto como um candidato a cometa, senão enviamos como candidato a asteroide. Uma vez recebido este comunicado, o Minor Planet Center disponibiliza os dados em um site. Outros observadores acessam o site e observam o objeto, fornecendo mais dados para o cálculo de órbita.


Mais uma vez, parabenizamos e agradecemos os integrantes da equipe SONEAR: Cristóvão Jacques, Eduardo Pimentel e João Ribeiro de Barros, por mais essa grande descoberta, motivo de orgulho para nós brasileiros.



Créditos: Observatório SONEAR
Imagens: (Capa-imagem feita por Micahel Jager mostra o segundo cometa descoberto por Cristóvão Jacques e sua equipe) / SONEAR / NASA / Minor Planet Center
04/04/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Parabéns à equipe mineira! Será que eles aceitariam mais interessados em ajudar? Será que nas Latitudes do estado do RS, de onde sou e resido, possa existir, no Horizonte Sul, algum objeto não detectado por eles, devido à restrição do horizonte sul mineiro? Publiquem o e-mail da equipe e vamos ajudar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá fora do ar! Sobre a sua pergunta, tente entrar em contato diretamente com eles através da página no Facebook. Veja:

      https://www.facebook.com/pages/SONEAR-Observatory/571081756310825

      Realmente pode ser de grande ajuda. Boa sorte!

      Excluir