Caiu a nave russa Progress 59

caiu a nave russa progress 59
"O cargueiro robótico Progress 59 (Progress-M 27 M) já não existe mais" - Roscosmos



Finalmente a tensão acabou! O cargueiro espacial robótico Progress 59 (Progress-M 27M) sucumbiu aos efeitos da gravidade e reentrou na atmosfera da Terra nesse às 02h04 UTC (23h04 de quinta-feira pelo horário de Brasília), sobre a região central do Oceano Pacífico, informou um relatório da Roscosmos, a Agência Espacial Russa.

Especialistas, centros de controle e entusiastas ao redor do mundo fizeram suas previsões, e o inevitável aconteceu. Por sorte, segundo a Roscosmos, a espaçonave de pouco mais de 7 toneladas caiu em uma região segura, e de acordo com relatórios, teria se desintegrado completamente durante a turbulenta re-entrada na atmosfera terrestre.




Segundo Bill Ailor, renomado engenheiro e especialistas em lixos espaciais da Aerospace Corporation, seria muito difícil a nave russa machucar uma pessoa, uma vez que apenas cerca de 25% de sua massa sólida (sem contar com combustíveis, gases, etc...) poderia resistir a turbulenta reentrada na atmosfera. Considerando esse cálculo, acredita-se que aproximadamente 2 toneladas de detritos tenham atingido o solo, e provavelmente foram espalhadas por centenas de quilômetros durante a queda.

local da queda da nave russa Progress 59
Região aproximada da re-entrada da nave russa Progress 59.
Clique na imagem para ampliar

No dia 6 de maio, a nave Progress 59 pôde ser vista no Brasil, durante uma de suas passagens acima da América do Sul. Ela foi observada em diversas cidades, incluindo a maior parte do Estado de São Paulo.




O cargueiro espacial tinha a missão de acoplar na Estação Espacial Internacional (ISS) quase que de maneira autônoma, e levava uma carga importantíssima para os tripulantes, incluindo equipamentos científicos, oxigênio, alimentos e combustível, além de presentes pessoais. A missão que custou 51 bilhões de dólares perdeu controle logo após sua decolagem, que ocorreu na manhã do dia 28 de abril, a partir de um foguete russo Soyuz, no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. Diversos problemas impediram que os controladores russos retomassem o controle da nave, que após várias tentativas sem sucesso, consideraram a queda como algo inevitável.

Aqui em nosso site, foi possível acompanhar a queda da espaçonave em tempo real, através de satélites de monitoramento e localização, uma cortesia do SatFlare.

Junte-se a milhares de pessoas! Curta nossa página no Facebook:



Todos os anos, cerca de 100 toneladas de lixo espacial caem na Terra, sendo que a maior parte é destruída completamente durante a re-entrada antes de atingir o solo. Satélites e peças de foguete caem na Terra todas as semanas, e objetos maiores, como o cargueiro Progress 59, acabam caindo na Terra em média, uma vez por ano.




As espaçonaves Progress da Rússia são cargueiros robóticos descartáveis, equipados com um sistema de navegação automático que permite a acoplagem autônoma com a Estação Espacial Internacional (ISS). Segundo oficiais da NASA, a falha na entrega da carga não representa uma ameaça para os tripulantes da ISS, que possuem reservas e ainda assim, deverão receber novos suprimentos já no mês de junho.



Fonte: Roscosmos / SputnikNews
Imagens: (capa-ilustração-Galeria do Meteorito) / Google Mapasa / Edição: Galeria do Meteorito
08/05/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 comentários:

  1. O cargeiro Progress era do tamanho da lua?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tamanho de um ônibus, segundo JN

      Excluir
    2. Surgiu a dúvida após ver a arte produzida para esta matéria mas agora entendi, é tipo a propaganda do Big Mac: na foto é grandão porém na realidade é bem menor!

      Excluir
  2. Porque do tamanho da lua? do que vc ta falando? asuhaushsa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Surgiu a dúvida após ver a arte produzida para esta matéria mas agora entendi, é tipo a propaganda do Big Mac: na foto é grandão porém na realidade é bem menor!

      Excluir
  3. Alguém tem o vídeo da passagem pelo Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucas! Encontramos alguns vídeos no YouTube e também no Facebook, mas decidimos não incluí-los na matéria, já que era muito difícil ter certeza da veracidade deles. Um grande abraço, e obrigado pela participação!

      Excluir
  4. 51 bilhões de dólares... e 2,8 bilhões de humanos passando necessidade. Não existe inteligência na Terra, segundo uma sonda marciana que pousou aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão querendo "salvar a espécie" em busca de novos planetas, gastando bilhões de dólares todos os anos, sem pensar que para que a espécie continue viva temos que ajudar uns aos outros, tudo tem sua hora, e essas 2,8 bilhões de pessoas são prioridade.

      Excluir
  5. alguem pode dizer a onde o foguete russo caiu

    ResponderExcluir
  6. Name: ARMANDO
    Email: armandogotti.77@hotmail.com
    Comment: ainda continua em orbita, vou te passar o link para comprovar direto da nasahttp://alexisidoro.blogspot.com.br/2012/01/satelite-russo-desgovernado-deve-cair.html esse e um tem outro http://www.satview.org/?=br estou acompanhando desde a divulgação desse evento, eu gostaria que fosse verdade que ele realmente ja tivesse caido, mas os fatos estao todos ai, tire suas conclusoes desde ja agradeço pelo espaço muito obrigado armando
    Sugestão:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Armando! Na verdade os dados de monitoramento ainda continuam, porque o programa de rastreamento não foi atualizado, portanto ele continua rastreando a suposta órbita. A Roscosmos confirmou que o cargueiro caiu, mas os monitoramentos às vezes permanecem com os dados, e isso pode confundir mesmo... Obrigado pela participação. Um grande abraço!

      Excluir