A Lua está cercada por uma gigante nuvem de poeira, afirmam cientistas

Lua cercada por gigante nuvem de poeira
Ela sempre esteve lá, mas só agora foi confirmada!



A Lua realmente nos fascina, e uma nova descoberta sustenta sua fama cercada de mistérios e beleza! De acordo com resultados de pesquisas recentes, a Lua está cercada por uma esteira de poeira cósmica (permanente), causada principalmente por partículas de cometas em colisão. Dados da sonda LADEE, que estuda a atmosfera da Lua, revelaram uma nuvem de poeira bem diferente daquela avistada pelos astronautas nas missões Apollo 15 e 17, quando os astronautas avistaram um brilho, que alguns especialistas acreditaram ser poeira pairando sobre o solo lunar.

Ainda de acordo com um novo estudo, conduzido pela Universidade do Colorado Boulder, essa nuvem de poeira ao redor da Lua fica ainda mais densa quando ocorrem chuvas de meteoros, como a Geminídas, por exemplo.

Lua cercada por poeira cósmica
Ilustração artística mostra trajetória da poeira assim que ela deixa a superfície lunar, até se aglutinar na nuvem.
Créditos: Daniel Morgan / Jamey Szalay

Segundo o professor de física Mihaly Horányi, da Universidade do Colorado, "entender a movimentação dessa nuvem de poeira cósmica pode ajudar futuras explorações humanas, afinal, essas partículas de poeira poderiam comprometer os astronautas e suas naves espaciais".




A nuvem de poeira ao redor da Lua foi descoberta usando dados de um sensor a bordo da sonda LADEE, responsável pelo mapeamento de 140.000 crateras de impacto durante a missão que durou seis meses, lançada em setembro de 2013. Os pesquisadores responsáveis pela missão analisaram seus dados meticulosamente, e mesmo após a missão ter terminado, desde 18 de abril de 2014, seus dados ainda podem auxiliar em pesquisas e descobertas futuras.

A nuvem é composta principalmente de minúsculos grãos de poeira da superfície da Lua, que são ejetados após impactos de objetos interplanetários em alta velocidade. U pequeno fragmento de um cometa que acaba atingindo a Lua, levanta milhares de pequenas partículas de pó em sua superfície, que alimentam essa nuvem de poeira ao redor da Lua.




Os primeiros sinais de uma nuvem de poeira ao redor da Lua vieram aproximadamente em 1960, quando as câmeras a bordo das sondas lunares não tripuladas da NASA observavam o Sol junto a superfície da Lua. Os investigadores relataram diversas vezes que uma luz muito brilhante podia ser vista durante o pôr do Sol, e vários anos mais tarde, quando os astronautas da Apollo orbitaram a Lua, eles também relataram um brilho significativo próximo da Lua, que segundo eles, era mais brilhante do que o Sol.

Muitas partículas de cometas que colidem com a superfície da Lua estão viajando a milhares e milhares de quilômetros por hora, em órbitas retrógradas ou anti-horário em torno do Sol, ou seja, na direção oposta a órbita dos planetas do Sistema Solar. Isso faz com que colisões praticamente de frente, e em alta velocidade, ocorram de tempos em tempos na Lua, e é justamente isso que está alimentando a grande nuvem de poeira da Lua.




Os pesquisadores acreditam que assim como acontece com a Lua, outros satélites naturais do Sistema Solar também podem ter suas próprias nuvens de poeira, o que nos oferece perguntas sobre como são as proximidades desses objetos, que um dia quem sabe, o homem consiga explorar.



Fonte: Nature / NASA
Imagens: (capa-ilustração / Richard Cardial / Galeria do Meteorito) / Daniel Morgan / Jamey Szalay / NASA
19/06/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

  1. Essa nuvem de poeira pode ser vista de um telescópio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não Wilckson. Ela é tênue demais para ser vista pelos nossos telescópios. Esperamos que em breve sejam divulgadas mais informações sobre essa curiosa nuvem. Abraços e bons céus!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Bom, Outro assunto se astronautas que foram a lua levaram a bandeira de seu pais representante e fixarão ao solo da lua sera que se eu observa-se com meu telescopio eu conseguiria ver a bandeira fixada ao solo lunar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A lua não é tão pequena quanto parece vc vai precisar de um sr telescópio (+ de 400.000x) sem contar que a bandeira estará em perfil visto de cima pra baixo ou seja vc vai ver apenas 2mm dela pois ela ja que ela não se mexe e não será vista de lado como vemos bandeiras hasteadas aqui na terra.

      Excluir
    2. Outra pergunta, sabe o exacto sítio dela? E se há certezas que ela ainda lá esteja, não tenha sido arrancada por tempestades etc etc?

      Excluir