Os misteriosos pontos brilhantes de Ceres nunca foram vistos tão de perto!

novas imagens close-up dos pontos brilhantes de Ceres
Os pontos brilhantes sugerem atividade vulcânica recente, e um oceano subterrâneo... 



Em 2015, a sonda Dawn da NASA entrou em órbita em torno de Ceres, um planeta anão localizado no cinturão de asteroides, entre Marte e Júpiter. O encontro da sonda com o planeta anão nos trouxe imagens incríveis sobre esse mundo, e de imediato, o que chamou a atenção não apenas dos cientistas, mas também de todos os entusiastas, foram os vários pontos brilhantes que salpicam parte da superfície acinzentada de Ceres.




Mas o que era a causa dos intrigantes pontos brilhantes? Ninguém tinha a resposta pra essa pergunta, mas os cientistas esperavam que novas imagens tiradas bem de perto, durante um voo rasante em fevereiro 2016, pudessem desvendar o grande mistério. E agora, finalmente, as novas imagens foram reveladas:

Pontos brilhantes em Ceres-  Cratera Occator - imagem aproximada e melhorada
Um close-up do ponto mais brilhante da superfície de Ceres, localizada no centro da Cratera Occator.
Créditos: NASA / Dawn / JPL-Caltech

Como vemos na foto acima, esse é o maior ponto brilhante em Ceres, localizado no centro da cratera Occator. A sonda Dawn registrou essas imagens a apenas 385 quilômetros acima da cratera. Essa é a melhor foto já feita de um ponto brilhante em Ceres, e nos mostra uma cúpula riscada por diversas linhas e fraturas.

Pontos brilhantes em Ceres-  Cratera Occator
Visão geral da Cratera Occator. A cratera tem 92 km de diâmetro e 4 km de profundidade.
Em seu centro, é possível ver o ponto mais brilhante de Ceres. Créditos: NASA / JPL-Caltech / Dawn

No entanto, apesar de impressionantes, as imagens não resolvem o mistério das manchas brilhantes. "A geometria complexa do interior da cratera sugere atividade geológica no passado recente, mas teremos de concluir um mapeamento geológico detalhado da cratera, a fim de testar várias hipóteses para a sua formação", disse Ralf Jaumann do Centro Aeroespacial Alemão. Ele é um membro da equipe de ciência da missão Dawn, responsável pela divulgação das novas imagens na 4ª Conferência Anual de Ciência Planetária e Lunar, nos Texas, em 22 de março.




Os cientistas da missão Dawn também reportaram a descoberta de água na Cratera Oxo, que possui 9 km de diâmetro, no hemisfério norte de Ceres. Até o momento, a Cratera Oxo é a única região de Ceres em que foram encontrados depósitos de água na superfície. Os cientistas continuarão analisando a região.




Uma ideia que está ganhando força entre os pesquisadores diz que os pontos brilhantes podem ser uma crosta de sal, evidenciando uma área onde um oceano salgado poderia romper até a superfície. De fato, a densidade de Ceres sugere que 1/3 da massa do planeta anão é composta por água, e segundo alguns investigadores, Ceres pode ter mais água doce do que o nosso próprio planeta! Um mistério que pode nos trazer respostas esperançosas, afinal, se Ceres realmente possui água salgada e doce em seu interior, a vida também pode prosperar... mesmo longe dos olhos atentos da sonda...



Fonte: NASA / SpaceWeather / Dawn
Imagens: (capa-NASA / Dawn / JPL-Caltech) / NASA / JPL-Caltech / Dawn
24/03/16


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Quando descobriram água em Marte apareceu um monte de cracudo falando que a vida na Terra se originou lá, não vai demorar muito pra falarem a mesma coisa de Ceres!

    ResponderExcluir
  2. Quando descobriram água em Marte apareceu um monte de cracudo falando que a vida na Terra se originou lá, não vai demorar muito pra falarem a mesma coisa de Ceres!

    ResponderExcluir
  3. Mais importante é que, com esse tanto de água, uma base exploratória poderia ser estabelecida mais facilmente. Com água, temos condições mais favoráveis à manutenção da vida, geração local de oxigênio e combustível.

    ResponderExcluir
  4. Esse tanto de oceano pra tudo quanto é lado, será que não dava pra pegar uns cometas gelados, desviar suas rotas e mandá-los colidir com marte, só pra ver conseguimos "molhá-lo" pra gente poder ir pra lá??

    ResponderExcluir