O que aconteceria se cavássemos um túnel até o outro lado da Terra? É possível?

túnel até o outro lado da Terra é possível?
É possível fazer um túnel ligando um ponto da Terra até seu lado oposto? Quais seriam os efeitos?



Digamos que você está cansado(a) de fazer longas viagens de avião, e não aguenta mais aturar horas em uma cadeira apertada, com choro de crianças, jogos infantis e às vezes até latidos de cães! Tudo bem que é o melhor que conseguimos fazer para alcançar pontos distantes do planeta em pouquíssimo tempo, mas você deve estar pensando: será que existe uma maneira melhor e (principalmente) ainda mais rápida? Aviões seriam o máximo que a nossa civilização poderia alcançar?

Hipoteticamente falando, existe uma maneira extremamente rápida de viajar até o outro lado da Terra, sem gastar energia, chegando até as antípodas terrestres (regiões opostas): um buraco que atravessa a Terra completamente! Tudo que você precisa fazer é pular, e depois a magia acontece!




Então você deve estar pensando: por que não temos isso ainda? Talvez porque seja uma péssima ideia, considerando a energia e os desafios para se construir algo assim. Mas se fosse possível, funcionaria dessa maneira:

A circunferência da Terra tem aproximadamente 40.075 km, portanto, para viajar "sobre a Terra" do Brasil (por exemplo) até sua antípoda, o Japão (ou o mar ao sul do Japão), percorremos 20.037 km em linha reta. Já um túnel cavado de um lado da Terra até seu lado oposto teria em média cerca de 12.742 km, portanto, uma viagem muito mais curta. Mas essa ainda não é a melhor parte.

túnel atravessando a Terra

Se você pulasse no túnel, você seria puxado até o centro da Terra, acelerando constantemente, graças à gravidade. Você chegaria no centro da Terra (metade do caminho), após 21 minutos de queda, viajando a cerca de 28.000 km/h.

Ao chegar na metade do caminho, a velocidade atingida seria suficiente para te levar até o outro lado da Terra por outros 21 minutos. Nesse ponto, sua velocidade iria diminuir constantemente, e você faria uma parada perfeita do outro lado da Terra.

Em outras palavras, a viagem não utilizou energia. Você trocou energia gravitacional por energia cinética durante a queda, e depois trocou novamente durante a subida. Nenhuma energia foi criada ou destruída. Todas as leis da termodinâmica foram obedecidas para chegar nessa conclusão.

Mas pra que isso funcione, existe um truque: o túnel precisa ser um vácuo completo, assim você não sofre nenhuma resistência do ar durante sua viagem. Se não for um vácuo, você ficaria preso(a) no centro da Terra, e não teria energia suficiente para chegar do outro lado... uma viagem até o meio do caminho...

Mas claro, isso foi apenas uma "suposição do quase impossível", afinal, mal conseguimos fazer um buraco com alguns quilômetros de profundidade, isso sem contar o manto da Terra, repleto de rocha derretida com temperaturas extremamente altas. Além disso, temos o núcleo de metal derretido, que provavelmente gira mais rápido que a própria Terra, e o núcleo sólido, por conta da grande pressão...


Uma luz no fim do túnel (literalmente)!

Apesar de impossível, a ideia do túnel para viagens rápidas ainda poderia ser utilizada, mas com uma pequena diferença. Existe uma teoria que suporta uma ideia parecida. O conceito chamado Gravity Train (ou Trem da Gravidade em português) diz que poderíamos aproveitar a gravidade da Terra para viajar. Mas ao invés de ir à região antípoda, poderíamos fazer trechos mais curtos, em um túnel não tão profundo.




Por exemplo: se fizéssemos um túnel de Londres até Paris, com 55 km de profundidade, a gravidade iria nos puxar até a metade do caminho, e desaceleraria naturalmente durante o segundo trecho. E quase como uma mágica, essa viagem levaria apenas 42 minutos. Não importa qual seria seu ponto de partida e seu ponto de destino: a viagem sempre levaria 42 minutos.

Gravity Train - Trem de Gravidade - viagem de 42 minutos

De qualquer maneira, mesmo um túnel com essa profundidade chegaria no manto da Terra, o que está além da nossa tecnologia. Mas quem sabe no futuro, algo parecido não se torne uma realidade. Talvez dentro de algumas centenas de anos a humanidade consiga fazer algo (pelo menos) parecido... mas por enquanto, como diriam os "Caçadores de Mito", o túnel no centro da Terra está DETONADO!



Fonte: Universetoday
Imagens: (capa-ilustração/Galeria do Meteorito) / Richard Cardial / W. Paes / Galeria do Meteorito
18/03/16

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 comentários:

  1. Haha! Gostei da referência aos Caçadores de Mito. "Detonado!"

    ResponderExcluir
  2. Pois é... está além da nossa tecnologia. A única coisa que não está além da nossa tecnologia é a produtividade de armas de extermínio e o financiamento às suas manobras e ensaios. DESTRUIR COM A RELIGIÃO e acabar com a crença em deus é o requisito para, enfim, nada estar além da nossa tecnologia moral. A paz! Para depois o salto tecnológico merecido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. coisa mais escrota isso ainda vai explodir o nosso planeta, tudo isso por dinheiro, hoje de aviao tudo é tao rapido, e so questao de paciencia, sem nao tem tempo para espera mude sua vida e arrume tempo, essas ideias absurdassem contar que isso poderia criar vulcoes a rodo certo... ainda bem que isso nao seja facil de se fazer ou ate mesmo impossivel...

      Excluir
  3. NO FILME "O VINGADOR DO FUTURO" DE 2012 COM COLLIN FARRELL, ELES USAM UM TÚNEL PARA LIGAR A AUSTRÁLIA AO REINO UNIDO. GOSTEI DA ÍDEIA, SÓ QUE NÃO. \o/

    ResponderExcluir
  4. Tomara que se algum dia isto seja possível,que ninguém faça uma bosta destas,o ser humano é uma espécie bem maldita mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Quem irá acaba com a terra seremos nós mesmo sinto raiva de ser humano :/

    ResponderExcluir