7 eventos astronômicos imperdíveis em 2017

os maiores eventos astronomicos de 2017
Preparem-se para ver eclipses, encontros celestes e até mesmo um cometa, se tivermos sorte!

O site Galeria do Meteorito voltou de férias! E pra começar com chave de ouro, separamos uma lista com alguns dos eventos astronômicos que mais chamarão a nossa atenção nesse ano!

Claro que não há como prever todos os eventos astronômicos que podem ocorrer ao longo desse ano de 2017, mas alguns deles já são conhecidos e estão sendo aguardados por milhares de pessoas ao redor do mundo.

Reunimos aqui os 7 eventos que mais prometem chamar a atenção do público em geral, e que podem deixar ansioso qualquer entusiasta de astronomia! Vale a pena marcar no calendário. Confira:


Cometa 45P/HMP - 7 a 11 de fevereiro
Cometa 45P/HMP - 7 a 11 de fevereiro
Logo no início de fevereiro, poderemos ter a chance de observar um belíssimo cometa conforme ele passa próximo da Terra. Em dezembro de 2016, o cometa 45P/Honda-MrKos-Pajdusakova passou bem perto do Sol, e em breve poderá ser visto nos céus logo antes do amanhecer, enquanto ruma na direção do Sistema Solar exterior.




No dia 11 de fevereiro de 2017, esse cometa fará sua máxima aproximação com a Terra, chegando a 12,3 milhões de km do nosso planeta. Mas os melhores momentos para observação serão entre os dias 7 e 11 de fevereiro, já que, de acordo com especialistas, há uma grande chance dele se tornar um objeto visível a olho nu. Se tudo der certo, ele poderá ser visto como uma pequena bola branca difusa, próximo das constelações de Aquila e Hercules. Fiquem ligados para mais informações sobre o cometa 45P/HMP!


Eclipse Solar Anular - 26 de fevereiro
Eclipse Solar - 26 de fevereiro
Um dos eventos mais esperados do ano, o eclipse solar anular, acontecerá no dia 26 de fevereiro de 2017, e poderá ser visto parcialmente em praticamente toda a América do Sul e oeste da África. Alguns mais sortudos poderão ainda presenciar a totalidade do Eclipse Solar Anular, mais conhecido como Anel de Fogo, mas infelizmente, apenas uma pequena região do extremo sul da América do Sul e do sul da África é que poderá observar a totalidade desse evento. Por outro lado, grande parte do hemisfério sul terá a chance de observar o eclipse solar parcialmente. Mas existe um "porém": parte do norte da América do Sul (incluindo algumas áreas do norte e nordeste do Brasil) não poderá observar esse evento. Mas calma! Tem uma notícia boa pra vocês que moram nessa região. Continuem lendo a superlista para conferir...


Conjunção entre Mercúrio, Marte e Lua - 29 de março
Marte Mercurio e Lua - 29 de março de 2017
Durante o pôr do Sol, os observadores devem olhar para o horizonte oeste para presenciar uma pequena borda da Lua iluminada, que junto com Mercúrio e Marte, criará um belíssimo triângulo celeste.

Além desse conjunção, teremos a oportunidade de observar o planeta Mercúrio no auge de seu brilho e na máxima elongação, ou seja, momento em que ele ganha a máxima altura nos céus. Lembrando que para observar esse fenômeno você deve ter uma excelente visão de seu horizonte oeste, sem prédios, árvores ou montanhas.


Conjunção Lua e Júpiter - 10 de abril
Lua e Jupiter - 10 de abril
Durante o ano de 2017, o planeta Júpiter estará bem próximo da estrela Spica, da constelação de Virgem. Mas o que chamará ainda mais a nossa atenção será seu encontro com a Lua Cheia. No dia 10 de abril, Júpiter e Lua nascerão a leste enquanto o Sol se poe a oeste.

Um fato interessante é que apenas 3 semanas antes desse encontro, Júpiter estará em oposição, momento em que ganha o maior brilho e tamanho em todo o ano, portanto ele ainda estará bem mais brilhante do que estamos acostumados.


Eclipse Solar Total - 21 de agosto
eclipse solar total - 21 de agosto de 2017
Sim. Esse é provavelmente o evento astronômico mais aguardado de 2017. Infelizmente, a totalidade desse eclipse poderá ser vista apenas em poucas regiões do hemisfério norte...

Mas vocês se lembram do primeiro eclipse solar de 2017? Que acontece em fevereiro? Pois bem. Dessa vez, os felizardos da América do Sul serão aqueles que estarão no norte e no nordeste, pois é lá que esse eclipse solar poderá ser visto parcialmente!




Mas é claro que o que chamará a atenção de todos é mesmo a totalidade. Acredita-se que todos os habitantes dos EUA estarão no máximo a 1 dia de viagem de uma das regiões onde a totalidade poderá ser vista. A última vez que isso aconteceu foi em 1979. Os ânimos por lá estão a flor da pele!


Conjunção entre Vênus e Júpiter - 13 de novembro
Vênus e Júpiter - 13 de novembro
Dois dos mais brilhantes objetos celestes do céu noturno estarão quase grudados de acordo com o nosso ponto de vista. Logo antes do amanhecer, no dia 13 de novembro, Júpiter e Vênus se encontrarão a leste, e estarão separados por apenas 18 arc-minutos, ou seja, o espaço entre eles será praticamente igual a metade do tamanho da Lua. Mas lembre-se: esse encontro acontecerá muito próximo do horizonte!


Chuva de meteoros Geminidas - 13 e 14 de dezembro
Chuva de meteoros Geminidas - 13 e 14 de dezembro de 2017
Durante todo o ano, ocorrem diversas chuvas de meteoros, porém, a Geminidas é uma das chuvas que mais chamam a nossa atenção. Além disso, nos dias 13 e 14 de dezembro, a Lua estará na fase minguante, e irá se pôr a oeste por volta da meia-noite. Isso significa que durante o melhor horário de observação (madrugada) os céus estarão completamente escuros, sem o brilho da Lua. Poderemos ver até cerca de 120 meteoros por hora riscando o firmamento ao redor do globo.




Agora é só torcer para que o clima nos ajude a observar alguns dos mais fantásticos eventos astronômicos de 2017. E claro, muitas novidades podem e devem surgir ao longo do ano... fiquem ligados!

Desejamos excelentes observações e bons céus a todos!







Imagens: (capa-ilustração) / STELLARIUM / divulgação
27/01/17


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 comentários:

  1. Eba, meu site preferido está de volta. tomara que tenham descansado bastante, bora pegar a estrada novamente, porque o universo não pára de surpreender. \o/
    Esse ano promete.\o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Baterias renovadas! 2017 será um ano excelente para nós, amantes do céu noturno!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. As chuvas de meteoros q o stellarium detecta sao sempre visiveis? Caso nao seja, alguma informação q o stellarium fornece ao clicar sobre a msm seria relevante pra saber se a chuva estaria ou nao visivel em determinada hora/data?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge, todas as chuvas de meteoros são visíveis praticamente de todo o globo. Mas claro: existem algumas que são melhores observadas no hemisfério norte ou sul. Para saber, verifique a constelação do radiante (onde os meteoros parecem surgir no céu) e veja se essa região do céu é bem visível de sua localidade.

      Confira aqui a lista das principais chuvas do ano: http://www.galeriadometeorito.com/p/chuvas-de-meteoros.html

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Obrigado Carlos! Obrigado a todos! Também ficamos com muita saudade, mas já estamos de volta!!! :D

      Excluir
  4. Bemvindo!! que tenha sido um bom descanso!!!!

    ResponderExcluir
  5. Gente amo o nosso universo astronômico, parabéns pra vcs galera do meteorito q Deus continue abençoando vcs

    ResponderExcluir
  6. Amo esse site,vou seguir todos esses eventos!

    ResponderExcluir