Projeto Meteorítica nas Escolas - ajude a mudar a Astronomia no Brasil

projeto meteoritica nas escolas
O site Galeria do Meteorito foi convidado para apoiar o projeto Meteorítica nas Escolas! Saiba como funciona, qual o intuito e por que ele foi criado...

A meteorítica ainda é um assunto pouco divulgado e conhecido no Brasil (infelizmente). Apesar da vasta área territorial, o país possui apenas 69 meteoritos oficiais, descobertos e catalogados, o que é um valor extremamente baixo... um valor simbólico... se compararmos com os Estados Unidos, por exemplo, lá eles possuem mais de 1.700 exemplares devidamente catalogados.

Claro, isso não significa que os meteoritos caem mais nos Estados Unidos, afinal, a queda das rochas espaciais acontece de forma aleatória e espalhada em todo nosso planeta. Se houvesse um conhecimento maior sobre a meteorítica em nosso país, com certeza esse número irrisório seria muito maior.

E para que essa história mude desde já, o estudante da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Higor Martinez Oliveira, deu início ao projeto intitulado Meteorítica nas Escolas. Trata-se de uma iniciativa para distribuir de forma gratuita exemplares dos livros Caçando Extraterrestres e Meteoritos. Tanto escolas públicas quanto privadas poderão receber os livros gratuitamente, mas claro, pra que isso aconteça, estão abertas doações financeiras para custear a impressão dos exemplares.

A versão digital do livro Meteoritos pode ser acessada gratuitamente, com o intuito de colaborar com a divulgação científica e contribuir para o descobrimento e catalogação de novos meteoritos no Brasil.




Se você é professor, diretor, vice-diretor ou supervisor de uma escola, e deseja levar o assunto e popularizar a meteorítica com seus alunos, você pode inscrever sua escola gratuitamente, e seguir os passos informados no site oficial do projeto. Além de receber os exemplares impressos, professores e alunos terão acesso a cópias digitais dos livros, que podem ser copiados e redistribuídos de forma gratuita. Confira o regulamento no site oficial do projeto.

projeto meteoritica nas escolas - banner

Os meteoritos são fragmentos espaciais que são encontrados na superfície de nosso planeta, e eles trazem consigo toda a história, origem e evolução do nosso Sistema Solar. Estima-se que cerca de 37 mil a 78 mil toneladas de meteoritos atinjam a superfície da Terra todos os dias! A maior parte desse valor é composta por micro meteoritos (do tamanho de grãos de arroz), e como eles caem de forma aleatória, apenas cerca de 1/3 acaba atingindo os continentes e não os oceanos. E apenas uma ínfima fração de todo esse montante acaba sendo descoberta e catalogada.

O Projeto Meteorítica nas Escolas conta com o apoio de grandes sites científicos, como Exoss Citizen, Zenite e Gaea. O site Galeria do Meteorito também foi convidado, portanto somos um dos apoiadores oficiais do projeto.

O projeto Meteorítica nas Escolas visa contribuir e popularizar os meteoritos no Brasil, e assim, ajudar o nosso país para que no futuro, mais meteoritos sejam descobertos.

Além disso, popularizar os meteoritos também é popularizar a Astronomia de uma forma geral, uma vez que os estudantes terão uma abordagem mais próxima do espaço e da história do Sistema Solar!




Participe desse projeto! Inscreva sua escola; compartilhe com seus amigos, e ajude a ciência em nosso país!


Imagens: (capa-Meteorítica nas Escolas/divulgação) / Projeto Meteorítica nas Escolas
03/03/16

Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. belo projeto! vale a pena divulgar!

    ResponderExcluir
  2. "Joãozinho, diga uma frase com a palavra METEORÍTICA:"
    "Sim professora: O lava-jato caíu em cima do Lula de uma forma meteorítica!"
    tsssss
    Num país agraciado pela interminável amargura da corrupção político-econômica, quem irá dar a mínima para a ciência e para meteoritos?
    E o pior: até quando???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ciência não para, independentemente da situação política do nosso país. O projeto vem justamente para ampliar esse tema no Brasil. A astronomia fascina crianças, jovens e adultos, o que falta é expandir a divulgação no nosso país.

      Excluir