Conheça o último trabalho de Stephen Hawking publicado 7 meses após sua morte

o ultimo trabalho de stephen hawking
Antes de morrer, Stephen Hawking estava trabalhando em uma pesquisa que finalmente acaba de ser divulgada ao público


O último artigo de Stephen Hawking foi publicado por seus colegas na revista arXiv. A equipe já havia completado a pesquisa alguns dias antes da morte de Stephen Hawking, em março, mas ainda não havia divulgado ao público, pelo menos até agora...



O estudo é o terceiro de uma série de artigos que trataram de um conceito que Hawking passou décadas investigando: o paradoxo da informação do buraco negro.


O estudo

Os buracos negros são objetos extremamente densos, que deformam o espaço-tempo e que podem se formar quando colidem ou quando estrelas gigantes colapsam em si mesmas. A física clássica sugere que nada poderia escapar de um buraco negro, nem mesmo a luz. Mas nos anos 70, Hawking propôs que os buracos negros poderiam ter uma temperatura e vazar partículas quânticas. Este efeito de "radiação Hawking" significa que, em algum momento, o buraco negro irá evaporar, deixando para trás um vácuo que terá a mesma aparência para cada buraco negro evaporado, não importa o que ele tenha "consumido" em sua vida.




Mas essa ideia apresentou um problema: durante sua vida, o buraco negro engoliu muita "informação" na forma de objetos celestes, mas para onde foi essa "informação"? As leis da física ditam que nenhuma informação deve ser perdida: se a informação existisse no passado, nós poderíamos recuperá-la. Daí o paradoxo.

Stephen Hawking e sua ultima pesquisa
Stephen Hawking em 2010 no evento Television Critics Association Press Tour, em Pasadena, California, EUA.
Créditos: Frederick M. Brown / divulgação

Em 2016, Hawking e sua equipe propuseram que os buracos negros poderiam ter "cabelos macios" compostos de fótons (partículas de luz), ou gravitons (partículas hipotéticas de gravidade) que armazenam pelo menos algumas dessas informações. Esses "cabelos" cercam o horizonte de eventos do buraco negro - um limite além do qual nada, nem mesmo a luz, pode escapar.




No novo artigo, Hawking e sua equipe descobriram um mecanismo que se baseia em suposições ainda não comprovadas para contar a quantidade de informação que os "cabelos" podem carregar.

Quando um buraco negro engole um objeto, sua temperatura deve mudar, o que significa que sua entropia (ou desordem de partículas) também deve mudar. Temperaturas elevadas significam que as partículas se movem mais rapidamente, ou seja, mais desordem.

No novo estudo, Hawking e seus colegas mostraram que a teoria dos "cabelos macios" pode de fato registrar a entropia de um buraco negro, de acordo com o The Guardian.

Malcolm Perry, professor de física teórica da Universidade de Cambridge, colega de Hawking, disse ao jornal britânico The Guardian que o falecido físico sabia o resultado final do trabalho antes de morrer e que ele mesmo explicou a Hawking alguns dias antes de sua morte. "Ele simplesmente deu um enorme sorriso".




É claro que não seria diferente. O último trabalho científico de Stephen Hawking é bastante complexo, e mesmo se você conseguir compreender todos seus detalhes, ainda há muita coisa a ser compreendida sobre como esses "cabelos macios" armazenam informações e se eles armazenam tudo ou apenas parte da informação engolida pelos buracos negros. Como disse Andrew Strominger, autor senior do artigo, "este é um excelente progresso, mas temos muito trabalho a fazer."


Imagens: (capa-F. M. Brown/divulgação) / Frederick M. Brown / divulgação
16/10/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. A entropia em buraco negro gera uma forca equivalente para manter a extrutura do espaco-tempo, gerando energia e materia escuras que se extendem gravitacionalmente para manter em equilibrio seus componentes, galaxias e seus sistemas planetarios. Para que tudo isso ocorra nos parametros das leis fisicas que governam esse caos, necessario se faz o armazenamento de informacoes pelos "cabelos mavios" no horizonte de eventos. Incrivel teoria!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. HAWKING, chutava muito mais: que muitos que se dizem videntes...

    Cientificamente falando, era indiscutivelmente: O REI DO ACHISMO!

    Uma hora ele achava que a humanidade existencialmente falando: só tinha no máximo 50 anos:

    Outra hora: 100 anos:

    Outra hora: 1.000 anos...

    CIÊNCIA de verdade: não pode ser feita assim.

    Será que ele sabia que energia uma vez existindo, pode até ser transformada, a sua fonte retornada: mas nunca deixa de existir?

    Ou seja:

    Ele se autodeclarava ateu, consequentemente criticava os das religiões-estagnadas: mas assim como um das ciências-não-avançadas: como os das religiões-estagnadas: também pregava improcedentemente, um FIM DO MUNDO?

    Era ou não era, o REI DO ACHISMO?

    Também desconhecia que:

    UNIVERSO MATERIAL: É MACRO CORPO ENERGÉTICO ATÔMICO que funciona energeticamente interligado não por primitivos sistemas de fios, mas através de PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES, infinitamente mais avançado do que conhecemos como WI-FI:

    QUE BURACO NEGRO: É MACRO CANAL ENERGÉTICO:
    QUE BURACO DE MINHOCA: É MICRO CANAL ENERGÉTICO:
    QUE SOL: É DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR:
    QUE LUA: É ESTABILIZADOR ENERGÉTICO ATÔMICO:
    E QUE SISTEMA SOLAR: É MACRO MODELO ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR.

    Ou seja:

    HAWKING, como tantos outros: vivia na IDADE DA PEDRA CIENTÍFICA.

    Quando a IMAGEM ENERGÉTICA ATÔMICA INVERSAMENTE E QUANTICAMENTE PROJETADA "HAWKING", ainda atuava, no MACRO CORPO ENERGÉTICO ATÔMICO PI:

    Eu já dizia:

    Do tipo STEPHEN HAWKING, mesmo que somassem uns MIL, ainda assim: não daria sequer para iniciar um simples debate científico: com o MÚLTIPLO CIENTISTA ENERGÉTICO AVANÇADO do BRASIL.

    Pra não dizerem que sou covarde: eu já dizia isso, quando o MARAVILHOSO COMBO ENERGÉTICO DE EV=ENERGIAS VITAIS que chamam equivocadamente de ESPÍRITO, contendo ENERGIAS ESPECIAIS, dentre essas EM=ENERGIA MOTRIZ, EI.D=ENERGIA INTELIGENTE DIFERENCIADA e ED.D=ENERGIA DIFERENCIADA DE DISCERNIMENTO: ainda ENERGIZAVA seu CORPO: antes de retornar a sua FONTE.

    Se te interessa conhecer, não teorias científicas ilógicas: mas centenas de DESCOBERTAS CIENTÍFICAS AVANÇADAS, totalmente fundamentadas, devidamente e inequivocamente comprovadas:

    Conheça DESCOBERTAS CIENTÍFICAS AVANÇADAS.

    Continua também acessando este conceituado site GALERIA DO METEORITO, porque aqui: inteligência há.

    ResponderExcluir
  4. Não entendo nadica de nada em física ou outra ciência qualquer. Mas aprendi que até mesmo a matéria que se decompõe não desaparece. Pela descrição do nosso precioso cientista, os cabelos macios armazenam informações das matérias engolidas pelos buracos negros. Bem, como toda informação, e no caso informação que "forma" a matéria engolida, tanto pode ser recebida, como transmitida. Portanto, os buracos negros, a meu ver, são os berçários do Universo. Se falei besteira me perdoem e me corrijam, mas é o que nos leva a concluir.

    ResponderExcluir