Cogumelos em Marte? Estudo controverso alega evidência de fungos e microbios vivendo em Marte

cogumelos e fungos em Marte
Será que estamos diante das primeiras formas de vida descobertas fora da Terra, ou seriam apenas meras coincidências?


Há séculos a humanidade se pergunta se existe vida em outros planetas, e até agora não conseguimos confirmar nada nesse sentido. Mas agora um novo estudo polêmico alega que a resposta a essa famigerada pergunta deve ser "sim", levando toda a comunidade científica a abertura de novos debates.



O estudo em questão inclui imagens da sonda Curiosity e Opportunity, que supostamente mostram fungos, liquens (seres vivos complexos que constituem simbiose com um organismo formado por um fungo e uma alga ou cianobactéria) e algas.


Fungos e algas em Marte - os extraterrestres que procurávamos?

Os estudos nomeado 'Evidências de vida em Marte?' apareceram primeiramente em uma nova publicação científica chamada 'The Journal of Astrobiology and Space Science Reviews' (ou Jornal de Astrobiologia e Análises de Ciências do Espaço, em tradução livre), e alega ter compilado avaliações de mais de 200 estudos individuais que debatiam estruturas curiosas, mudanças sazonais no metano e a possibilidade da vida viajar entre planetas.

O próprio jornal classificou as supostas evidências de "controversas" depois de submeter a matéria a 6 cientistas independentes e 8 editores senior para revisão, onde 3 deles rejeitaram o estudo.

evidências de cogumelos em Marte
Sol 1145 (esquerda) e Sol 1148 (direita).
De acordo com o estudo, o espécimes circulados ganharam tamanho,
e as setas mostram o que seria o surgimento de 10 novos espécimes no total.
Créditos: Journal of Astrobiology / Opportunity / NASA

Segundo alguns especialistas, as evidências ali catalogadas seriam apenas "circunstanciais", não podendo ser aceitas como provas definitivas.

A posição oficial da publicação é que "evidências não são provas e não existem provas de vida em Marte", já que as tais evidências poderiam também ser resultado de várias outros processos que não apenas vida.




A Dra. Regina Dass, da 'School of Life Sciences da Universidade Pondicherry' e co-autora do estudo afirmou: "Nosso artigo não é baseado em nossa opinião; nós revisamos cerca de 200 estudos investigativos conduzidos por mais de 500 cientistas, muitos deles que trabalham para a NASA; e todo esse trabalho coletivamente pesa a favor da biologia".

Evidência de bactéria e fungos no rover Curiosity em Marte
Crescimento do que, de acordo com o estudo, parece ser colonia de bactérias e fungos na sonda Curiosity em Marte.
Sol 51 (esquerda) e Sol 1089 (direita) - diferença de 1038 dias marcianos.
Créditos: Journal of Astrobiology / Curiosity / NASA / JPL

"Nós admitimos que não é uma certeza", disse a Dra. Regina. "Não há fotos de células ou estruturas celulares. Não há prova definitiva, apenas um monte de evidências que gritam: biologia!"




Claro que depois disso os ânimos se levantaram na comunidade científica, e os debates devem se acalorar ainda mais. Por enquanto só podemos aguardar por novas pesquisas e respostas.

Da mesma forma que a Dra. Regina Dass considera que as evidências gritam "biologia", outros cientistas acreditam que o grito deveria ser, na verdade, por mais investigações e observações.





Transmissão ao vivo - encontramos vida em Marte?

Hoje (27 de março) teremos uma transmissão ao vivo em nosso canal no YouTube para discutir esse assunto e mostrar mais fotos que foram utilizadas como evidências de vida em Marte.

A transmissão ao vivo estará disponível logo abaixo. Para participar do chat ao vivo, clique no vídeo e você será redirecionado(a) ao YouTube. Aproveite e se inscreva em nosso canal. Ative o sininho para receber notificações.




Imagens: (capa-NASA) / Journal of Astrobiology / Opportunity / Curiosity / NASA / JPL / divulgação
27/03/19


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

12 comentários:

  1. Nos proximos 10 anos a tecnologia dará um dalto gigantesco em qualidade de precisão e, ao mesmo tempo em que seŕá empolgante, será também frustrante. Pois não detectaremos nenhum extremófio em no planeta Marte, constataremos sua completa esterelidade para qualquer tipo de vida. Após 10 anos disso, a frustração se repetirá com os mundos gelados, nada será encontrado. Daí partiremos para os exoplanetas e, um longo e custoso camimho se apresentará. A geração de 2030 se certificará da verdade que não admitimos, a Terra é rara.Saberão naquele tempo que planetas, sistemas solares e regiões galácticas que são tão propícias à vida complexa como são a Terra, o nosso sistema solar e a nossa região da Via Láctea são provavelmente muito raros.
    Concluirão que a vida complexa não é comum,e que a hipótese da Terra rara resolve o Paradoxo de Fermi: "Se seres extraterrestres são comuns, por que não os vemos ou detectamos?"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza a terra é rara, mas acho difícil que existam milhões de galáxias com bilhões de estrelas com trilhões de planetas e a gente achar que só existe vida aqui. Acho que o fato de não termos encontrado seres de outro mundo barra na distância pra chegarmos até lá, a estrela mais próxima da gente fica anos luz de distância...

      Excluir
    2. "Se seres extraterrestres são comuns, por que não os vemos ou detectamos?" Os índios isolados na floresta amazônica pensam igual. Acreditam que são os únicos seres humanos do planeta Terra. Será que ETs não entram em contato conosco pelo mesmo motivo que nós não entramos em contato com comunidades indígenas isoladas? Fica essa pergunta para pensar...

      Excluir
  2. Mais um motivo pro ELON MUSK ficar doidão, e achar que o 4° ELEMENTO do MACRO MODELO ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR PROJETADO, que ele assim como os antigos romanos chama primitivamente de MARTE: pode colonizar.

    Assim como os atômicos chamados erradamente de humanos, no 2° ATO, habitavam a 2° ÓRBITA e atualmente ainda habitam a 3°:

    Ninguém habitará apenas por si mesmo a 4° ÓRBITA do DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR, que como os antigos egípcios, os das ciências-ainda-a-avançar: chamam primitivamente de SOL.

    Para os que gostam de ovular, quando apenas escutam o nome NASA e ROSCOSMOS, pergunto:

    Vocês que com essa constituição corpórea atômica atual, mesmo vestindo roupas especiais, sequer podem habitar a região próxima da explosão do REATOR ATÔMICO TERMONUCLEAR de CHERNOBYL:

    Poderiam habitar o 4° ELEMENTO que chamam primitivamente de MARTE?

    A RADIAÇÃO no ainda 4° ELEMENTO: é extremamente ELEVADA E MORTAL!

    Caso exista algum deslumbrado que responda que sim:

    Continuarei perguntando:

    Porque até hoje não conseguiram sequer colonizar o ESTABILIZADOR ENERGÉTICO ATÔMICO PROJETADO DO NOSSO PLANETA, que chamam primitivamente de LUA?

    ESTABILIZADOR, porque compondo o MACRO CORPO ENERGÉTICO ATÔMICO PROJETADO, interligado não por primitivos sistemas de fios e sim através de PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES EMITIDOS, infinitamente mais avançados do que se conhece como WI-FI, que chamam erradamente de UNIVERSO MATERIAL:

    ESTABILIZA a ROTAÇÃO E CICLOS DAS MARÉS: do nosso PLANETA.

    Aproveitando o ensejo, disseram que já haviam enviado o homem para lá, saltitado por lá, andado de Jipe por lá... E agora para reenviá-los, só daqui a 5 anos?

    Não sou TERRA PLANISTA, porque não sou ANALFABETO CIENTÍFICO, e porque TERRA também nem PLANETA é, e sim apenas uma das UNIDADES ELEMENTARES, assim como FOGO, ÁGUA, AR e EC: também são.

    Mas por ser único profundo conhecedor, da MACROCOSMOLOGIA AVANÇADA digo:

    NASA, ROSCOSMOS e AGÊNCIA ESPACIAL EUROPEIA, até que dominam algumas tecnologias: mas sobre MACROCOSMOLOGIA AVANÇADA e ALQUIMIA ELEMENTAR CÓSMICA AVANÇADA, ciências novas e importantíssimas, que apenas eu domino: eles não sabem nada.

    A PROVA MAIOR DISSO, é que tudo que DESCOBRI sobre a seríssimas 3° TRANSIÇÃO DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR, da 3° ERA ÁGUA para a 4° AR, que todos até antes de mim já viviam sem saber:

    ACONTECEU, ESTÁ ACONTECENDO: E IRÁ ACONTECER!

    FORTES REAÇÕES DO ELEMENTO ÁGUA "FORTES CHUVAS E INUNDAÇÕES DEVASTADORAS", a FORTES AÇÕES DO ELEMENTO AR "FORTES VENTANIAS" DESTRUINDO CASAS, LOJAS, VIRANDO CARROS, CARRETAS, AVIÕES, DERRUBANDO MILHARES DE ÁRVORES...

    E isso tudo é apenas o início, ainda não intensificado.

    Por serem ANALFABETOS em ALQUIMIA ELEMENTAR CÓSMICA AVANÇADA, nenhum governante, está deixando sua nação, para essa seríssima 3° TRANSIÇÃO: devidamente preparada!

    Quanto a atômicos, atuarem no 4° ATO e 4° ÓRBITA:

    No DESCOBERTAS, explico e provo que para os atômicos "humanos" atuarem na 4° ÓRBITA:

    Terão que passar por um PROCESSO FISIOQUÍMICO TRANSMUTATIVO CORPÓREO EVOLUTIVO, totalmente desconhecido pelos humanos: ainda desumanos...

    Mas que muito em breve: isso ocorrerá.


    Quem sabe ensina, quem não sabe aprende, quem não quer aprender o que não sabe: tolo é.

    Para saírem da IDADE DA PEDRA CIENTÍFICA moçada:

    DESCOBERTAS CIENTÍFICAS AVANÇADAS.

    ResponderExcluir
  3. RICHARD, AUTÔNOMO e até o dodin do ZÉ HOSPÍCIO:

    VOCÊS NÃO SÃO BURROS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso: deve ser verdade, seu Bé Zonifácio.
      Eu, por exemplo, tinha uma torneira de estimação que eu criava numa gaiola, ela cantava bonito... Mas aí o doutor veio e falou que minha torneira não cantava coisa nenhuma e jogou ela fora! Doutor fdp! Vou jogar fora a enfermeira dele também pra ele ver o que é bom!

      Se o Sr ver uma torneira prateada, da marca Lorenzetti, com placa de Santa Catarina, voando por aí, favor entrar em contato com o hospício. Pode deixar recado lá na portaria que eles sabem que é minha. O doutor falou pro Sr aproveitar e ficar por aqui também, a gente pode fazer uma criação de torneira aqui.

      Excluir
  4. Tal torneira, vai encontrar-se brevemente nas nuvens, despejando ÁGUA em tua cabeça feito cachoeira, para resfriar teu juízin minerin.

    Se tu puderes fechar: fecha.

    Se não puderes: troca o reparo meu caro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Sr e o doutor só podem estar com inveja que a minha torneira era melhor que a de vocês.
      Mas eu vou achar outra e em vez de criar na gaiola, vou plantar ela. Aí vai nascer uma árvore de torneiras e eu quero ver quem vai tomar minha torneira de novo. Se tomarem também, é só colher outra no pé de torneireira e pronto, uai.

      Excluir
  5. Acabaram de anunciar a detecção de metano em Marte, quem anda a soltar gases no planeta vermelho...micróbios ou processos geológicos? Eis a questão, acredito que a vida é praga em qualquer meio, por mais extremo que seja, planetas, luas, asteroides, nebulosas e até no vácuo gélido do espaco! Óbvio que quanto melhor as condições maior a complexidade dos organismos, sou otimista e espero que nessa década mesmo se constate isso, quanto à vida inteligente, só lembrando que a equação de Drake teve um aumento significativo nas suas variáveis ( N = R*.Fp.Ne.Fl.Fi.Fc.L) com as recentes descobertas de mais planetas e que as anãs vermelhas, mais abundantes, também possuem sistemas planetários... enfim, sou tão otimista quando o mestre Carl Sagan, deve existir bilhoes de civilizações neste vasto e magnífico universo, se não querem se comunicar com a gente, talvez seja porque não estamos prontos para esse contato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi esse anúncio. Particularmente, acho mais provável que esse metano encontrado em Marte deva ser de origem natural; vide os planetas gasosos onde o metano é um dos principais componente das suas atmosferas.
      Mas, sempre que um anúncio desses é feito, fica aquela ponta de esperança de que possa sim ser produto de alguma forma de vida.
      Mas é realmente difícil aceitar a ideia de que num Universo desse tamanho apenas a Terra abrigue vida. Apesar de não termos ainda provas, acredito que exista sim outras formas de vida - inclusive inteligente. Só não as encontramos ainda (nem fomos encontrados também) devido às distâncias fenomenaus.
      Mas também, como será o impacto quando fizermos contato com outra raça? Quais serão as consequências sociais, científicas, econômicas e etc? É difícil de imaginar.

      Excluir
    2. Eu já fiz, ainda que não visualmente, mesmo porque tenho elevadíssimo grau de miopia, e lesão nas duas retinas.

      Por isso que sou avançado CIENTIFICAMENTE.

      Excluir