Brasil contribui para recorde de aumento da temperatura global

brasil contribui para aumento da temperatura média global
O planeta está esquentando, e mês de abril de 2019 foi o segundo mais quente da história


Abril de 2019 foi o segundo mês de abril mais quente em todo o registro climático, que remonta a 1880, e considerando o período de janeiro a abril, tivemos o terceiro ano mais quente já registrado em toda a história conhecida. No Ártico, as calotas polares foram reduzidas a um recorde de baixa para o mês.



O Relatório do Clima Global da NOAA de abril de 2019 mostra que a temperatura média global em abril foi 0,9 graus Celsius acima da média do século XX que foi de 13,7 graus Celsius, tornando-se o segundo mês de abril mais quente dos últimos 140 anos de registros, ficando atrás apenas de abril de 2016. Além disso, o mês de abril de 2019 foi o 43º mês consecutivo de abril e o 412º mês consecutivo que tiveram temperaturas globais acima da média.




O período de janeiro a abril de 2019 teve uma temperatura média global 0,9ºC acima da média, que é de 12,7ºC. Considerando os quatro primeiros meses de 2019, tivemos o terceiro ano mais quente já registrado. As regiões responsáveis pelo aumento da temperatura média global foram principalmente o sudeste do Brasil, Austrália, Ásia Central, Oceanos Atlântico Sul e Índico Sudoeste, e nos mares de Barents, da China Oriental e da Tasmânia.

As calotas polares dos polos norte e sul encolheram de forma significativa, e o gelo médio do Mar Ártico esteve 8,4% abaixo da média registrada entre 1981 e 2010 - o menor nível já registrado para um mês de abril.

diminuição da extensão das calotas polares
Mapa mostra a extensão das calotas polares do Ártico (esquerda) e Antártida (direita).
A linha roxa mostra a extensão média.
Créditos: NOAA / NASA

Já no polo sul, na Antártida, a extensão de gelo ficou assustadores 16,6% abaixo da média - o terceiro mínimo registrado para um mês de abril.

Já as temperaturas mais frias tomaram conta do Canadá e da região central dos EUA entre janeiro e abril de 2019, em cerca de 2ºC abaixo da média.




O mês de março de 2019 foi também o segundo mês mais quente já registrado no mundo.


Imagens: (capa-divulgação) / NOAA / NASA
31/05/19


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

3 comentários:

  1. China + EUA 45% de emissóes de CO2, Brasil 1,5% eta manchete infeliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o valor é positivo e diferente de 0 então é verdade o que a matéria diz.

      Excluir
    2. Concordo plenamente.

      Excluir