Tempestade Solar promete arrancar parte da atmosfera superior de Vênus - e também vai atingir Mercúrio!

Tempestade Solar promete arrancar parte da atmosfera superior de Vênus - e também vai atingir Mercúrio!


Uma ejeção de massa coronal muito forte disparada pelo Sol hoje, 17 de junho, está indo na direção dos planetas Mercúrio e Vênus. O impacto duplo já tem início amanhã, 18 de junho, quando o material solar em alta velocidade chega em Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol.


Em seguida, no dia 19 de junho, é a vez de Vênus. O impacto deve atingir o planeta de tal forme que parte de sua atmosfera superior será arrastada pelo fluxo desse disparo do Sol.

Mercúrio e Vênus têm um tênue campo magnético, mas não por conta de um núcleo ativo que gera seu próprio campo protetor, como a Terra. Nesses dois planetas, o campo magnético é na verdade o resultado do vento solar ionizando a atmosfera superior, e produzindo um magnetismo que envolve todo o planeta de forma uniforme.

Para se ter uma ideia do quão fraco eles são, o campo magnético de Mercúrio tem apenas 1% do poder do campo magnético da Terra. No caso de Vênus, seu campo magnético representa apenas 5% do campo magnético do nosso planeta.

Sim eles são fracos, e por conta disso, os efeitos de uma tempestade solar por lá são bem fortes.

Partículas altamente carregadas devem atingir a superfície de Mercúrio, produzindo auroras de raios-x por todo o planeta. Já no caso de Vênus, uma parte de sua atmosfera superior deve ser arrancada durante esse evento.

Ficaremos de olho e vamos acompanhar isso "de camarote". A sonda Akatsuki da JAXA (Agência Espacial do Japão) deve coletar dados para termos uma ideia de quais serão os efeitos desse impacto.

Enquanto isso, a região ativa AR 3712 que está ganhando tamanho, número de manchas solares e complexidade em seu campo magnético, está perfeitamente apontada para a Terra. Hoje ela já produziu 3 explosões de radiação de classe M. Explosões intensas de classe X devem acontecer a qualquer momento.

Estamos de olho!



Imagens: (capa-ilustração) / divulgação
17/06/2024


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

Um comentário:

  1. Mercury and Venus have a dubious attractive field , yet not as a result of a functioning center that creates its own defensive field, similar to Earth. On these two planets, the attractive field is really the consequence of the sun powered breeze ionizing the upper environment, and delivering attraction that consistently encompasses the whole planet.

    ResponderExcluir