Sonda Philae encontra problemas, e missão histórica pode ter um final inesperado

O painel solar não está exposto ao Sol, e a primeira sonda a pousar em um cometa entra em estado de hibernação


A primeira nave espacial na história a pousar em um cometa está enfrentando alguns problemas de energia, e possivelmente está entrando em um sono profundo, longo e frio.

O pousador Philae da Agência Espacial Europeia (ESA) completou sua última transmissão no último sábado (15 de novembro) às 00h36 UTC, antes de entrar em um modo de hibernação devido ao esgotamento de suas baterias. O local programado para o pouso foi exatamente onde a sonda tocou no cometa pela primeira vez, porém ela "quicou" duas vezes antes de conseguir se firmar no solo do cometa, e com isso acabou ficando em uma região pouco privilegiada para receber raios solares, dificultando sua recarga diária.




Por sorte. a sonda conseguiu estudar a superfície do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko por 57 horas antes de hibernar. O que preocupa os cientistas é que há uma chance de que Philae não acorde mais. Seus painéis solares deveriam ficar expostos a luz solar por cerca de 12 horas, mas sua localização é de muita sombra, perto de um penhasco, e por isso ela só consegue ver o Sol por apenas 1 hora por dia.

comunicação sonda philae
Transmissões científicas enviadas pela sonda Philae no dia 14 de novembro de 2014. Créditos: ESA

"Tem sido um enorme sucesso, toda a equipe está muito contente", comenta o gerente do pousador Philae, Stephan Ulamec da Agência Aeroespacial Alemã. "Apesar da série de três quicadas não planejadas, todos nossos instrumentos funcionaram, e agora é hora de ver o que temos".

Todos os 10 instrumentos da sonda, incluindo uma broca para escavação, conseguiram felizmente realizar seus trabalhos durante a fase ativa da sonda, disseram funcionários da ESA.




O cometa 67P/C-G está viajando no espaço, fazendo uma rotação completa a cada 12,4 horas. Como o cometa está vindo em direção ao Sistema Solar interior, há uma chance de que Philae consiga acordar e continuar estudos ainda mais detalhados.

Na última sexta-feira, antes de Philae esgotar suas baterias, os cientistas da missão enviaram um comando para que a sonda levantasse cerca de 4 centímetros e girasse seu topo cerca de 35 graus, na esperança de mover seus painéis solares em uma posição mais favorável, o que não adiantou muito.

Mas a esperança é a última que morre! Como a nave-mãe Rosetta continua a orbitar o cometa, e é ela que faz a comunicação entre Philae - Terra, os cientistas estão de olho (e de ouvidos) em tudo que Rosetta envia à Terra, e quem sabe uma hora eles possam receber um "olá" do pousador Philae. De qualquer forma, Rosetta continuará a fotografar e estudar o cometa durante sua viagem.

Vamos torcer para que o improvável aconteça, e que uma hora ou outra possamos receber mais informações diretamente da superfície de um cometa. Mas é importante lembrar uma coisa: mesmo que Philae nunca mais acorde de seu sono profundo, a missão já pode ser considerada um sucesso, e as 57 horas de pesquisas feitas pela sonda, com certeza manterão os cientistas ocupados por muitos anos...



Fonte: Space / ESA / Universetoday / Rosetta / Philae
Imagens: ESA
17/11/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. esse pessoal pensam em tanta coisa mas esquecem de um simples recarga da bateria do pousador, é tão simples, vendo q a bateria esta acabando, um pouco antes era só movimentar o pousador para um local onde o Sol atingisse a superfície do cometa ¬¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. " Na última sexta-feira, antes de Philae esgotar suas baterias, os cientistas da missão enviaram um comando para que a sonda levantasse cerca de 4 centímetros e girasse seu topo cerca de 35 graus, na esperança de mover seus painéis solares em uma posição mais favorável, o que não adiantou muito. "

      Excluir
    2. O problema é que esse pousador não é um rover como o Curiosity, é uma sonda fixa, que realiza seus estudos através de um local predeterminado. O problema todo foram as tais quicadas que fizeram a sonda se fixar num lugar desfavorável.

      Excluir
  2. Fais melhor então antes de criticar o trabalho. Dos outros

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir