Buraco negro monstruoso é o maior e mais brilhante já descoberto!

o maior buraco negro do Universo
O maior buraco negro do Universo (pelo menos até onde se sabe) é cerca de 429 vezes mais brilhante do que o Sol


Astrônomos descobriram o maior e mais luminoso (!) buraco negro já visto no Universo. O objeto de dimensões descomunais é um monstro antigo, com massa de aproximadamente 12 bilhões de vezes a do Sol, da época em que o Universo tinha apenas 1 bilhão de anos.

O que os cientistas ainda não entendem é o fato dos buracos negros conseguirem crescer de forma tão brutal numa época em que o Universo era um recém-nascido. Como eles conseguiram tanta massa?

Apesar disso, grande parte dos mistérios desses gigantes cósmicos já foram desvendadas. Acredita-se, por exemplo, que os buracos negros supermassivos geralmente se encontram nos corações de grandes galáxias, e os maiores já encontrados até hoje têm cerca de 10 bilhões de vezes a massa do Sol. Em comparação, acredita-se que o buraco negro central da Via Láctea tenha cerca de 4 ou 5 milhões de vezes a massa do Sol, ou seja, apesar de ser um verdadeiro monstro engolidor, ele pode ser considerado um pequeno bebê se comparado com outros colossos do Universo.




Por conta de sua massa extremamente densa e esmagadora, nem mesmo a luz pode escapar de suas forças gravitacionais (daí o nome buraco negro), porém, muitas vezes eles são brilhantes. Isso acontece porque eles estão rodeados por gás e poeira em seu disco de acreção, e esses aquecem e emitem luz que rodam dentro dos buracos negros. Os astrônomos suspeitam que os quasares, que são os objetos mais brilhantes do Universo, contém buracos negros supermassivos que liberam quantidades extraordinárias de luz enquanto destroem as estrelas.

comparação de buracos negros
O quasar SDSS J010013.02 + 280.225,8 possui o maior buraco negro
supermassivo já visto em todo o Universo, e o mais luminoso, como
mostra nessa comparação. Créditos: 
Zhaoyu Li /
Shanghai Astronomical Observatory / Yunnan Observatories
Clique na imagem para ampliar

Até agora, os astrônomos descobriram 40 quasares, cada um com um buraco negro de cerca de 1 bilhão de vezes a massa do Sol, e acredita-se que eles se desenvolveram quando o Universo tinha apenas 1 bilhão de anos. Agora, os cientistas relatam a descoberta de um buraco negro supermassivo com massa equivalente a 12 bilhões de vezes a massa do Sol, a cerca de 12,8 bilhões de anos-luz da Terra, ou seja, quando o Universo tinha apenas cerca de 875 milhões de anos.




Esse buraco negro, conhecido como SDSS J010013.02 + 280.225,8, ou J0100 + 2802, não é apenas o quasar mais maciço já visto no Universo, mas também o mais luminoso. Ele é cerca de 429 trilhões de vezes mais brilhante do que o Sol.

Quando esse quasar emitiu essa luz que observamos hoje, o Universo tinha apenas 6% de sua idade atual, que é de 13,8 bilhões de anos. "Isto é bastante surpreendente porque apresenta sérios desafios para as teorias de crescimento dos buracos negros no início do Universo", disse o principal autor do estudo Xue-Bing Wu, um astrofísico da Universidade de Pequim.

A medida que a luz desse quasar viaja em direção à Terra, essa luz passa por gases intergaláticos, que por sua vez, dizem quais elementos compõem esse gás, e fornece informações sobre o processo de formação de estrelas que surgiram logo após o Big Bang.




Esse buraco negro supermassivo é o maior e mais luminoso de todos que já avistamos no Universo, e como um farol. ele pode nos guiar em nosso caminho de exploração visual do distante, escuro e intrigante cosmos.



Fonte: Nature / Space / Shangai Astronomical Observatory
Imagens: (capa-ilustração) / Shangai Astronomical Observatory / Zhaoyu Li / Yunnan Observatories
05/03/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 comentários:

  1. A imensidão do universo, nas faz pequenos, diante dos mistérios, que a ciência procura desvendar.

    ResponderExcluir
  2. este não pode ser o maior o universo e infinito deve haver um muito maior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vamos aceitar a teoria do universo infinito, sempre haverá um maior.

      Excluir
    2. não leu na descrição, que é o maior ATÉ ONDE SE SABE?

      Excluir
  3. Buracos negros não deixam de me fascinar!!! É realmente incrível o poder destes monstros do universo.

    ResponderExcluir
  4. Diz a teoria que se fossemos capazes de sobreviver a aproximação de um buraco negro; se ficássemos duas horas em órbita desse buraco negro (dependendo do tamanho), isso representaria 50 anos para um referencial na Terra. Ou seja, se depois de duas horas saíssemos da influência gravitacional desse corpo hiper massivo, a Terra e tudo o que há nela estaria 50 anos mais velhos, enquanto nós teríamos envelhecido apenas 2 horas.

    ResponderExcluir
  5. SE um buraco negro possui a propriedade de absorver, gravitacionalmente, a luz que se aproxima dele, como pode ele ser mais brilhante que o Sol? A equipe do site pode esclarecer isto, por favor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, um buraco negro é absolutamente negro, porém o brilho emitido não é do próprio buraco negro e sim da matéria circundante que está sendo absorvida por ele. Essa matéria brilhante é como se fosse uma casca que envolve o buraco negro.
      A única coisa que me causa estranheza na matéria é o fato desse super buraco negro ter a massa de 12 bilhões de Sóis e um brilho equivalente muito maior, que é de 429 trilhões de vezes a do Sol.

      Excluir
    2. Você é astrônomo? Professor? Há confiabilidade nesta tua resposta? É de qual fonte? Você me confundiu ainda mais...

      Excluir
    3. Essa explicação eu vi no vídeo Cosmos, apresentada por Neil Degrasse Tyson, pupilo de Carl Sagan.

      Excluir
  6. Se um buraco negro de uma massa solar tem 3 kms de diametro, quantos kms de diametro esse suposto buraco negro teria ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um mostro colossal de 36 bilhões de quilômetros de diâmetro. Difícil até pra imaginar as dimensões absurdas desse buraco negro.

      Excluir
  7. Está escrito errado no primeiro paragrafo da matéria. (429 vezes mais brilhante que o sol), faltou a palavra "trilhões".
    Corrijam isso.

    ResponderExcluir