Nossa galáxia pode já estar se misturando com a galáxia de Andrômeda

via láctea já está em colisão com a galáxia de andrômeda
Via Láctea e Andrômeda: suas "atmosferas" já estão em contato... 


A galáxia de Andrômeda, a galáxia espiral mais próxima da nossa Via Láctea, ostentando um halo (auréola de gás) quente que mede um milhão de anos-luz no espaço intergaláctico. Os cientistas chegaram nessa conclusão após análises de dados de quasares distantes, feitos pelo telescópio espacial Hubble.

"Halos são as atmosferas gasosas de galáxias. As propriedades destes halos gasosos controlam a taxa em que as estrelas se formam", disse Nicolas Lehner, da Universidade de Notre Dame, Ind, e principal autor do novo estudo publicado no The Astrophysical Journal.

Estima-se que o halo contenha metade da massa de todas as estrelas da própria galáxia, e é 1.000 vezes mais massivo do que as estimativas anteriores sugeriam. Acredita-se que os halos galáticos se formam ao mesmo tempo que suas galáxias hospedeiras, e a equipe de Lehner determinou que o grande halo de Andrômeda é enriquecido de elementos pesados, que foram criados em períodos de atividade intensa de supernovas (quando estrelas massivas ficam sem combustível e explodem) dentro do disco galático, e poderosos ventos estelares que sopraram esses gases junto com elementos pesados para o espaço intergaláctico. Acredita-se que quase metade de todos os elementos pesados gerados por supernovas em toda a vida da galáxia de Andrômeda, podem ser encontrados em sua grande auréola.




Curiosamente, se nossa galáxia também possui um halo comparável ao de Andrômeda, é possível que ambos os halos estejam em contato direto, misturando seus materiais galáticos. Ambas as galáxias estão atualmente em rota de colisão, e espera-se que essa fusão ocorra dentro de 4 bilhões de anos, quando o Sol estiver nos seus últimos dias.

A descoberta da imensa escala do halo de Andrômeda veio através de estudos de quasares distantes. Durante 5 anos, o Hubble acumulou uma riqueza de dados de quasares. Por ser escuro, o halo de Andrômeda só pôde ser detectado pelo escurecimento das emissões dos quasares. Como vários desses objetos foram estudados, um formato preliminar do grande halo de Andrômeda pôde ser desenhado, como mostra o diagrama abaixo:

galáxia de andrômeda e Via Láctea estão em contato
Diagrama mostra localização dos quasares e descoberta do grande halo da galáxia de Andrômeda.
Créditos: Hubble / NASA / ESA   /   Tradução e edição: Richard Cardial / Galeria do Meteorito

"Conforme a luz dos quasares viaja em direção ao telescópio Hubble, o gás do halo absorve um pouco dessa iluminação, que se torna um pouco mais opaca em pequenos comprimentos de onda", disse o co-investigador J. Christopher Howk, também de Notre Dame. "Ao medir a queda no brilho nesse intervalo, podemos determinar a quantidade de gás que existe entre M31 (galáxia de Andrômeda), a Via Láctea e o quasar.

Portanto, a curiosa revelação dos halos galáticos e de seus tamanhos incríveis, mostra que bem antes da fusão galática em si, Andrômeda e Via Láctea já estão entrando em contato indiretamente. É como se essa fusão já estivesse acontecendo!



Fonte: DNews / NASA / ESA
Imagens: (capa-galáxia de Andrômeda / NASA / JPL-Caltech) / Hubble / NASA / ESA / Galeria do Meteorito
19/05/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 comentários:

  1. O que vai acontecer quando essa galáxia colidir com a nossa ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Basicamente nada, devido ao espaço de anos-luz existente entre os corpos celestes.

      Excluir
    2. Como o espaço entre as estrelas são muito grandes, poucas estrelas efetivamente irão colidir, mas deve ter um show de luzes incrível. Pena q nao estaremos aqui para ver.

      Excluir
  2. O fato dessas galaxias estarem em rota de colisão significa que o universo não está mais em expansão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá David! Na verdade, segundo os cientistas, o Universo ainda está em expansão, porém, objetos próximos uns dos outros são atraídos por conta da gravidade exercida entre ambos, mas o universo em si está sim se expandindo.

      Abraços! E Samuel, sobre a sua pergunta, é basicamente o que Yao Ming disse: as distâncias entre as estrelas são tão grandes que provavelmente não haveriam colisões entre elas... e após bilhões de anos desse grande encontro galático, restará apenas uma grande galáxia, resultado da fusão das duas, o que os cientistas deram o nome de Andro-Láctea.

      Abraços, e obrigado pela participação pessoal!

      Excluir
  3. Não! Significa que todos os corpos no universo estão em movimento.

    ResponderExcluir
  4. Sejam bem-vindos andromedianos (ou seja lá qual for o nome de quem é de Andrômeda)

    ResponderExcluir
  5. cof cof cof gás do ha.... cof cof cof cof halo?? cof cof cof cof tem cert... cof cof certeza? cof mas que.... cof cof tanta pressa para esta galáxia se chocar de uma vez com a nossa!!! Será que isso não é agitação em excesso de imprensas internacionais? Como pode um halo de gás ser assim tão grande? É só uma poeira pueril. E daqui a 4 bilhões de anos o Brasil finalmente irá pagar sua dívida externa e a corrupção em Brasília será resolvida. Ahhh... e os androlacteanos não farão mais guerra.

    ResponderExcluir
  6. pergunta e os buracos negros no centros das duas e as estrelas muito próximas em seu interior que estão aglutinadas em ambas? não vão se chocar? 2 buracos negros se colidindo como pode não resultar em nada, claro e evidente que no centro de ambas as galáxias vaia ver um turbilhão de eventos cataclísmicos... como estamos na borda ha mais espaço não haverá muita coisa mas será mesmo? acho que mesmo havendo imenso espaço outras estrelas vão se aproximar a nosso céu noturno com certeza não será o mesmo veremos grandes bolas incandescentes de várias cores de acordo com a luminosidade e tamanho de cada estrela.

    ResponderExcluir
  7. Por favor..vamos falar a verdade!! Pode e vai acontecer muitos desastres..ou vamos ser mandados para longe do sol fora da galaxia ou vamos colidir com planetas,cometas e bilhoes de outros corpos celestes de andromeda ou vamos ser jogados no interior do Sol..mesma coisa q voce estar na rodovia e ver bilhoes de carros virem em sua direcao a milhares de km por segundo..so por porque e de quatro vias nao significa que nao irao colidir pelo contrario e fato que muita coisa ruim vai ocorrer..mas ja estaremos mortos ate la e quem sabe nos proximos anos pois a qualquer segundo pode ocorrer um impacto mortal dw cometa ou asteroide..ou um jato de uma estrela super massiva que explodiu direto para a Terra..vamos falar a verdade nao ficar de mentiras absurdas..fora o welestonne se explodir ja era a terra ..e esta atrasado 600 mil anos ...mas ja esta cada mes que passa mais ativo...da ultima vez acabou com a vida na terra por encobrir os raios solares or seculos ...o fim esta proximo muito proximo..
    Agora o ser humano e tao mediocre que acha que vai dar conta de tudo isso kkkk
    E so esperar para ver

    ResponderExcluir
  8. Caros , as mudanças das influências de andrômeda e outros atos no universo é o que mantem variados fenômenos na natureza da via láctea e na própria terra, este são de escalas miniiiiiiiimas, quase imperceptíveis, inevitáveis , pois tudo e as ações da natureza cósmica sob a natureza planetária! nenhuma novidade nos efeitos dos astros, galaxias, Buraco Escuro... Tudo está certo. a diferença que desta vez estamos conscientes do realmente se trata.

    ResponderExcluir
  9. Duas galáxias enormes como essas e tendo esse número absurdo de estrelas, é mais provável que aconteça inúmeras colisões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade, a nossa galáxia e a de andrômeda comparada as outras não são enormes.(desculpe se Pareci sem educação, foi uma crítica construtiva)

      Excluir
  10. Uma coisa que roda em minha cabeça, como o universo pode ser infinito se ele está em expansão? Pode algo infinito crescer? Se ele se expande é porque tem um limite. Estou errado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo o que eu sei, têm-se duas teorias. Ou o universo vai expandir infinitamente e toda a atividade de estrelas em um momento cesse, acabando em um espaço completamente escuro, Ou essa expansão pare e a força gravitacional force o universo a se contrair novamente, conhecido como Big Crunch. Não sem tem certeza de nada, uma vez que para se comprovar qualquer teoria relacionada a isso é preciso calcular a densidade do universo, compará-la com a aceleração de expansão, aí já nos deparamos com 'matéria escura' e incógnitas que a ciência ainda não sabe. Pra mim não é infinito, é como um balão inflando.

      Excluir
  11. Na minha opinião caso essa galáxia colida com a nossa o maior problema será alteração gravitacional gerada por estrelas maiores q a nossa isso pode gera uma grande revira volta em nossa galáxia.....isso é um de muitos outros problema q pode acontecer quando realmente ambos se misturar.....

    ResponderExcluir
  12. Na minha opinião caso essa galáxia colida com a nossa o maior problema será alteração gravitacional gerada por estrelas maiores q a nossa isso pode gera uma grande revira volta em nossa galáxia.....isso é um de muitos outros problema q pode acontecer quando realmente ambos se misturar.....

    ResponderExcluir