15 incríveis curiosidades sobre Éris, o intrigante planeta anão do Sistema Solar

curiosidades sobre planeta anão eris
Pra começar, Eris foi responsável por uma grande remodelação nos parâmetros astronômicos...



Eris, (ou Éris em português) era considerado o maior planeta anão do Sistema Solar, e o nono a orbitar o Sol. Agora já se sabe que coincidentemente Éris tem o tamanho aproximado de Plutão. Algumas vezes era chamado de "o 10° planeta", porém, astrônomos mais tradicionais não gostaram da ideia... e por isso foi criada uma nova categoria: os planetas-anões.

Localizado além da órbita de Plutão, Éris é tanto um planeta anão quanto um Objeto Trans-Netuniano (que se refere a qualquer corpo que orbite o Sol a uma distância maior do que Netuno, ou seja, 30 UA). A descoberta de Éris foi importantíssima, pois foi através dele que os astrônomos revisaram e entenderam a verdadeira definição de planeta.

Eris - planeta anão - curiosidades
Ilustração artística do distante planeta anão Éris e sua superfície brilhante.
Créditos: ESO

Além disso, para os amantes de teorias da conspiração, Éris é visto como um planeta chave para a destruição da vida na Terra, e muitas vezes é chamado de Planeta X, ou Nibiru. Sabemos que tais afirmações não possuem fundamentos comprobatórios, e por isso decidimos fazer essa matéria especial sobre Éris, e mostrar alguns detalhes super interessantes sobre um dos planetas mais longínquos do Sistema Solar...

  • Éris foi visto pela primeira vez em 2003, através do Observatório Palomar, nos EUA, mas somente em 2005 a descoberta foi confirmada;
  • A designação oficial de Éris é 136199 Eris;
  • Na época de sua descoberta, Éris estava sendo chamado de 10° planeta, pois ainda não haviam criado a designação "planeta anão", porém, foi Éris que forçou  a nova definição da União Astronômica Internacional;
  • Quando criaram a nova categoria "planeta anão", Éris foi o primeiro a ser incluso, e Plutão perdeu seu status de planeta, pois assim como todos os planetas anões, Plutão não tem força gravitacional suficiente para limpar sua órbita. Em seguida, outros corpos celestes como Haumea, Ceres e Makemake foram inclusos na nova categoria;
  • O nome Éris vem da deusa grega da luta e da discórdia;

  • Antes do nome Eris, oficializado no dia 13 de setembro de 2006, ele era chamado de Xena, que era o nome dado pela equipe responsável pela sua descoberta. Um dos motivos seria porque começa com a letra X, uma refrência a Percival Lowell, pesquisador que busca evidências de um certo "Planeta X";
  • O tamanho do planeta anão Éris foi tema de debates por muito tempo, e anteriormente, as evidências observacionais apontam para 2.250 km de diâmetro, enquanto outras observações diziam que ele tinha algo em torno de 2.550 km. Recentemente,seu tamanho foi calculado com uma margem de erro de apenas 12 km, e segundo os astrônomos, Éris tem 2.326 km de diâmetro, o que confirma a ideia de que seu tamanho seja praticamente o mesmo que o de Plutão;
comparação de tamanhos dos planetas anões
Comparação de tamanhos entre os planetas anões e objetos trans-netunianos.
Créditos: divulgação
  • Eris quase ganhou  o nome de Lila, uma inspiração da mitologia Hindu, que iz que o cosmos foi resultado de um jogo de Brahma, além de ser similar a Lilah, nome da filha de Mike Brown, lider da equipe responsável por sua descoberta;
  • Desde que o Brasil foi descoberto, Éris ainda não completou uma volta ao redor do Sol. Seu período de translação é de 558 anos terrestres;

  • Durante seu afélio (momento mais distante do Sol), Eris chega a 97.6 UA do Astro Rei, enquanto que durante seu periélio (momento mais próximo do Sol), ele chega a 37.9 UA, o que denota uma órbita altamente excêntrica;
Órbita de Eris e Plutão
Órbita de Éris comparada a orbita dos planetas do Sistema Solar exterior.
Créditos: Galeria do Meteorito
  • Eris tem um satélite natural, chamado Dysnomia (ou Disnomia em português), que é justamente o nome da filha de Eris, a deusa da mitologia grega. Dysnomia foi observada pela primeira vez no dia 10 de setembro de 2005, poucos meses após a descoberta oficial de Eris;
  • Eris e sua lua Dysnomia são os corpos mais distantes do Sistema Solar, sem contar com cometas de longo período;

  • Apesar de pequeno e extremamente distante, Éris é muito brilhante, e pode ser visto com pequenos telescópios;
  • Modelos computacionais feitos através do calor liberado por Eris, sugerem que o planeta anão tenha um oceano de água líquida em seu interior, o que poderia ser suficiente para sustentar algum tipo de vida. Essa descoberta é brasileira, e o estudo foi liderado por Hauke Hussmann e seus colegas do Instituto de Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), da Universidade de São Paulo;
Eris e Dysnomia
Eris e seu satélite natural, Dysnomia. Imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble
Créditos: NASA / ESA / Hubble
  • Ainda no Brasil (no IAG), pesquisas feitas através do infravermelho revelaram a presença de gelo de metano em Eris, o que é similar a Plutão e a lua de Netuno, Tritão;
  • A temperatura estimada na superfície de Éris não ultrapassa os -238°C, sendo que na parte não iluminada pelo Sol, a temperatura é ainda mais baixa. 



Fonte: UniverseToday / NASA / JPL-Caltech
Imagens: (capa-ilustração / NASA) / NASA JPL-Caltech / ESO / ESA / Hubble
03/06/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 comentários:

  1. Uma décima sexta curiosidade: O diâmetro dos planetas transnetunianos ou planetas-anões são, geralmente próximos da média de 70% do diâmetro da Lua. Todos eles são pouco menores que a nossa rainha noturna e pouco maiores que os objetos do cinturão Marte-Júpiter. A maior parte são do mesmo tamanho das luas médias dos gigantes gasosos. E o que nossos astrônomos detectaram até agora é menos que 0,5% do total destes corpos. Plutão foi o primeiro a ser descoberto e, inevitavelmente, o mais popular.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. menos que 0,5% da quantidade de luas do sistema solar? meu deus. .. então haveria mais de 1000 luas em todo o sistema?
    caramba hein? ! :o

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. no texto fala que Eris tem o tamanho semelhante a Plutão,mas , na foto postada é bem menor, qual informação é a correta?

    ResponderExcluir
  6. Eris tem o tamanho semelhante ao de Plutão, inclusive na foto João Ferraz. Veja novamente. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ops falha minha kkk vi aquela pequena lua e pensei que fosse Eris, abraços !

      Excluir
  7. eu me intrigo é com a orbita dele, , se a gente faz o perfil da sua orbita, o espaço tempo ou seja o lençol no perielio fica muito afundado em relação aos perielios dos outros planetas ´e estranho tente compara-los o perfil da sua orbita que vcs perceberal. sera que neste ponto ele rasgara o espaço tempo pois somente a 540... e poucos anos saberemos. sua declividade a ecliptica é aproximadamente 45 graus por isso que eu questiono o espaço tempo dele e assim questiono o espaço tempo de einsteins

    ResponderExcluir
  8. E muito empolgante pensar assim ! Plutão foi so o primeiro de centenas de mini mundos ainda a serem descobertos e estudados do sistema solar ! Imagina quantos deles podem ter as caracteristicas das Luas Europa ou Encelados !?
    Não sei pq tem gente que diz que plutão foi rebaixado ! só foi reclassificado !
    como li em uma reportagem da BBC
    "Houve quem lamentasse a demoção, mas a nova classificação foi resultado de um entendimento mais profundo do Sistema Solar Exterior. Em vez de um mundo isolado e na periferia, Plutão passou a ser considerado como o começo de algo novo: um exemplar de uma possível coleção de novos mundos."

    ResponderExcluir