Veja a beleza da Terra e do espaço no mais novo vídeo em timelapse da ISS

Vídeo timelapse da Terra vista do espaço
Como seria dar algumas voltas na Terra dentro da Estação Espacial Internacional?



A Lua que nasce, as auroras que brilham em um balé fantástico e o nosso planeta Terra que transborda vida e beleza: essas são as maravilhas que podemos observar nesse vídeo em timelapse, feito a partir de imagens tiradas por astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). O vídeo intitulado "Orbit 3" foi criado por Phil Selmes, usando filmagens capturadas durante as expedições 42 e 43, de janeiro a maio de 2015.


"Eu não tinha planejado fazer outro vídeo em timelapse da ISS, mas fiquei impressionado com alguma das filmagens recentes", disse Phil. "Acho que o grande diferencial desse vídeo é que ele nos dá outros pontos de vista diferentes daqueles que já foram vistos em outros vídeos parecidos. Um exemplo disso são as vistas de dentro da ISS, através das pequenas janelas laterais".




Este já é o quarto vídeo em timelapse da ISS produzido por Phil Selmes. Phil confessou que ele ainda fica com um nó na garganta cada vez que observa o nosso incrível planeta Terra enquanto ele o orbita no espaço. O mais emocionante é que, apesar de não estarmos lá, conseguimos ter uma experiência e tanto... é simplesmente fascinante!




Fonte: Universetoday / Phil Selmes
Créditos: Phil Selmes
02/07/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Sem palavras para descrever este momento tão incrível!! Queria poder passar pelo menos um dia lá na ISS para ter esta belíssima visão!!

    ResponderExcluir
  2. Seria maravilhoso estar lá, para ver nossa casa

    ResponderExcluir
  3. e ainda tem gente que diz que Deus nao existe.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ainda tem gente que diz que ele existe ;)

      Excluir
  4. Incrível. Triste mesmo é ver gente negando isso por aí, desvalorizando esse trabalho magnífico que é a astronomia.

    ResponderExcluir