Sonda que visitou Plutão ganha novo destino nos confins do Sistema Solar

sonda new horizons ganha novo destino
Depois de conhecer Plutão, New Horizons desvendará os segredos do Cinturão de Kuiper...



Após visitar Plutão, em julho de 2015, a sonda New Horizons já ganhou um novo destino. A NASA escolheu um potencial objeto localizado no Cinturão de Kuiper (KBO), que é uma região repleta de corpos menores que se estende desde a órbita de Netuno (30 UA do Sol) até cerca de 50 UA do Sol (1 Unidade Astronômica é igual a distância média entre a Terra e o Sol). E o objeto escolhido para ser visitado pela sonda é conhecido como 2014 MU69,  que encontra-se a quase 1.6 bilhão de km além de Plutão.

Este Objeto do Cinturão de Kuiper (KBO) foi um dos dois potenciais destinos recomendados pela equipe da missão New Horizons. Embora a NASA já tenha selecionado o objeto 2014 MU69 (apelidado de PT1 ou Alvo Potencial 1), haverá um processo natural de revisão para que esse próximo passo da missão se torne oficial.




"Mesmo com a nave espacial New Horizons se distanciando de Plutão, e enviando dados de seu encontro, já estamos olhando para o próximo destino desse grande explorador", disse John Grunsfeld, astronauta e chefe da Missão de Direcionamento de Missões Espaciais da NASA.

Sonda New Horizons vai conhecer objeto do Cinturão de Kuiper
Impressão artística da sonda New Horizons encontrando-se com um planetóide do Cinturão de Kuiper.
Créditos: NASA / JHUAPL / SwRI / Alex Parker

Assim como em outras missões espaciais, a New Horizons pode fazer grandes descobertas e pesquisas importantes mesmo após o término de sua missão principal. Essa proposta será avaliada por uma equipe independente de especialistas.

Se tudo correr como previsto, a nave espacial new Horizons deverá começar suas manobras em direção ao seu novo alvo ainda em 2015. Ela deverá realizar uma série de quatro manobras no final de outubro e início de novembro para definir seu curso rumo a 2014 MU69. Qualquer atraso pode resultar em perda de combustível e até mesmo arriscar a missão.




"2014 MU69 é uma ótima escolha, porque é exatamente o tipo de objeto antigo do Cinturão de Kuiper que desejamos conhecer", disse Alan Stern, investigador principal da missão. "A New Horizons foi originalmente projetada para ir além do sistema de Plutão, e explorar objetos do Cinturão de Kuiper. A nave espacial transporta combustível hidrazina extra para um sobrevoo como esse; seu sistema de comunicação é projetado para trabalhar muito além de Plutão; o sistema de energia é projetado para operar por mais anos; e os seus instrumentos científicos foram projetados para operar em níveis de luz muito inferior ao que vai experimentar durante o sobrevoo em 2014 MU69. "

trajetória da sonda New Horizons antes e depois de Plutão
Ilustração mostra a trajetória da sonda New Horizons desde que saiu da Terra até chegar em Plutão, e seu caminho até
chegar no objeto do Cinturão de Kuiper chamado 2014 MU69.
Créditos: NASA / JHUAPL / SwRI / Alex Parker

Mas encontrar um alvo adequado além de Plutão não foi uma tarefa fácil. As pesquisas começaram em 2011 com alguns dos maiores telescópios terrestres, e várias dezenas de KBOs foram detectados, mas nenhum estava ao alcance da New Horizons. Porém o Telescópio espacial Hubble conseguiu salvar essa missão-extra, e encontrou dois objetos que poderiam ser alcançados com o combustível restante.




Os cientistas estimam que o objeto 2014 MU69 tem aproximadamente 45 quilômetros, sendo 10 vezes maior e 1.000 vezes mais massivo do que os cometas típicos. Acredita-se que objetos como esse fazem parte dos blocos de construção de planetas e asteroides. Por conta de sua grande distância do Sol, conhecer esse corpo do Cinturão De Kuiper será como voltar no tempo, a cerca de 4,6 bilhões de anos atrás.

A nave espacial New Horizons está em bom funcionamento, e continua enviando dados sobre seu encontro épico com o planeta anão Plutão, que ocorreu em julho de 2015, e o voo rasante que a sonda deverá fazer no objeto 2014 MU69 poderá revolucionar a nossa compreensão do distante e misterioso Cinturão de Kuiper.



Fonte: NASA
Imagens: (capa-ilustração/NASA) / NASA / JHUAPL / SwRI / Alex Parker
04/09/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Não entendi direito... O que há de tão especial neste objeto 2014MU 69? Por quê ele aparenta ser mais importante que Plutão? É um núcleo de super cometa? Um planetesimal?

    ResponderExcluir
  2. Quanto tempo demora para esse novo encontro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Simples. Use o MRU: Divida 1 600 000 000 km por 70 km/s e não se esqueça de converter segundos para dias, sendo 1 dia = 86400s. Abraço plutoniano.

      Excluir
  3. quem tirou a foto do da sonda ao lado do corpo celeste

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc está se referindo ali em cima, aquilo ñ é 1 foto e sim apenas 1 representação artística, ou seja, 1 desenho pra servir como exemplo....

      Excluir
  4. Você sabe o que significa ''impressão artística?"

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir