2 cometas estão prestes a fazer a maior aproximação com a Terra dos últimos 246 anos

cometas fazem maior aproximação com a Terra em março de 2016
Nos dias 21 e 22 de março, dois cometas farão máxima aproximação com o nosso planeta!



Para presenciar um cometa mais próximo da Terra do que esses dos dias 21 e 22 de março, teríamos que voltar no tempo, mais exatamente a 246 anos atrás.

O cometa  P/2016 BA14 (PanSTARRS) faz seu encontro mais próximo com a Terra no dia 22 de março de 2016, passando a cerca de 9 vezes a distância da Lua (cerca de 3.4 milhões de km), por volta das 16:00 UTC. Quando isso acontecer, ele será o segundo cometa que mais se aproximou da Terra de acordo com dados históricos.

O outro cometa que também faz sua máxima aproximação com a Terra é o 252P/LINEAR, que inclusive tem a órbita quase idêntica ao PanSTARRS. 252P/ LINEAR chegará a 5.3 milhões de quilômetros da Terra (14 distâncias lunares) no dia 21 de março de 2016, apenas um dia antes de seu companheiro.

máxima aproximação de cometas em março de 2016
Órbita dos cometas que farão máxima aproximação com a Terra em 21 e 22 de março de 2016.
Créditos: NEO / JPL / NASA


Será possível observar os cometas de 21 e 22 de março a olho nu?

O cometa P/2016 BA14 percorre a constelação de Cão Maior e ruma em direção a constelação da Ursa Maior, mas precisamos de um telescópio para avistá-lo, pois sua magnitude aparente será de aproximadamente +12.

trajetoria do cometa panstarrs - março de 2016
Trajetória do cometa PanSTARRS (P/2016 BA14) durante sua aproximação com a Terra.
Créditos: STELLARIUM         Edição: Richard Cardial
Clique na imagem para ampliar

O cometa 252P/LINEAR está rumando em direção ao céu do hemisfério norte. Ele passará pela cauda da constelação de Escorpião atingindo a 6ª magnitude, e pode ser visto com pequenos telescópios, binóculos ou fotografias feitas com alguns segundos de exposição.

trajetoria do cometa 252P-LINEAR no céu
Carta Celeste do cometa 252P/LINEAR desde o fim de 2015 até junho de 2016.
O Cometa estará na região sul do céu durante sua máxima aproximação.
Créditos: Aerith Comet Catalog
Clique na imagem para ampliar





Transmissão ao vivo - 2 cometas próximos da Terra em 21 e 22 de março de 2016

Para que todos tenham a chance de observar os cometas próximos da Terra, teremos 2 transmissões ao vivo, que acontecem nos dias 21 e 22 de março, às 18h00 pelo horário de Brasília (21:00 UTC), uma cortesia do projeto Virtual Telescope.

As transmissões estarão disponíveis aqui mesmo em nosso site, e mostrarão imagens dos cometas em tempo real feitas a partir de telescópios. Para não perder essa observação ao vivo, clique aqui para ir até a página do evento. Confirme sua presença e seja notificado quando estiverem próximos. Será inesquecível!

transmissão ao vivo - cometas - março 2016


Os cometas podem colidir com a Terra nos dias 21 e 22 de março?

Diferente dos asteroides, que passam muito mais próximos da Terra com uma regularidade muito grande, os cometas são mais tímidos e raramente passam na cercania do nosso planeta. Como mencionamos acima, os dois cometas passarão a uma distância segura, a milhões de km mais distante do que a própria Lua, ou seja, não há qualquer risco de colisão com o nosso planeta.





Dois cometas passando por aqui ao mesmo tempo - qual a relação entre os dois?

O cometa 252P/LINEAR já era conhecido pelos astrônomos, pois foi descoberto em 2000. Só em janeiro de 2016 que o cometa P/2016 BA14 foi descoberto. Inicialmente ele ganhou designação de asteroide, mas o astrônomo russo Denis Denisenko percebeu que o cometa LINEAR e o "novo asteroide" tinham órbitas muito parecidas. Sabendo disso, os astrônomos Michael Kelley e Matthew Knight observaram os dois cometas com mais atenção, e perceberam que, além de terem a órbita muito parecida, eles levam quase o mesmo tempo para completar uma volta ao redor do Sol: 5.2 e 5.3 anos, respectivamente. O cenário mais provável, de acordo com os astrônomos, é que um grande pedaço do cometa 252P/LINEAR se desprendeu, dando origem ao novo cometa P/2016 BA14. Ambos cometas são periódicos, ou seja, realizam órbitas repetidas e "estáveis" ao redor do Sol.





O cometa mais próximo da Terra em toda a história

O Cometa de Lexell é o grande detentor do recorde. Ele passou a apenas 2.2 milhões de quilômetros do nosso planeta em 1° de julho de 1770. Apesar de ter sido descoberto por Charles Messier, ele se tornou popular pelo nome de Lexell após o astrônomo e matemático Anders Johan Lexell calcular sua órbita. Messier descreveu a coma do cometa sendo quatro vezes maior do que a Lua Cheia, com magnitude aparente de +2. Imagine a linda visão que eles tiveram naquela época!



Fonte: NEO / NASA / JPL / Aerith Comet Catalog
Imagens: (capa-ilustração/Galeria do Meteorito) / NEO / JPL / NASA / STELLARIUM / Richard Cardial / Aerith Comet Catalog
17/03/16


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 comentários:

  1. ESSA EU QUERO VER DE CAMAROTE, VOU ESTREAR MINHA LUNETA NOVINHA \O/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lunetaópt instrumento cilíndrico, munido de uma ou duas lentes, que serve para auxiliar a vista ou aumentar objetos a grande distância; óculo

      Excluir
  2. Respostas
    1. Exatamente!!! Levando em conta o preço dos telescópios amadores e de cams fotográficas, além do Universo também estar em crise, pois ele tá diminuindo até os cometas devido à tarifa das viagens interurbanas e a CPMF nelas embutida, parece mesmo fim dos tempos. Fazem uma pantumina por dois pedacinhos de gelo que passarão 6 X a distância da Terra a Lua!!!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Ontem de noite vi algo que pensei q era um cometa um vim pesquisar e não é pegadinha de 1 de abril.

    ResponderExcluir
  5. Ontem de noite vi algo que pensei q era um cometa um vim pesquisar e não é pegadinha de 1 de abril.

    ResponderExcluir