Esse é o exoplaneta 'mais excêntrico' que você vai conhecer

exoplaneta com órbita mais alongada que se conhece
Ele parece um cometa, mas tem o tamanho de Júpiter



Os astrônomos revelaram qual é o planeta "mais excêntrico" já visto no Universo. O exoplaneta chamado HD 20782b, está localizado a cerca de 117 anos-luz de distância e foi descoberto em 2006. Porém, um novo estudo lançado na revista The Astrophysical Journal, sugere que ele é mais extraordinário do que se pensava.

O planeta tem a aparência semelhante a de um cometa, e orbita sua estrela mãe como tal, segundo o Dr. Stephen Kane, astrônomo da Universidade Estadual de São Francisco, e principal autor do estudo.




"A maioria dos planetas, incluindo aqueles do nosso próprio Sistema Solar, têm órbitas circulares em torno de sua estrela", comenta Dr. Stephen. Mas o planeta HD 20782b tem uma órbita altamente alongada de 597 dias, e durante seu máximo encontro com sua estrela, ele quase encosta nela!

Exoplaneta HD 20782b - orbita
Órbita do exoplaneta HD 20782b comparada
com as órbitas dos planetas rochosos do Sistema Solar.
Créditos: Richard Cardial
"Este planeta é aproximadamente do mesmo tamanho de Júpiter, mas tem uma órbita como uma elipse, muito semelhante ao que vemos em cometas. Isso significa que o planeta passa a maior parte de seu tempo longe da estrela, mas quando se aproxima, quase toca sua superfície", disse Stephen.

Os pesquisadores não sabem como e porquê o exoplaneta tem essa órbita tão bizarra. Poderia ser algum tipo de interação gravitacional com outro planeta, ou algum outro corpo celeste. Sua órbita altamente elíptica surpreendeu a todos.

"A ideia de que um planeta gigante poderia existir nessas condições extremas é difícil de imaginar", disse Stephen. "Meus colaboradores e eu estudamos o objeto por muito tempo para descobrir se a situação é tão extrema quanto parecia."

O Dr. Stephen e seus colegas notaram flashes de luz que ascendiam a atmosfera do planeta enquanto ele orbitava sua estrela, então eles usaram um telescópio espacial para coletar esses dados de luz, cronometrando os flashes com suas observações. Ao detectar as alterações de brilho, eles puderam medir a distância do planeta da sua estrela, bem como a forma de sua órbita.




"O que descobrimos é que trata-se da órbita mais excêntrica já encontrada. Além disso, o planeta tem rápidos piscares de luz quando faz a máxima aproximação com sua estrela", disse Stephen. "é um objeto fascinante!"

Ilustração de exoplaneta próximo de sua estrela
Ilustração artística. Créditos: NASA

Agora, os pesquisadores esperam continuar suas observações para entender melhor sobre a interação do planeta HD 20782b com sua estrela durante a máxima aproximação.




"Quando vemos um planeta como este, em uma órbita tão excêntrica, pode ser difícil tentar explicar como isso aconteceu", disse Stephen. "Vamos entender como o planeta se aquece e se esfria, e descobrir se este processo está destruindo sua atmosfera. Encontrar mais planetas como o HD 20782b nos dará as respostas para essas perguntas."

Além disso, entender como funcionam os exoplanetas, e descobrir como ocorrem suas evoluções, pode nos ajudar em questões sobre o nosso próprio planeta, e quem sabe, entender melhor como será seu futuro.



Fonte: HuffPost
Imagens: (capa-ilustração/NASA) / Richard Cardial / NASA
07/04/16


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 comentários:

  1. qual a localização desse exoplaneta? é muito interessante a sua órbita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse planeta está localizado na constelação de Fornax a 117 anos luz de distância.

      Excluir
    2. Isso mesmo Light Soul. Muito obrigado pela contribuição! Um grande abraço!

      Excluir
  2. tem uma matéria na revista galileu que diz que um astrônomo brasileiro descobriu uma estrela com 99% de oxigênio. faz uma matéria ai explicando pra gente por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos pesquisar sobre o assunto. Obrigado pela sugestão Mario Farias! Abraços!

      Excluir
    2. Na verdade, eles se referem a essa porcentagem relacionando apenas com a superfície da estrela. De todo o modo é algo surpreendente e talvez inédito nas descobertas da astronomia.

      Excluir
  3. Amo quando postam sobre exoplanetas !! Fiquei surpresa com esse ! Uma pena que não podemos ter fotos deles ainda... O Universo e seus mistérios...

    ResponderExcluir