Um asteroide passou raspando em nosso planeta, mas só foi descoberto algumas horas antes...

asteroide passa raspando algumas horas após ser descoberto
Em grande parte das vezes, contamos apenas com a sorte...

Um asteroide do tamanho de uma caminhonete passou praticamente raspando na Terra no dia 30 de janeiro, apenas algumas horas após ser descoberto pelos cientistas.

O asteroide próximo da Terra, agora conhecido como 2017 BH30, passou a apenas 51.820 quilômetros do nosso planeta, ou seja, cerca de 13% a distância entre a Terra e a Lua. A máxima aproximação ocorreu às 04:59 pelo horário internacional (02:59 pelo horário de Brasília), de acordo com astrônomos do Minor Planet Center, em Cambridge, EUA.




O objeto 2017 BH30 tem cerca de 5,8 metros de largura, disseram os cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. As rochas espaciais deste tamanho não representam uma ameaça considerável para a Terra ou seus habitantes, disseram os pesquisadores.


Para termos uma ideia melhor do que representa um asteroide de pequeno porte, o objeto que explodiu sobre a cidade russa de Chelyabinsk, em fevereiro de 2013, ferindo mais de 1.000 pessoas, foi estimado em cerca de 20 metros de largura. De acordo com os pesquisadores, um asteroide precisa ter pelo menos 1 km de diâmetro para causar destruição em escala global, ou seja, o objeto 2017 BH30 está longe de representar uma ameaça global, mas sua descoberta feita apenas algumas horas antes de sua máxima aproximação com a Terra nos mostra o quanto somos (e estamos) suscetíveis a visitas "inesperadas" de rochas espaciais...




O objeto 2017 BH30 foi descoberto no dia 29 de janeiro por cientistas do Catalina Sky Survey, no Arizona, EUA. De acordo com os cálculos de sua trajetória, o asteroide leva cerca de 3,8 anos terrestres para completar uma volta ao redor do Sol, viajando ao longo de uma órbita muito mais elíptica do que a da Terra. Essa rocha espacial chega a 0,81 UA do Sol, e se distancia a 3,84 UA, de acordo com o Minor Planet Center. [1 Unidade Astronômica equivale a distância média entre a Terra e o Sol]




ATUALIZAÇÃO - 02/02/17 às 12:45


Mais um!

Um outro asteroide descoberto no dia 30 de janeiro irá fazer sua máxima aproximação com a Terra. Denominado 2017 BS32, essa rocha espacial foi descoberta apenas há alguns dias, utilizando o observatório Pan-STARRS.

A máxima aproximação do asteroide 2017 BS32 deve acontecer hoje, dia 02 de fevereiro, às 20:23 pelo horário internacional (18:23 pelo horário de Brasília), quando ele passará mais próximo do que a Lua (0.4 distâncias lunares). E você poderá ter a oportunidade de observá-lo através de telescópios, graças ao nosso parceiro Observatório Slooh:


Transmissão ao vivo - Asteroide 2017 BS32

Utilizando grandes telescópios instalados em regiões remotas e operados via internet, nosso parceiro fará uma tentativa de observar ao vivo o asteroide 2017 BS32, e você poderá acompanhar tudo em tempo real, aqui em nosso site.

A transmissão ao vivo terá início no dia de hoje, 02 de fevereiro, às 18:00 pelo horário de verão brasileiro (20:00 pelo horário internacional). Não percam! Curtam nossa página no Facebook para ficar por dentro de tudo que acontece no céu e no espaço!



A transmissão ao vivo terá narração em inglês. Conheça também o site oficial do Observatório Slooh.

Até agora os astrônomos descobriram mais de 15.000 asteroides próximos da Terra, mas o catálogo está longe de estar completo. Acredita-se que ainda existam milhões de rochas espaciais nas cercanias do nosso planeta, e que nunca foram descobertas...







Imagens: (capa-Small Body Database) / Small Body Database / JPL / NASA
02/02/17


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Respostas
    1. A transmissão ao vivo teve início às 18h00 BRST, como informado na matéria. Sua duração foi de 30 minutos, e ocorreu com sucesso! Abraços!

      Excluir