Emirados Árabes Unidos prometem colonizar Marte com 600 mil habitantes em até 100 anos

Emirados Árabes Unidos - colônia em Marte
Será que "chegar em Marte" virou a nova "corrida espacial"?

O Vice-Presidente, Primeiro Ministro e Governador de Dubai, Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, juntamente com o Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, o xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, revelaram recentemente um projeto ambicioso de exploração espacial: o "Projeto Mars 2117" (Marte 2117 em português). A missão principal visa estabelecer o primeiro povoamento humano habitável em Marte até 2117, com cerca de 600.000 habitantes!

Emirados Arabes Unidos - tweets sobre colonização em Marte

O Sheikh Mohammed bin Rashid disse que explorar o espaço é um velho sonho humano, e segundo ele, o desejo é que os Emirados Árabes Unidos liderem os esforços internacionais para realizar esse sonho. Ele disse que os Emirados Árabes Unidos estão entre os 9 melhores países do mundo que investem nas ciências espaciais, acrescentando que ele visa acelerar a pesquisa neste domínio. "As ambições humanas não têm limites e quem olhar para as descobertas científicas no século atual percebe que as habilidades humanas podem realizar o sonho humano mais importante", disse o xeque Mohammed.


"O novo projeto é uma semente que plantamos hoje, e esperamos que as gerações futuras colham os benefícios, impulsionados pela paixão de aprender a desvendar um novo conhecimento", disse o xeque Mohammed. "O desembarque de pessoas em outros planetas tem sido um sonho de longa data para os seres humanos. Nosso objetivo é que os Emirados Árabes Unidos liderem os esforços internacionais para tornar este sonho uma realidade ".




Enquanto isso, o xeque Mohamed bin Zayed disse que o objetivo do futuro próximo é desenvolver habilidades e as capacidades de seu país. "O projeto Mars 2117 é um projeto de longo prazo, onde nosso primeiro objetivo é desenvolver nosso sistema educacional para que nossos filhos sejam capazes de liderar pesquisas científicas nos vários setores", disse o xeque Mohamed. Ele também disse que os resultados de conhecimento do projeto de pesquisa estarão disponíveis para todas as instituições internacionais de pesquisa. Ele acrescenta ainda que o objetivo da pesquisa é contribuir também para facilitar a vida das pessoas na Terra, principalmente nas questões de transporte, energia e alimentos.

"Os Emirados Árabes Unidos se tornaram parte de uma iniciativa científica global para explorar o espaço, e esperamos servir a humanidade através deste projeto", disse o Príncipe da Coroa de Abu Dhabi.

Emirados Arabes Unidos - tweets sobre colonização em Marte

O ambicioso projeto foi anunciado recentemente, durante uma reunião da 5ª Cúpula Mundial do Governo, e deverá ser desenvolvido e executado em parceria com as principais instituições internacionais de pesquisa científica. A reunião de cúpula teve ainda a participação de Elon Musk e do ex-presidente norte-americano, Barack Obama.




A primeira fase do projeto irá focar no desenvolvimento dos cientistas e suas habilidades, ou seja, no avanço científico para facilitar a chegada dos humanos ao Planeta Vermelho até as próximas décadas. O projeto Mars 2117 também visa preparar uma equipe de cientistas árabes para desenvolver um consórcio internacional, e assim, acelerar os avanços. O projeto começará com uma equipe científica nacional (árabe) e será estendido para incluir cientistas e pesquisadores internacionais, além de agilizar os esforços no quesito "assentamento no Planeta Vermelho".

colonia arabe em Marte
Ilustração artística de colônia com 600 mil habitantes em Marte, que segundo os Emirados Árabes Unidos, deve acontecer até 2117.
Créditos: Ville Ericsson

Ainda segundo o comunicado oficial, o projeto se concentrará no desenvolvimento de meios mais rápidos de transporte para viagens interplanetárias, como também em sistemas de alimentação e energia que os colonos terão que desenvolver por lá.




Uma equipe de engenheiros árabes, juntamente com um grupo de cientistas e pesquisadores, apresentaram um conceito do que será a primeira cidade humana em Marte, que deverá ser construída por robôs. O plano apresentado durante a reunião de cúpula destacou o estilo de vida esperado em Marte em termos de transporte, produção de energia e fornecimento de alimentos, bem como obras de infra-estrutura e materiais utilizados para a construção da cidade.


Em 2015, os Emirados Árabes Unidos anunciaram sua missão Mars Probe, que enviará a primeira espaçonave do mundo árabe ao Planeta Vermelho em uma missão de exploração científica, que se tudo der certo, deve pousar em Marte em 2021. Se a intenção real é colocar 600 mil pessoas em Marte até 2117, é bom eles correrem!


Imagens: (capa-ilustração/Ville Ericsson) / Tweeter / Ville Ericsson / Government of Dubai / divulgação
06/03/17

Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTubeTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 comentários:

  1. Ambicioso e audacioso, mas é muito fácil prometer algo hoje sabendo que não será possível que os outros saibam se será ou não realizado. Não acredito que consigam e só não vou poder pagar pra ver porque antes da metade do tempo de implantação já deverei estar morto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elias o impossível não existe para mentes grandes...observe os filmes passados de ficção científica...tudo que era "impossível"celulares...Internet..chats...tecnologias atuais...seu filho amanhã pode ser inventor...o que move o mundo são as dúvidas e não as respostas👍

      Excluir
    2. Sim, Irineia, eu sei, mas esse projeto depende que muita coisa dê certo num curto espaço de tempo. Será preciso muita pesquisa até que tudo isso seja possível, além de contar com uma boa dose de sorte pros países envolvidos não entrarem em alguma guerra que não sugue todos os recursos disponíveis ou então alguma crise econômica que impossibilite o uso de recursos destinados como seria preciso, enfim, não é que eu esteja torcendo para não dar certo, mas que é bem difícil, isso é.

      Excluir
    3. é um grande passo para um povo que diz que a Terra é plana: https://www.youtube.com/watch?v=xHxe0FBqSyk

      Excluir
  2. Não compreendo a língua inglesa com facilidade. Por isto não sei o que disseram no vídeo, mas só gostaria de saber como eles fariam para que Marte pudesse ter uma atmosfera compatível com a vida humana. Aliás lá não há atmosfera pelo que sei. Toda a camada de ar desapareceu por causa da radiação que tomou conta após Marte perder seu campo magnético.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem se falado em criar um campo magnético pouco a frente de Marte em relação ao sol, dando chance para se formar uma nova atmosfera com o tempo.

      Excluir
    2. Bacana. Só para treinar, estes cientistas dos E. Árabes, poderiam ensaiar uma colonização na lua, que é mais próxima e oferece melhores condições que Marte para a sobrevivência, só uma idéia, rsrs.

      Excluir
  3. Belo projeto, quanto mais expandimos nossa habitações melhor, caso não fizemos isso em pouco tempo os recursos da Terra ficaram indisponiveis e veriamos caos e destruição por todo planeta.

    ResponderExcluir
  4. A humanidade sempre sonhou e realizou. Pode não ser na data anunciada e talvez não por este pais e nem por tantas pessoas. Mas que vai acontecer isso vai. Aos céticos um tchau aos otimistas o abraço fraterno que pode nos unir como espécie.

    ResponderExcluir
  5. Marte e' um planeta morto! E' o que a Terra será daqui há milhares de anos. Então, por que investir lá? E não investir na Terra e não deixar que ele se transforme num Marte? Esses anúncios mexem com o imaginário das pessoas e vendem bem sua utopia. Acredito sim na exploração espacial robótica, na tecnologia observacional, cada vez mais aguçada, em experimentos científicos para melhorar a vida das pessoas. Mas precisamos evoluir muito ainda como seres humanos e investir na fome e na sede de todos os povos que passam necessidades, antes de investir em utopias.

    ResponderExcluir
  6. Eu acredito e torço pra que este projeto se conclua.Afinal, não sabemos ao certo da capacidade humana. E olha que esse povo ai, tem muito, mais muito dindin mesmo. Se eles construíram um paraíso no Golfo Pérsico, um lugar que antes era um deserto, acredito sim, na capacidade de conclusão desse projeto, pena não poder estar por aqui.\o/

    ResponderExcluir
  7. Essas cidades projetadas em outros planetas são tão legais, tudo funciona, tudo muito bem organizado pelo menos no projeto, espero que quando chegarem lá não haja favelas e mazelas assim como há aqui na terra. Nessa linha de pensamento e uma vez que já habitamos a terra e fomos concebidos aqui, porque não ajeitar as cidades e moradias para a população carente, afinal não precisa quebrar a cabeça com soluções para enviar espaçonaves e lidar com radiação cósmica etc.

    ResponderExcluir