O Sol está bombardeando a Terra com raios-gama de alta energia, e ninguém entende como isso é possível

Sol bombardeia a Terra com raios gama de alta energia
Atividade solar desconhecida intriga cientistas e especialistas - como isso é possível?


Os cientistas recentemente mapearam como o brilho de alta energia do Sol se manifesta ao seu redor ao longo do tempo. Eles encontraram um elo potencial entre essas emissões de alta energia, o campo magnético flutuante do Sol e o período do ciclo solar de 11 anos. Segundo especialistas, isso pode mudar o nosso entendimento sobre como ocorre o funcionamento interno da nossa estrela.



Tim Linden, um astrônomo da Universidade de Ohio, nos EUA, e seus colegas, enviaram a pesquisa recém lançada para a revista Physical Review Letters. Eles examinaram uma década de dados do telescópio espacial Fermi Gamma-ray, da NASA, para melhor analisar a emissão de raios gama do Sol - a forma mais energética de radiação eletromagnética do Universo.




Para sua surpresa, escreve Shannon Hall, da Scientific American, os pesquisadores descobriram que os raios gama mais intensos parecem estranhamente sincronizados com o período mais silencioso do ciclo solar. Durante o último mínimo solar, de 2008 a 2009, Fermi detectou oito raios gama de alta energia (cada um com energias superiores a 100 giga-elétron-volts, ou GeV) emitidos pelo Sol.

minimo e máximo solar
As imagens feitas pelo observatório Solar Dynamics mostram a diferença entre
o mínimo e máximo solar - o ciclo de 11 anos da atividade solar.
Créditos: SDO / divulgação

Por outro lado, nos oito anos seguintes, à medida que a atividade solar aumentava, não havia emissão de raios gama de alta energia. As chances de que isso aconteça aleatoriamente, diz Linden, são extremamente baixas. Muito provavelmente, os raios gama são desencadeados por algum aspecto do ciclo de atividade do Sol, mas como isso acontece ainda é um mistério.




A equipe especula que esses raios gama provavelmente são emitidos quando poderosos raios cósmicos - produzidos em todo o Universo por violentos eventos astrofísicos como supernovas e colisões de estrelas de nêutrons - se chocam contra a superfície do Sol. Se um único raio cósmico colide com uma partícula da atmosfera solar, cria uma chuva de partículas secundárias e radiação, incluindo raios gama. Esses bombardeamentos geralmente seriam totalmente absorvidos pelo Sol. Mas, de acordo com uma hipótese que remonta à década de 1990, alguns desses jatos secundários podem ser rebatidos e afastados da nossa estrela por fortes flutuações em seu campo magnético.

Tim Linden e seus colegas também descobriram outra curiosidade que jamais havia sido prevista: durante o mínimo solar, a maioria dos raios gama acima de 50 GeV são emitidos perto do equador do Sol, mas durante todo o resto do ciclo eles tendem a vir das regiões polares. Isso significa que a emissão total de raios gama do Sol é mais intensa ao longo de seu equador no mínimo solar e em seus pólos durante o máximo.




Agora, os pesquisadores pretendem entender melhor como a atividade solar se desenrola para que isso seja possível. Apesar de ser a nossa estrela, a mãe de toda a vida na Terra, ela ainda guarda segredos que prometem deixar muitos pesquisadores no escuro...


Imagens: (capa-ilustração) / SDO / divulgação
06/04/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Dizer que ninguém sabia não é verdade, porque não só expliquei como provei no meu blog http://descobertascientificasavancadas.blogspot.com.br/ : Leia o abaixo, depois acesse o blog acima citado.

    Mas o que chamam de AQUECIMENTO GLOBAL, não é resultado unicamente das tolas ações humanas: citadas acima.







    AGORA SAIBAM A CAUSA MAIOR, E PRINCIPAL:







    A TRANSIÇÃO DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR, que é o processo de TRANSIÇÃO da 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA que ainda vivemos: para a 4° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO AR, que está chegando:







    Iniciou há algum tempo-“i” atrás, e ninguém até antes de mim: percebeu.







    Atividades no TRANSFORMADOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR do nosso Planeta-H: que cientistas chamam equivocadamente de NÚCLEO-DE-FOGO, devido as altas temperaturas emitidas pelo mesmo, de dentro para fora:







    Incontestavelmente, entrou em MAIORES-ATIVIDADES: há algum tempo “i” atrás.







    Maiores atividades no TRANSFORMADOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR do nosso Planeta-H: resulta também de MAIORES ATIVIDADES no DISTRIBUIDOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR, conhecido por todos: simplesmente como SOL.






    Por ser inegavelmente, o único MÚLTIPLO-CIENTISTA-ENERGÉTICO desse Planeta-H, que continuam chamando, erradamente de TERRA:







    Doutor pioneiro em: ALQUIMIA-ELEMENTAR-AVANÇADA, GEOFÍSICA-AVANÇADA, FÍSICA-QUÂNTICA-AVANÇADA, FILOSOFIA-AVANÇADA, CRIACIONISMO-ENERGÉTICO-INFINITO e ASTROFÍSICA-AVANÇADA:







    Sou o único também a saber e dizer, que o UM-INVERSO-ENERGÉTICO-ATÔMICO-COMO-SERIA CURTO-CIRCUITANTE... EXPLOSIVO... NECESSITADO... DIVIDIDO... MAIS-OU-MENOS-CAÓTICO-POR-NÓS-OU-POR-CAUSA-DE-NÓS que chamam erradamente de UNIVERSO, já que apenas IMAGEM-ENERGÉTICA-ATÔMICA-INVERSAMENTE-E-QUANTICAMENTE-PROJETADA do UM-ÚNICO-REAL-ENERGÉTICO-PERFEITO-INFINITO-NÃO-ATÔMICO, é:







    Funciona como UM MARAVILHOSO E ESPLENDOROSO MACRO-CORPO-ENERGÉTICO-ATÔMICO-INTERLIGADO-PI: TIPO WI-FI.







    O PI citado aqui, nada tem a ver com o PI da MATEMÁTICA: também I.







    Tudo que compõe a também MARAVILHOSA e ESPLENDOROSA OBRA CRIATIVA, UM-INVERSO-ENERGÉTICO-ATÔMICO-COMO-SERIA CURTO-CIRCUITANTE... EXPLOSIVO... NECESSITADO... DIVIDIDO... ILUSÓRIO... MAIS-OU-MENOS-CAÓTICO-POR-NÓS-OU-POR-CAUSA-DE-NÓS, que IMAGEM-ENERGÉTICA-ATÔMICA-INVERSAMENTE-E-QUANTICAMENTE-PROJETADA do UM-ÚNICO-REAL-ENERGÉTICO-NÃO-ATÔMICO-PERFEITO-INFINITO, é:







    Encontram-se energeticamente interligados, não por primitivos sistemas de fios: mas por uma maravilhosa interligação de SINAIS-PULSO-ELETROMAGNÉTICOS-PI: infinitamente mais avançada que a que conhecemos: como WI-FI.







    Apenas para abreviar e simplificar, o TRANSFORMADOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR do nosso Planeta-H, alimentado energeticamente é:







    Pelo DISTRIBUIDOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR, conhecido simplesmente: como SOL.






    E ninguém pode negar que nos últimos anos, o que é popularmente conhecido, como ERUPÇÕES E VENTOS SOLARES: intensificaram-se!







    Provocando uma sobrecarga suportável pelo TRANSFORMADOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR do nosso Planeta-H: porém também inevitavelmente: um AQUECIMENTO MAIOR.







    Tendo eu plena consciência, que tudo que compõe o UM-INVERSO-ENERGÉTICO-ATÔMICO-COMO-SERIA, seja PI:







    Com toda certeza, já entramos no processo de TRANSIÇÃO DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR, DA 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA que ainda vivemos, para a 4° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO AR: que está chegando.







    Com todas essas atividades do TRANSFORMADOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR do nosso Planeta-H, intensificadas:







    Lógico que temperaturas: iriam subir.







    Que oceanos, mares, rios, lagos e outros: iriam aquecer.







    Vindo esse AQUECIMENTO de dentro para fora e não de fora para dentro.

    ResponderExcluir