Chegou a hora - veja como observar o 'Cometa Verde' C/2017 S3

cometa verde c/2017 S3 - como observar
Com muita cautela e paciência, já é possível observar o tão falado cometa C/2017 S3 - veja como encontrá-lo nos céus


ATENÇÃO: essa matéria fala sobre a observação de um objeto que encontra-se muito próximo do Sol. Sua observação deve ser feita apenas por pessoas experientes, e com proteção adequada. Nunca aponte binóculos, telescópios ou qualquer instrumento ótico na direção do Sol - isso causa danos à visão e até cegueira permanente.


Estamos recebendo um visitante distante. O cometa C/2017 S3 PanSTARRS, descoberto em dezembro de 2017 explodiu em brilho duas vezes, de forma inesperada. Ele é um cometa de longo período, com órbita hiperbólica, e provavelmente essa é a primeira vez que ele visita o Sistema Solar interior.

O cometa panSTARRS C/2017 S3 não apenas entrou em outburst duas vezes, como chegou a magnitude aparente de +8 - isso significa que pode ser visto com pequenos binóculos, como uma bola difusa de brilho esverdeado. Observadores do hemisfério norte terão uma visão muito mais privilegiada de observação, sendo que observadores do hemisfério sul terão que ter muito mais paciência e determinação...




Quem se encontra no extremo norte e nordeste do Brasil terá uma chance um pouco melhor de observação, e com muito esforço poderá encontrá-lo nos céus minutos antes do amanhecer, próximo ao horizonte leste/nordeste. Mas para isso, o observador terá que ser muito bem familiarizado com o céu noturno, conhecer bem as constelações e ter uma visão privilegiada do horizonte leste/nordeste (região onde o cometa se encontra no início de agosto).

Vale ressaltar mais uma vez: MUITO CUIDADO ao observar qualquer objeto próximo do Sol, como é o caso desse cometa.

localização do cometa verde C/2017 S3 no céu
Localização do cometa C/2017 S3 em 07 de agosto de 2018, minutos antes do nascer do Sol (hemisfério sul).
Créditos: STELLARIUM         /         Edição: Galeria do Meteorito
Clique na imagem para ampliar

No dia 15 de agosto, o cometa C/2017 S3 fará sua máxima aproximação com o Sol (periélio), onde os astrônomos esperam que ele bata recorde de brilho, chegando a magnitude aparente de +2. Durante sua máxima aproximação com o Sol, não será possível observá-lo, justamente porque ele estará junto com a nossa estrela, que irá ofuscá-lo completamente.




Após sua máxima aproximação com o Sol, o cometa C/2017 S3 irá traçar sua rota rumo aos confins do Sistema Solar, e sua observação fica impossibilitada por conta de sua  proximidade com o Sol. A partir de outubro, o cometa ultrapassa a magnitude +10, o que o torna impossível de ser observado através de binóculos.

Para os olhos humanos, o "Cometa Verde" (como ficou conhecido pela internet) tem a chance de ser visto a olho nu em céus completamente escuros, livres de qualquer tipo de poluição ou nebulosidade. Mas vale lembrar: cometas são objetos imprevisíveis, que podem tanto entrar em outburst como também mirrar, decepcionando os observadores mais assíduos.



De qualquer forma, se você está no hemisfério norte, vale a pena observar o cometa C/2017 S3 através de binóculos e até quem sabe, a olho nu. Se você se encontra no hemisfério sul, mas está próximo a linha do equador, vale a tentativa.




Para saber a posição exata do cometa C/2017 S3, você pode utilizar o site Heavens-Above (clique aqui). Selecione a data de observação e depois, verifique se aquela região do céu estará visível na sua localidade através de um programa como o STELLARIUM ou com um aplicativo de observação do céu como o CARTA CELESTE.

Desejamos bons céus e excelentes observações a todos!

ATENÇÃO: essa matéria fala sobre a observação de um objeto que encontra-se muito próximo do Sol. Sua observação deve ser feita apenas por pessoas experientes, e com proteção adequada. Nunca aponte binóculos, telescópios ou qualquer instrumento ótico na direção do Sol - isso causa danos à visão e até cegueira permanente.

Imagens: (capa-divulgação/hodorgabor) / STELLARIUM / Galeria do Meteorito
03/08/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. O GELO em sua composição, refletindo os raios do DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR, "DEAT": é que dá essa cor esverdeada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para os que ainda não sabem, DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR, "DEAT: é o que chamam primitivamente e erradamente: de SOL.

      Parabéns direção do GALERIA DO METEORITO: pela belíssima imagem.

      Excluir