3 asteroides farão máxima aproximação com a Terra nesse sábado (10)

tres asteroides passam perto da Terra em 10 de novembro de 2018
Em 10 de novembro de 2018, três asteroides passarão bem próximos de nós - qual é o risco?


O Centro de Estudos de Objetos Menores da NASA informa que 3 asteroides descobertos no início dessa semana estão prestes a realizar suas maiores aproximações com o nosso planeta, o que deve acontecer nesse sábado, 10 de novembro de 2018. É claro: muita gente ficou assustada, e por isso estamos aqui para esclarecer esse assunto.



Uma coisa já pode ser dita: nós não estamos em perigo. Todos os três asteroides, apesar de estarem prestes a fazer suas máximas aproximações com a Terra (perigeu), eles passarão bem longe, a distâncias confortáveis, sem qualquer risco de colisão.




De acordo com a classificação do Centro de Monitoramento de Asteroides Próximos da Terra (NEA), da NASA, qualquer rocha espacial menor do que 140 metros não é considerada "Potencialmente Perigosa". E como veremos abaixo, todas elas são menores do que isso. Os horários estão em UTC (horário internacional):


  • Asteroide 2018 VS1
  • Máxima aproximação: 14h03 do dia 10 de novembro
  • Distância da Terra:1,39 milhão de quilômetros
  • Tamanho estimado: Entre 13 a 28 metros


  • Asteroide 2018 VR1
  • Máxima aproximação: 14:19 do dia 10 de novembro de 2018
  • Distância da Terra: 5,06 milhões de quilômetros
  • Tamanho estimado: Entre 14 a 30 metros


  • Asteroide 2018 VX1
  • Máxima aproximação: 18:20 do dia 10 de novembro de 2018
  • Distância da Terra: 381.474 quilômetros
  • Tamanho estimado: Entre 8 e 18 metros


Dentre todos esses asteroides da lista acima, o que passará mais próximo de nós é o 2018 VX1, que passará um pouco mais próximo do que a Lua. Como comparação, a distância média entre a Terra e a Lua é de 384.400 quilômetros. Ou seja: não há risco algum de colisão com a Terra.

asteroide 2018 VX1 - 10 de novembro de 2018
Gráfico mostra momento de máxima aproximação do asteroide 2018 VX1 com a Terra.
Créditos: NASA / SBDB / divulgação

Outro asteroide recém descoberto acaba de realizar sua máxima aproximação com o nosso planeta:

Asteroide 2018 VA2
Máxima aproximação: 01:01 do dia 09 de novembro de 2018
Distância da Terra: 718.070 quilômetros
Tamanho aproximado: Entre 10 e 23 metros




Na próxima semana, outro asteroide bem maior irá passar pelas cercanias da Terra - 2018 UQ1, que tem um diâmetro estimado entre 110 e 250 metros, passará a 9 vezes a distância da Lua.

Sobre os três asteroides que passarão perto da Terra no sábado, 10 de novembro, mesmo que eles chegassem a colidir com o nosso planeta (o que está descartado), não seria catastrófico. Como exemplo, temos o famoso asteroide de Chelyabinsk, que explodiu sobre a Rússia em 2013. Ele tinha cerca de 20 metros, e apesar de estilhaçar vidraças de vários prédios e ferir mais de 1.000 pessoas por conta da onda de choque da explosão, o nosso planeta ainda está intacto. Pelo menos no que diz respeito às rochas espaciais...




Por enquanto, podemos ficar tranquilos. Nenhum asteroide está previsto para atingir o nosso planeta, nem nesse fim de semana e nem em qualquer data do futuro próximo.

meteoritos brasil - venda

Mas o espaço é um lugar cheio de "pedregulhos". A colisão de um asteroide com o nosso planeta é algo inevitável, e existe uma chance disso acontecer em nossa geração. Mas até agora, está tudo sobre controle, pelo menos até onde se sabe.

Ah! E não se esqueçam:
Inscrevam-se em nosso canal no YouTube!



Imagens: (capa-ilustração/divulgação) / NASA / SBDB / divulgação
09/11/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Será que os cientistas também acreditam que estes asteroides são naves de alguma inteligência extraterrestre?

    ResponderExcluir
  2. Anunciando o FIM apenas da 3° ERA: e início da 4°.

    O FIM DO MUNDO: NUNCA OCORRERÁ.

    ResponderExcluir