Astrônomos chegam o mais perto possível de observar o buraco negro central da Via Láctea

melhor observação de buracos negros
Estamos chegando cada vez mais perto - mas esse é simplesmente o mais novo recorde!


Desde os anos 1970, os astrônomos teorizavam sobre a existência de um buraco negro supermassivo bem no centro da nossa galáxia (nomeado Sagittarius A*), a cerca de 26.000 anos-luz da Terra. Com o passar dos anos, apesar de não conseguirmos enxergar o buraco negro central da Via Láctea, os cientistas conseguiram aferir o efeito que ele tem sobre as estrelas ao seu redor, e com isso, conseguimos estimar que Sagittarius A* tem cerca de 44 milhões de quilômetros de diâmetro, com cerca de 4 milhões de massas solares.



Agora, novas observações conduzidas pelo GRAVITY (uma colaboração de membros do Instituto Max Planck de Física Extraterrestre, do ESO, dentre outras instituições) conseguiram as mais detalhadas observações até hoje do mítico Sagittarius A* - trata-se da maior evidência de sua existência!

A colaboração GRAVITY (composta por cientistas de vários institutos de pesquisa e universidades europeias) é assim chamada devido à sua associação com o instrumento GRAVITY, que faz parte do Very Large Telescope Interferometer (VLTI) do ESO. Este instrumento combina quatro unidades do VLT, criando um telescópio virtual de 130 metros de diâmetro.

o buraco negro central da Via Láctea
Ilustração artística de Sagittarius A - o buraco negro central da Via Láctea.
Créditos: GRAVITY / ESO / divulgação

Nos últimos anos, essa equipe utilizou este instrumento para observar o centro da nossa galáxia e entender os efeitos que Sagittarius A* tem sobre os objetos ao seu redor. Os resultados foram publicados na revista Astronomy and Astrophysics.




O estudo liderado por Reinhard Genzel do Insituto Max Planck, e produzido com a ajuda de vários outros colaboradores do GRAVITY, afirma que rajadas de flares foram observadas ao redor do buraco negro central da Via Láctea - uma região em que o material que gira em torno de Sagittarius A* foi acelerado a 30% da velocidade da luz. Essa não só foi a primeira vez que esse material foi observado orbitando próximo ao horizonte de eventos (uma região de não retorno próximo ao buraco negro) como também foi a observação mais detalhada de um material orbitando tão próximo de um buraco negro.

"É incompreensível ver o material orbitando um enorme buraco negro a 30% da velocidade da luz. A tremenda sensibilidade do GRAVITY nos permitiu observar os processos de acreção em tempo real com detalhes sem precedentes", disse Oliver Pfuhl, cientista do Instituto Max Planck de Física Extraterrestre e co-autor do estudo.
meteoritos
As observações que eles realizaram também confirmaram a teoria de que Sagittarius A* é de fato um buraco negro supermassivo.




Essa não é a primeira vez que o instrumento GRAVITY é usado para observar a região central da nossa Galáxia. Recentemente, o sobrevoo rasante de uma estrela com Sagittarius A* permitiu que os astrônomos confirmassem mais uma vez a Teoria da Relatividade Geral de Einstein. A estrela, chamada S2, se comportou conforme o previsto pela teoria, mesmo estando em um ambiente tão extremo quanto as cercanias de um buraco negro supermassivo.


Imagens: (capa-GRAVITY) GRAVITY / ESO / divulgação
07/11/18


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

  1. Fascinante! Há mais ou menos onze anos, falava-se de organizar um grande interferômetro para observar Sgr A*. Falava-se, também, de utilizar o aparato numa tentativa de visualizar o monstruoso buraco negro da galáxia M87, em Virgem - bem mais desafiador, considerada a distância dessa galáxia...

    ResponderExcluir
  2. Isso é aquele estudo que queria tirar a foto do buraco negro????

    ResponderExcluir
  3. Se o que chamam erradamente de UNIVERSO MATERIAL, MACRO CORPO ENERGÉTICO ATÔMICO é, que funciona de forma interligada não por primitivos sistemas de fios, e sim por intermédio de PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES EMITIDOS, infinitamente mais avançados do que conhecemos, como WI-FI:

    BURACO NEGRO, não é: e sim MACRO CANAL ENERGÉTICO ATÔMICO.

    BURACO DE MINHOCA não é, a não ser para esses das ciências-primitivas que só tem minhoca na cabeça:

    E sim: MICRO CANAL ENERGÉTICO ATÔMICO.

    Parabenizo mais uma vez este conceituado site GALERIA DO METEORITO, que coloca sempre seu público: para pensar.

    Dizendo também que acabamos de postar na apresentação do DESCOBERTAS CIENTÍFICAS AVANÇADAS:

    REAÇÕES DO ELEMENTO ÁGUA QUE AINDA PREDOMINA, A AÇÕES DO ELEMENTO AR QUE PREDOMINARÁ: ATRAVÉS DE DESCOMUNAIS INUNDAÇÕES E FORTÍSSIMAS VENTANIAS, JÁ ESTÁ CAUSANDO SERÍSSIMOS PROBLEMAS NA ÍNDIA, JAPÃO, CHINA, BRASIL, ITÁLIA, EUA, ESPANHA: E DEMAIS PAÍSES.

    ILHAS DESAPARECENDO... MILHARES PERDENDO SUAS CASAS... BARCOS... AVIÕES... E ATÉ MESMO: SUAS VIDAS.

    INAPTAS E VAIDOSAS COMUNIDADES CIENTÍFICAS, PREFEREM IDIOTAMENTE CONTINUAR AFIRMANDO QUE O AQUECIMENTO GLOBAL, TEM COMO CAUSA MAIOR TOLAS AÇÕES HUMANAS ATRAVÉS DO LANÇAMENTO DE CO²: NA ATMOSFERA DO NOSSO PLANETA.

    TAIS AFIRMAÇÕES IDIOTÍSTICAS E NÃO CIENTÍFICAS, ALÉM DE GERAR DESPREPARO TOTAL: JÁ SÃO E SERÃO RESPONSÁVEIS DIRETAMENTE PELA MORTE DE MILHARES... MILHÕES: E BILHÕES.

    A VAIDADE DESSES ACHISTAS E NÃO CIENTISTAS É TÃO EXTREMA, QUE SÓ DEIXARIAM DE SER VAIDOSOS, SE PELO QUE AFIRMAM IDIOTAMENTE: TAMBÉM FOSSEM MORTOS.

    VERDADEIRO IDIOTA É AQUELE, QUE MESMO CONHECENDO A VERDADE PELA LÓGICA E RAZÃO, JAMAIS MUDA: DE OPINIÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc só muda o nome das coisas maluco...ciências avançadas kkkk
      A Terra não é terra, o Sol não é sol, eu sou um gênio blá bla... vc é um comédia isso sim

      Excluir
    2. Tu és apenas uma IMAGEM ENERGÉTICA ATÔMICA INVERSAMENTE E QUANTICAMENTE de ti mesmo, REAL:

      Normal.

      Com todos os teus sentidos também inversos, TATO, VISÃO e PERCEPÇÃO:
      tu achas que és REAL: irmão.

      Mas a DUPLA-FENDA, ENTRELAÇAMENTO QUÂNTICO e QUÂNTICA PROJETADA INVERSÃO:
      mostra-nos que não.

      Entendeu?

      Entendeu não?

      Acho que não.

      Apresente-me um gênio: que não tenha sido chamado de maluco.

      Quem mais foi chamado de maluco: foi justamente NIKOLA TESLA.

      Ou não?

      RAUL, CANTO PRA TU:

      Enquanto você se esforça pra ser
      Um sujeito normal
      Eu do meu lado aprendendo a ser gênio
      Maluco total
      A loucura é normal.

      Se tu achas que sei, nada não: aguarda irmão.

      A 3° MACRO DESPROJEÇÃO E REPROJEÇÃO.

      Só assim veremos: quem tem razão.

      Toca RAULLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL.

      Excluir
    3. Queria tomar uma cerveja com esse Jose Bonifácio, com certeza a conversa seria coisa de outro planeta.

      Excluir