A Terra está sendo 'perseguida' por uma gigantesca nuvem de poeira espacial

nuvem de Kordylewski
Além dessa, pode haver outras por aí...


O espaço não é um lugar tão vazio quanto pode parecer. Podemos encontrar muita poeira, gás, graxa e até lixo espacial produzido pelo ser-humano. Mas o que pode acontecer quando tudo isso fica preso nas redes gravitacionais de planetas ou até de estrelas?



Vamos pegar como exemplo as duas nuvens de poeira espacial conhecidas como Kordylewski. Reveladas na década de 1950, acredita-se que essas duas nuvens estão em orbitas permanentes a cerca de 400 mil quilômetros da Terra, sendo que uma fica na "frente" do nosso planeta e outra o segue "por trás" em sua trajetória ao redor do Sol.

Mas provar a existência dessas nuvens sempre foi uma tarefa muito difícil, e até hoje nada havia comprovado nada sobre elas. Isso acontece porque, em primeiro lugar, o espaço é um lugar muito grande, e a poeira é algo muito pequeno pra ser identificada. Mas isso parece ter mudado agora.

Nuvens de Kordylewski - divulgação
Ilustração artística de uma das nuvens de Kordylewski.
Créditos: divulgação

Uma equipe de astrônomos húngaros diz ter finalmente capturado uma das nuvens, exatamente onde as pesquisas previam que elas estariam.




"As nuvens de Kordylewski são dois dos objetos mais difíceis de serem encontrados, embora sejam tão próximas da Terra quanto a Lua, são amplamente negligenciadas por pesquisadores da astronomia", disse Judit Slíz-Balogh, astrônoma da Universidade Eötvös Loránd, na Hungria. "É intrigante confirmar que nosso planeta tem pseudo-satélites empoeirados em órbita ao lado de nosso vizinho lunar."


As Nuvens de Kordylewski

Desde sua descoberta inicial, as nuvens de Kordylewski existiam hipoteticamente em duas regiões gravitacionais únicas conhecidas como pontos Lagrange - pontos especiais no espaço onde uma pequena massa (como um satélite ou um asteroide) pode orbitar a uma distância quase constante de duas massas maiores. como a Terra e a Lua.

Pontos de Lagrange
Ilustração artística dos cinco pontos de Lagrange do sistema Terra-Sol.
Créditos: NASA / WMAP Science Team

Todo sistema de planetas, luas ou qualquer outro objeto que se encaixe nessa matemática tem cinco pontos de Lagrange, sendo 3 alinhados com os dois objetos (no nosso caso, Terra e Lua) e que são altamente instáveis, e outros dois à frente e atrás do objeto de maior massa (no nosso caso, a Terra). Esses dois últimos são mais estáveis, e são chamados de L4 e L5, localizados à frente e atrás da Terra, respectivamente. Portanto, se as nuvens de poeira Kordylewski existem, é aqui que elas estão.


Eles encontraram

Em dois estudos recém publicados (em novembro de 2018 e em janeiro de 2019) nas revistas Monthly Notices da Royal Astronomical Society, Judit e dois colegas partiram em busca das nuvens de Kordylewski. Primeiramente, a equipe concluiu mais de 2 milhões de simulações em computador para entender a física do que eles iriam procurar.

As simulações mostraram que uma nuvem de poeira poderia realmente existir no ponto L5, embora a forma dessas nuvens estivesse constantemente "mudando, pulsando e girando" à medida que partículas de poeira entravam e saíam da região. E seria como um grande "intercâmbio espacial", já que cada partícula de poeira permanece apenas alguns dias dentro dessa nuvem, dando espaço para outra visitante em seguida.




Sabendo disso, a equipe partiu para fotografar essa região, fazendo várias exposições e mesclando essas imagens para revelar partículas difusas de poeira. Claro que tudo teve a ajuda de um telescópio apontado para a região L5.

As imagens revelaram uma neblina avermelhada de poeira cósmica sobre o fundo escuro do espaço. Claramente, essa é uma das nuvens de Kordylewski!

Uma das nuvens de Kordylewski foram registradas no Ponto de Lagrange L5
Uma das nuvens de Kordylewski foram registradas no Ponto de Lagrange L5.
Créditos: Judit Slíz-Balogh

"Concluímos que, pela primeira vez, observamos e registramos a [nuvem de poeira de Kordylewski] ao redor do ponto Lagrange L5 da Terra e da Lua", escreveu a equipe em seu estudo.

A existência da nuvem de Kordylewski no ponto L4 (logo à frente da Terra) ainda não foi comprovada. Por enquanto. Mas claro que isso pode ser apenas uma questão de tempo.




Quem sabe no futuro não são enviadas naves espaciais para estudar de perto e entender melhor essas intrigantes nuvens de poeira que são quase como satélites da Terra?!


Imagens: (capa-Judit Slíz-Balogh) / NASA / WMAP Science Team / Judit Slíz-Balogh / divulgação
26/02/19


Gostou da nossa matéria?
Curta nossa página no Facebook
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 comentários:

  1. Caramba, tínhamos uma nuvem de poeira ao lado da Terra e nem sabíamos. Imagine os segredos que ainda estão escondidos no Sistema Solar, e o que dirá no universo.

    ResponderExcluir
  2. Tu como sempre Milton, demonstrando elevado nível de inteligência: em teus comentários.

    Nesse tu deixas bem claro, o quanto existe de primitividade na dita cosmologia, e também perceptível desconhecimento pela mesma, no que diz respeito ao MACRO CORPO ENERGÉTICO ATÔMICO PROJETADO, interligado não por primitivos sistemas de fios e sim através PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES EMITIDOS, infinitamente mais avançados do que conhecemos como WI-FI, que chamam erradamente: de UNIVERSO MATERIAL.

    Sabendo que no campo da ASTRONOMIA, tu estás mais para JAGUAR do que ararinha e sabiá, pergunto-te:

    Não haveria necessidade premente que a COSMOLOGIA, passasse por uma REVOLUÇÃO, e se adiantasse no ESPAÇO-TEMPO?

    Astronomicamente falando, o competentíssimo MILTON, não poderia integrar esse necessário time, de REVOLUCIONÁRIOS CIENTÍFICOS?

    No que concerne ao MACROCOSMO, PLANETA que habitamos, e até mesmo nós:

    Não existiria questionamentos sem RESPOSTAS LÓGICAS, há milhares de anos?

    A despeito de 99,9% de ararinhas e sabiás, existentes em nosso país:

    DESCOBERTAS CIENTIFICAS AVANÇADAS vem bombando na ALEMANHA, berço da FÍSICA QUÂNTICA.

    Pela notável e perceptível inteligência, o RICHARD deste conceituado GALERIA, poderia também: integrar esse time.

    Muitos de diversas áreas das ciências, já que ter ciência é ter conhecimento sobre algo, independentemente que seja, até mesmo religioso:

    Já estão candidatando-se para formarmos um GRANDE GRUPO DE ESTUDOS, visando soma e junção de conhecimentos, objetivando unicamente: O BEM COLETIVO.

    FÍSICOS, MATEMÁTICOS, MÉDICOS, PSICÓLOGOS, ADVOGADAS, PROMOTORES, JUÍZES, DEMAIS PESSOAS INTELIGENTÍSSIMAS, TAMBÉM ASTRÓLOGOS, RELIGIOSOS, E ATÉ MESMO ATEUS:

    Estão interessados.

    Como isso nunca foi feito, penso em montarmos um grupo de pessoas atuantes em diversas áreas, para juntos convergirmos ideias num só objetivo, O BEM COLETIVO:

    Poderia REVOLUCIONAR e adiantar: as atrasadíssimas ciências.

    Topas MILTON?

    Topas RICHARD?

    Quem mais toparia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fora do escopo da evidenciação e da experimentação, qualquer outra abordagem é misticismo ou chute. A ciência tem muito a descobrir, isso é um fato, mas continua fazendo progressos permanentes. E não há nada fora da ciência, capaz de explicar os fenomenos do mundo de maneira lógica e com evidenciação. Podem até tentar outros caminhos que não a ciência, mas estará tudo no campo da mais pura especulação.

      Excluir
  3. Os ditos cientistas de hoje, não conseguem explicar nem a VERDADEIRA CAUSA: DO AQUECIMENTO GLOBAL.

    Chutam pra tudo quanto é lado.

    Já chegaram ao cúmulo de afirmar, que provem de ações humanas lançando CO² na atmosfera do nosso PLANETA:

    Que provém até mesmo de puns humanos e bovinos...

    Confundem poluição do AR com AQUECIMENTO:

    Isso não pode em hipótese alguma: ser chamado de CIÊNCIA.

    CIÊNCIA: é ter conhecimento sobre algo.

    E sobre o AQUECIMENTO GLOBAL: eles não tem nenhum.

    Vamos pra frente e todos verão: quem tem razão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pesquise sobre o efeito estufa em Vênus, e do porquê o planeta consegue ser mais quente do que Mercurio que está mais próximo ao Sol. Sugiro também que veja o documentário chamado Chasing Ice, que mostra um fotografo da National Geographic, que posicionou cameras em geleiras ao redor do mundo, mostrando em tempo real o desgelo em ritmo muito maior do que o ocorria no passado. Há explição para a maioria das suas indagações. O fato de você não conhecer os estudos, não significa que a ciência está "atrasadíssima", e sim você que está atrasado em se atualizar.

      Excluir
  4. Concernente ao AQUECIMENTO GLOBAL DEVASTADOR, do qual a verdadeira causa, até mesmo os da ROSCOSMOS e NASA, desconhecem:[

    Dentro de um prazo máximo de apenas 10 anos: veremos quem tem razão.

    ResponderExcluir
  5. Esse José é meio maluco, mas concordo com ele com relação ao dito "aquecimento global antropomórfico", muitas mentiras e pseudo ciência usadas para criar um mito! A grande força modeladora deste planeta é o Sol, aquecimento, resfriamento, atividades sísmicas, el ninho, correntes marítimas, grandes extinções ... tudo regido pelo astro rei, basta notar que todo poder atômico que o homem acumulou não gera nem 1 mísero segundo da energia que o sol produz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *antropogênico, corretor me sacaneou, com relação ao planeta Vênus, citado pelo Milton, só lembro que não haviam humanos por lá ou haviam???kkk

      Excluir
  6. O Anônimo sempre foi xarope: mas nunca foi burro. Decerto entendeu quando expliquei a VERDADEIRA CAUSA DO AQUECIMENTO GLOBAL, dizendo:

    Sendo o que chamam erradamente de UNIVERSO MATERIAL:

    MACRO CORPO ENERGÉTICO ATÔMICO PROJETADO, interligado não por primitivos sistemas de fios e sim através de PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES EMITIDOS, infinitamente mais avançados do que se conhece como Wi-FI:

    No NÚCLEO do DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR que chamam primitivamente de SOL:


    Existe um grande TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR que recebe a ENERGIA CÓSMICA emitida pela GALÁXIA, transforma e reduz essa ENERGIA, repassando-a também através de PULSOS ELETROMAGNÉTICOS ENERGIZADORES para o TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR menor que fica no CENTRO: do nosso PLANETA.


    TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR menor, que por emitir ONDAS DE CALOR em ALTAS TEMPERATURAS, de dentro para fora:


    É chamado erradamente por cientistas não atualizados: como NÚCLEO DE FOGO.


    Como o DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR chamado erradamente de SOL, encontra-se em MAIORES ATIVIDADES, incontestavelmente:


    Vem colocando também em MAIORES ATIVIDADES o TRANSFORMADOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR que fica no CENTRO do nosso PLANETA, aquecendo-o um pouco mais: e causando o AQUECIMENTO GLOBAL.


    TRANSFORMANDO A ÁGUA SÓLIDA DAS CALOTAS POLARES E GELEIRAS, EM ÁGUA LÍQUIDA: e ÁGUA LÍQUIDA: em VAPOR DE ÁGUA.


    Como nosso PLANETA-H, encontra-se envolto por camadas-protetoras dentre essas a de OZÔNIO, provocando retenção desse AQUECIMENTO, já em forma de VAPOR DE ÁGUA:


    Surge o que é conhecido: como EFEITO-ESTUFA.


    Todos nós que habitamos esse PLANETA-H que chamam erradamente de TERRA, já teríamos sido cozidos: se não tivesse surgido não por ações humanas, e não viesse aumentando gradativamente por um processo exclusivamente natural:


    O que é conhecido equivocadamente: como “BURACO NA CAMADA DE OZÔNIO”.


    Não faz tanto tempo assim, que alguns cientistas premiadíssimos das ciências-não-atualizadas, afirmavam improcedentemente que o aumento do BURACO NA CAMADA DE OZÔNIO, provinha exclusivamente de ações humanas, através do lançamento: de gases-CFC...


    Providências humanas foram tomadas no sentido de estagnar ou reduzir, o tamanho desse DISSIPADOR chamado erradamente de BURACO: que naturalmente para o bem de todos: só vem aumentando.


    Evitar exposições ao SOL em horários inapropriados: fazer uso de protetores recomendados por médicos dermatologistas: tomar banho de SOL até antes das 09:00h da manhã, e só depois das 04:00 da tarde: aconselho.


    SOL, apenas para os microcosmos-representantes-investidores-completos-por-livres-ações: não atualizados.


    Para mim: DISTRIBUIDOR ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR: DEAT.


    Para os das ciências-não-atualizadas, que totalmente fora da lógica, insistem em afirmar que o AQUECIMENTO GLOBAL resulta de tola ações-humanas, através do lançamento de CO², na atmosfera do nosso PLANETA:


    Que façam VULCÕES pararem de vomitar:


    E respondam a pergunta que não quer calar:


    Qual a quantidade de lenha e tamanho da fogueira que estão fazendo, para aquecerem as profundezas dos OCEANOS, inclusive do ÁRTICO?


    Tais afirmações improcedentes, que muitos desqualificados fazem:


    Apenas gera total DESPREPARO para o correto enfrentamento: desse inevitável AQUECIMENTO.

    O que mais me preocupa, é que sempre que há um SUPER-AQUECIMENTO em algum SISTEMA ENERGÉTICO: há sempre também a necessidade de disparo de VENTILAÇÃO: para RESFRIAMENTO.

    FORTÍSSIMAS VENTANIAS VIRÃO COM TODA CERTEZA, E NENHUMA NAÇÃO: ESTÁ SE PREPARANDO.

    ResponderExcluir
  7. Concordo seu Bé Zofináceo, o doutor aqui também nos alertou: que um MACRO LOUCO quando não toma seus antipsicóticos feitos de MOLÉCULAS ATÔMICAS MACRO ENERGÉTICAS pode voltar a ficar MACRO LOUCO INVERSAMENTE SÃO.

    Dessa forma, ninguém no PLANETA PAPAGAIO será capaz de controlar: a esquisfros...esfriscos...esquizofrenia sem ajuda dos remédios.

    Nem mesmo: usar dois pontos onde não se deveria usar ou então CAIXA ALTA ALEATÓRIA.

    ResponderExcluir
  8. Teu psiquiatra dispõe de algum remédio que reduz um pouco, excesso de genialidade?

    Se dispõe: não estou interessado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade: tal remédio não há, prezado xará do patriarca da Independência. Por exemplo, tem um colega meu aqui que pensa que é Napoleão; se tal remédio existisse, poderia ajudar a diminuir o napoleonismo dele. Mas em vez disso, ele tá cada dia mais virado no setenta.

      Mas: não se preocupe, daremos um jeito. Logo que abrir vaga aqui o doutor entrará em contato com o Sr, e poderemos discutir a INVERSÃO TERMONUCLEAR do PLANETA-H (que já foi comprovado tratar-se do PLANETA PAPAGIO) somado ao DESESTABILIZADOR DE ANTIMATÉRIA: tudo isso enquanto acompanhamos o Circuito Intermanicomial de Corrida de Minhoca.

      Excluir
  9. A genialidade de apenas alguns, sempre foi loucura para muitos desprovidos de inteligência: para compreendê-los.

    Se VAN GOGH, já soubesse disso em sua época:

    Não teria decepado sua orelha.

    Tu não deves temer os que dizem ser NAPOLEÃO: e sim os que dizem ser JESUS CRISTO...

    Sou apenas JOSÉ BONIFÁCIO SANTOS pelos meus pais.

    Minha identidade ÚNICA CÓSMICA ATÔMICA, pelas digitais de todos os dedos de minhas mãos, pés e íris dos meus olhos:

    Nem eu mesmo: sei quem sou.

    ResponderExcluir
  10. Seu Bonifácio e seu Hospício, eu sei quem vcs são. Vcs são a mesma pessoa, isso foi fácil decifra kkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah não! Só faltava essa! Além de esquisfros...esfriscos...esquizofrenia, eu ser diagnosticado com personalidade múltipla também! Não deixa o doutor saber disso, senão ele tripluca a dose do neu remédio!

      Excluir
  11. Comparar-me com Zé Hospício, seria a mesma coisa que comparar GIGANTE da Colina: com anãozinho do montinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas no ANTIUNIVERSO DO RECICLADOR TERMONUCLEAR é assim: que acontece. É tudo às avessas, o mundo do contra, onde o DISTRIBUIDOR DE ENERGIA PROTÔNICA e o ANTIDISTRIBUIDOR DE ENERGIA NEGATIVA, erroneamente chamados de LUZ e SOMBRA, são: respectivamente ANTIDISTRIBUIDOR DE ENERGIA NEGATIVA e DISTRIBUIDOR DE ENERGIA PROTÔNICA. Em tal Universo, é perfeitamente possivel um anão ser um gigante, e um montinho ser uma colina.
      Mas pode ser o contrário também, não lembro. Faltei nessa aula.

      Excluir
  12. kkkkk,Tô falando que são a mesma pessoa. Pontos, virgulas e colocações do português correto te denuncia! Você pode dar um dez para mim, rsrsrs...

    ResponderExcluir
  13. GIGANTE da Colina: Zé Hospício, é tão meu fã: que me copia.

    Acredito que ele seja de São Paulo: eu da Bahia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade não: Zeu Sé Bofinácio. eu moro em Minas. Bom, eu acho, pelo nenos.

      Masisso: é relativo, já que o qye importa nesmo é a posição do REGULADOR TERMONUCLEAR na ABÓBADA DO SEMI-EIXO EM SECÇÃO ESFEROIDAL, erroneamente chamada de CÉU, para nos dizer: a posição em que nos encontramos.

      Excluir