Eta Carinae poderá ficar 10 vezes mais brilhante até 2032

eta carinae ficará mais brilhante até 2032
A estrela mais luminosa da Via Láctea deve se tornar visível a olho nu novamente!


Eta Carinae é a estrela mais luminosa da Via Láctea. Sim ela é (com certeza) uma das estrelas mais observadas (através de telescópio), e os cientistas perceberam que Eta Carinae havia ejetado uma nuvem de material, que ganhou o nome de Nebulosa Homunculus (ou Homúnculo).



Agora, temos duas notícias sobre Eta Carinae e sua nebulosa, sendo uma boa e outra ruim. A notícia boa é que uma nuvem de poeira está saindo da frente da estrela (de acordo com nosso ângulo de visão). Isso fará que ela se torne aproximadamente 10 vezes mais brilhante até 2032. A notícia ruim é que dentro de aproximadamente 10 anos não poderemos mais observar a Nebulosa de Homunculus (Homúnculo) como vemos hoje em dia, já que ela será ofuscada pelo brilho intenso da estrela.




Em 1847 a estrela Eta Carinae chamou a atenção dos astrônomos, quando uma erupção gigantesca fez com que ela se tornasse tão brilhante quanto Sirius (a estrela mais brilhante do céu noturno atualmente). Segundo relatos, era possível observá-la mesmo durante a luz do dia.

Estrela Eta Carinae - University of California Berkeley - NASA
Estrela Eta Carinae.
Créditos: University of California Berkeley / NASA

Agora, o novo estudo liderado por Augusto Damineli do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP), publicado na revista mensal da Royal Astronomical Society, afirma que o brilho de Eta Carinae é provavelmente causado pela dissipação de uma nuvem de poeira posicionada bem à sua frente (com relação ao ponto de vista da Terra).

Anteriormente acreditava-se que o brilho da estrela sofria variações por conta de sua própria atividade, mas agora, o novo estudo indica que essa variação pode ocorrer por conta de uma nuvem de poeira que bloqueia parte de sua luz que viaja em direção à Terra.




A Nebulosa de Homunculus não é afetada por essa nuvem de poeira. Porém, entre 2027 e 2037, a nuvem de poeira terá se dissipado, e o brilho da Nebulosa Homunculus será obscurecido, enquanto que a estrela Eta Carinae se mostrará com muito mais brilho do que atualmente.

Estrela Eta Carinae como vemos hoje à esquerda e como veremos dentro de aproximadamente 10 anos à direita
Estrela Eta Carinae como vemos hoje (à esquerda) e como veremos dentro de aproximadamente 10 anos (à direita).
Créditos: Universidade de Montreal

Mas mesmo com essa notícia não tão animadora sobre a Nebulosa Homunculus, os cientistas estão empolgados, já que o aumento de brilho da estrela Eta Carinae poderá facilitar sua observação e novos estudos. Um dos maiores mistérios sobre Eta Carinae até hoje, é se ela é ou não um sistema binário, ou seja, se na verdade seriam duas estrelas que orbitam uma a outra. A teoria mais aceita diz que sim, mas os cientistas não vêem a hora de enxergar isso de verdade.




"Tivemos diversas revelações recentes sobre esse objeto único no céu, mas essa é uma das maiores", disse Anthony Moffat, professor de astrofísica da Universidade de Montreal e co-autor do estudo. "Isso pode finalmente nos revelar a verdadeira natureza de seu mecanismo central, e mostrar que trata-se de um sistema binário de duas estrelas massivas que interagem entre si".




Durante os próximos anos, deveremos presenciar essa mudança brusca em Eta Carinae, e os novos telescópios que estão por vir, ajudarão (e muito) nessa empreitada.

Confira o vídeo e se inscreva em nosso canal no YouTube:



Imagens: (capa-NASA) / University of California Berkeley / NASA / Universidade de Montreal / divulgação
05/02/19




Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

7 comentários:

  1. Respostas
    1. 1 ano-luz = 9,5 trilhões de quilômetros

      Excluir
    2. Só para efeito de comparação. Isso equivale a aproximadamente 742 milhões de planetas Terra alinhados lado a lado.

      Excluir
    3. Uau! Ótima comparação Milton!!!

      Excluir
  2. É bom então observar a estrela o máximo que puder, antes do fenômeno acontecer. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantos mm do telescópio que é necessário para observar a nebulosa???

      Excluir
    2. Sim Milton, principalmente a Nebulosa Homúnculo que é quem deve desaparecer!

      Pedro: para observar Homúnculo, pequenos telescópios já são suficientes, porém, você verá apenas uma fumacinha acinzentada. Para conseguir aquelas fotos lindas que vemos por aí, é necessária uma foto de longa exposição, acompanhamento do céu (motor pra compensar a rotação da terra) e muitos frames reunidos.

      Excluir