Águas-Vivas no céu! Sprites gigantescos são registrados na República Tcheca

sprites jellyfish
Imagine ver estruturas enormes tomando conta do céu da sua cidade - entenda esse fenômeno intrigante


A escuridão costuma dominar a noite, mas às vezes surgem exceções... foi o que aconteceu nos céus da Europa em 12 de junho, quando um estranho fenômeno iluminou diversas localidades.


As estranhas luzes foram descritas como "Águas-vivas nos céus", e realmente lembravam muito o exótico animal. Os principais registros foram feitos na cidade de Nýdek, na República Checa.




"Houve uma tempestade de raios convectiva de meso-escala sobre a Eslováquia, cerca de 250 quilômetros distante de mim. Eu apontei minha câmera nessa direção e consegui capturar esse fenômeno sobre as montanhas Tatras", disse o fotógrafo Martin Popek, responsável pelas principais imagens.

jellyfish sprite
Sprites do tipo "jellyfish".
Créditos: Martin Popek

Os "sprites", são uma forma exótica de raios direcionados para cima, que geram estranhas formações psicodélicas nos céu.

Assim como vemos formas nas nuvens, também podemos encontrar semelhanças nos Sprites, que nesse caso foram comparados a águas-vivas, devido a sua forma surreal.




Segundo especialistas, os sprites registrados tinham cerca de 50 quilômetros de altura. Os "tentáculos" dessa água-viva tinham o tamanho da Ilha de Manhattan, que tem cerca de 21 quilômetros de comprimento.

Para termos uma ideia, A Ilha de Guarujá em São Paulo é só um pouco maior, com cerca de 25 quilômetros de comprimento. Daí já vemos a grandiosidade desse evento.



Imagens: (capa-Martin Popek) / Martin Popek / divulgação
17/06/2020


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

5 comentários:

  1. Que atividade intensa essa, pena que não foi no hemisfério sul isso! Muito lindo e sugestivo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso pode acontecer a cima das nuvens de tempestades em qualquer lugar no mundo. geralmente quando se vê um relâmpago na nuvem, isso aparece, mas é muito rápido, fração de segundos.

      Excluir
  2. Deixando bem claro que a Medusa ao qual RICHARD DALI se refere é a marinha, e não da mitologia grega, que nunca existiu. O nosso MACRO MODELO ENERGÉTICO ATÔMICO TERMONUCLEAR que chamam primitivamente e indevidamente de SISTEMA SOLAR, por viajar em alta velocidade por dentro de um MACRO CANAL ENERGÉTICO que chamam erradamente de BURACO NEGRO em direção ao centro de nossa GALÁXIA VIA LÁCTEA, encontra-se mesmo bem próximo, do GRANDE EVENTO...

    ResponderExcluir
  3. Uau! Lembrando que no hemisf. norte é verão! Como é que pode? Os raios solares do tipo X, microwaves e Gamma enroscaram-se no campo mag. da Terra? Expliquem melhor por favor! E por quê no verão tchecoslovako? Ahhh... no país do bozo-mito agora é INVERNO e em Brasília há prática de ESQUI .. ZOFRENIA
    deus é norte-americano, russo, tchekoslovako, italiano e até romeno.... mas não é e nem será brasileiro... NÉ BOZO????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fora do ar, está sem sinal ainda?

      Excluir