Meteoroide Atinge em Cheio o Braço Robótico da Estação Espacial Internacional

meteoroide atinge estação espacial

Como um goleiro habilidoso, o braço canadense segurou firme uma pequena rocha espacial que poderia atingir a Estação Espacial Internacional

Um pequeno pedaço de detrito espacial atingiu o braço robótico da Estação Espacial Internacional, mas as operações de curto prazo não devem ser afetadas, de acordo com as agências envolvidas.


Operadores de robótica notaram um buraco no Canadarm2 da Estação Espacial Internacional, fornecido pela Agência Espacial Canadense, que está em serviço em órbita desde 2001. O problema foi notado durante uma inspeção de rotina em 12 de maio, disseram os funcionários da Agência Espacial Canadense (CSA) na sexta-feira (28 de maio).

As autoridades chamaram o buraco de "golpe de sorte" devido ao tamanho relativamente pequeno do braço, que tem apenas 17,6 metros de comprimento e um diâmetro de apenas 35 cm. No entanto, parece que o braço robótico canadense (Canadarm2) foi eficiente em proteger a Estação Espacial Internacional ilesa.


"Os resultados da análise em andamento indicam que o desempenho do braço permanece inalterado. O dano é limitado a uma pequena seção da lança do braço e sua manta térmica", disse o a Agência Espacial Canadense (CSA) em um comunicado.

O braço robótico Canadarm2 estava programado para substituir uma caixa de distribuição com defeito chamada de Módulo Remoto de Controle de Energia, mas tudo indica que essa operação não será afetada.


O Canadarm2 opera também uma mão robótica chamada Dextre, e ambos são controlados pela sede da CSA (Agência Espacial Canadense) próximo a Montreal, no Quebec.


Pedras Voando No Espaço

Detritos espaciais são uma preocupação crescente na órbita baixa da Terra devido ao número de lançamentos CubeSat, como para serviços de banda larga e outras operações. Como exemplo, temos a SpaceX que quase semanalmente envia lotes de satélites Starlink ao espaço.

Buraco encontrado no braço robótico Canadarm2 da Estação Espacial Internacional
Buraco encontrado no braço robótico Canadarm2 da Estação Espacial Internacional.
Créditos: CSA / divulgação

Algumas dessas órbitas se cruzam com o local onde a Estação Espacial Internacional opera a uma inclinação de 52 graus, a cerca de 450 km de altitude, mas a poeira natural do espaço e outros objetos também são uma ameaça.

"Uma série de objetos minúsculos - variando de rochas ou partículas de poeira a lascas de tinta de satélites - são muito pequenos para serem monitorados", disse a CSA.


Não é a primeira vez

Astronautas já presenciaram impactos que resultaram em "buracos de bala" na Estação Espacial, como aconteceu com o astronauta Chris Hadfield em sua última missão entre 2012 e 2013. "Buraco de bala - uma pequena pedra do Universo passou por nosso painel solar", escreveu Hadfield em abril de 2013 no Twitter, suspeitando que o buraco foi causado por uma pequena rocha espacial - um micro-meteoróide. "Que bom que não acertou o casco."

A Rede de Vigilância Espacial dos EUA mantém um registro próximo de pelo menos 23.000 pedaços de detritos espaciais do tamanho de uma bola de baseball ou maiores em órbita. Se a ISS notar a aproximação de alguma delas, ela pode alterar ligeiramente sua posição, ou, se isso não for possível, os astronautas recebem um alerta para se abrigarem, como aconteceu em setembro de 2020.

Danos causados ​​por rochas espaciais ou detritos em órbita são uma das principais ameaças às operações da ISS, junto com seu "envelhecimento natural" (já que as peças estão em órbita desde 1998). A NASA combate o problema do envelhecimento por meio de manutenções e substituições regulares.

A série de braços robóticos do Canadá, os "Canadarms" tem um status quase icônico no país que criou a tecnologia. Para se ter uma ideia, no verso das notas de US$ 5 os braços robóticos canadenses estão estampados, junto com Dextre e um astronauta.

nota de 5 dolares canadense com braço robótico canadarm
Nota de 5 dólares canadense com estampa do braço robótico Canadarm e a mão robótica Dextre.
Créditos: divulgação

O Canadarm original, que serviu ao programa do ônibus espacial entre 1981 e 2011, ajudou também vários satélites e missões espaciais, incluindo o Telescópio Espacial Hubble, com um dos braços mais tarde sendo adaptado para ajudar na busca de peças quebradas.

A mão robótica Dextre, por sua vez, foi lançada em 2008 como uma "faz-tudo" para a instalação e substituição de equipamentos ou componentes, além de servir como plataforma de teste para tecnologias robóticas.

Mais recentemente, o governo canadense anunciou planos para o Canadarm3, ainda mais avançado que seu antecessor, e que serviria como um assistente robótico adaptável à inteligência artificial na planejada estação espacial Gateway da NASA. As contribuições robóticas do Canadá permitem que o país leve astronautas e cientistas ao espaço, e a promessa do Canadarm3 garantiu a promessa da NASA de colocar um canadense na missão Artemis 2 em órbita lunar.


Imagens: (capa-CSA) / CSA / divulgação
01/06/2021


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

10 comentários:

  1. Um perigo real aos astronautas. Eu gostaria de saber se existe um plano de contingência para lidar com situações envolvendo colisões de meteoróides, lixóides e outros detritos contra naves espaciais e estações espaciais.

    ResponderExcluir
  2. Plano de contingência sempre tem como mudar a altitude da estação, mudar toda a tripulação para outro compartimento, ejetar todo na Soyuz que fica acoplada lá, todo mundo ficar usando traje espacial, etc.

    ResponderExcluir
  3. It's impressive that you are getting ideas from this post.온라인바둑이
    ‮‬Great info.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 우리는 미국인이 아니며, 브라질인이며, 우리 나라에서 스페인어를 구사합니다. 여기에 카지노는 금지되어 있습니다, 대신 우리는 주식 시장을 가지고, 우리는 친구와 친척의 저축에서 빌린 돈으로 일무역 및 파생 상품을 운영합니다.

      Excluir
  4. 온라인카지노
    Thanks for share amazing content. Hope to read more post from you.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 많은 사람들이이 근처에서 체스를하고 있고, 더 많은 사람들이 이런 식으로 조잡한 움직임을 시도한 것에 대해 감옥 갤러리의 머리에 암캐 역할을하고 있습니다.

      Excluir
  5. Mas mudando de saco para mala, acabei de ver no site da Blue Origin que eles planejam lançar o seu Traque-de-véia no dia 20 de julho, tripulado pelo Jeff Bezos e seu irmão, por enquanto. E estão leiloando o 3º assento (até agora está em US$ 3,800,000.00). Será que rola uma vaquinha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloca o PIX aí, quem sabe você consegue.

      Excluir
  6. Spam coreano, protejam-se.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses caras não têm o que fazer? Vêm tentar essa rasgação de seda pra ver se nós caímos na deles? Deve haver uma escassez tremenda de enxadas na Coreia! Principalmente pra esses dois aí.

      Excluir