Novo caso de OVNI apresentado na Audiência do Congresso dos EUA é intrigante

audiência pública do congresso dos EUA sobre OVNIs UAPs

Dois novos casos de OVNIs (UAPs) com um totalmente inexplicável deixa público intrigado sobre casos oficiais de OVNIs do governo dos EUA

Ontem 17 de maio, assistimos à primeira audiência pública do governo dos EUA no Congresso sobre OVNIs desde 1966. Algumas novas imagens de OVNIs (ou fenômenos aéreos não identificados - UAPs como agora são oficialmente conhecidos) foram mostradas e a audiência destacou como o Departamento de Defesa dos EUA reuniu pelo menos 400 avistamentos recentes, incluindo 11 que quase geraram colisões.


No entanto, muitos ficaram desapontados com a falta de provas concretas compartilhadas na audiência com um político descrevendo a audiência como uma "piada total". Também ficou claro que os congressistas não estavam muito preocupados com a visita de espaçonaves alienígenas, mas sim com alguma potência estrangeira que poderia estar utilizando uma tecnologia militar ainda desconhecida, o que poderia colocar os EUA em risco.


A parte pública da audiência no Congresso, que durou cerca de uma hora e meia, viu altos funcionários da inteligência militar testemunharem em uma audiência do Subcomitê do Congresso na terça-feira, 17 de maio. Depois disso, um briefing fechado e confidencial foi realizado.


Os UAPs (OVNIs) são reais

"Por muito tempo, o estigma associado aos UAPs ficou no caminho da boa análise de inteligência. Os pilotos evitavam reportar, ou eram ridicularizados quando o faziam. com medo de uma comunidade de segurança nacional cética", disse o deputado democrata André Carson, de Indiana, presidente do painel que realizou a audiência, em seu discurso de abertura.

"Hoje, sabemos melhor. Os UAPs são inexplicáveis, é verdade. Mas eles são reais. Eles precisam ser investigados. E quaisquer ameaças que representem precisam ser mitigadas."

Um dos casos de UAP apresnetados durante a Audiência Pública do Congresso dos EUA sobre fenômenos aéreos não identificados
Um dos casos de UAP apresentados durante a Audiência Pública do
Congresso dos EUA sobre fenômenos aéreos não identificados.
Créditos: divulgação

Scott Bray, vice-diretor de inteligência naval dos EUA, testemunhou que a força-tarefa do Pentágono para rastrear fenômenos aéreos inexplicáveis ​​(UAPs) coletou cerca de 400 relatórios. O chefe de inteligência observou que houve um aumento nos relatórios nos últimos anos, o que ele atribuiu à crescente popularidade dos drones, melhorias nas tecnologias de sensores e uma diminuição no preconceito em torno de quem fala sobre esses avistamentos. Ele também afirmou que houve pelo menos 11 "quase acidentes" entre ativos militares dos EUA e UAPs, mas nenhuma colisão confirmada.


Dois novos avistamentos de OVNIs (ou UAPs)

Durante a audiência, Scott Bray mostrou dois vídeos de avistamentos de OVNIs que até então, eram desconhecidas pelo público. Um vídeo, filmado do cockpit de uma aeronave da Marinha, mostrou um pequeno objeto esférico refletivo passando pela janela.

Com duração de apenas alguns segundos, o pequeno vídeo foi usado para destacar como eles geralmente têm evidências muito ruins para acompanhar os avistamentos de OVNIs. Bray explicou que esse avistamento em particular ainda não foi explicado.


Outro vídeo mostra um objeto triangular voando e piscando no céu. Ele foi gravado por uma câmera de visão noturna. Bray explicou que a filmagem permaneceu inexplicada por vários anos, mas depois descobriu-se que o objeto seria um drone não tripulado.

Embora a maioria dos avistamentos de OVNIs possa ser explicada, disse Bray, ainda existem vários casos de OVNIs (ou UAPs) que ainda não têm explicação.



Imagens: (capa-divulgação) / divulgação
18/05/2022


Gostou da nossa matéria?
Inscreva-se em nosso canal no YouTube
para ver muito mais!


Encontre o site Galeria do Meteorito no Facebook, YouTube, InstagramTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.

Um comentário:

  1. Conspirando um pouco:
    1) O serviço de inteligência dos EUA cogitando publicamente que os tais UAPs poderiam ser tecnologia de alguma potência estrangeira fora do alcance tecnológico deles? Afirmando isso, eles colocam por terra as suspeitas de os UAPs serem tecnologia extraterreste sendo testada pelos próprios EUA. Muito conveniente para desviar as constantes pressões públicas para revelar a verdade dos UAPs.
    2) Curioso que o piloto parecia saber por qual lado o tal objeto faria a sua passagem próxima ao avião que pilotava. Tá bom! Viu no radar! E deu tempo de sobra pra aprontar o celular.
    3) Uma hora abrem a possibilidade de se tratar de objetos extraterrestres. Outra hora falam de tecnologia estrangeira desconhecida.
    4) E o que será que rolou na sessão secreta? Por que teve uma sessão secreta logo após a pública?

    Assim fazem o andor dos OVNIs cambalear de um lado para outro nesta procissão.

    Tem graxa embaixo deste casco

    ResponderExcluir