Encontrado planeta extrasolar mais antigo capaz de suportar vida

O candidato a exoplaneta chamado Kapteyn b pode ter muitos mistérios a serem revelados


Os astrônomos descobriram o que parece ser o planeta extrasolar mais antigo que poderia suportar vida, e este planeta encontra-se relativamente muito próximo do nosso.

O recém candidato a exoplaneta, conhecido como Kapteyn b , que fica a apenas 13 anos-luz de distância de nós, possui cerca de 11,5 bilhões de anos, segundo os cientistas. Isso o torna 2,5 vezes mais velho do que a Terra, e apenas 2 bilhões de anos mais jovem do que o próprio Universo.

Os cientistas ficaram entusiasmados, afinal, se o planeta Terra que possui cerca de 4,5 bilhões de anos pôde suportar tantas formas de vida diferentes, um planeta 2,5 vezes mais velho poderia ser uma verdadeira exposição de outras incalculáveis formas de vida. Apesar de depender de vários fatores para que a vida como a conhecemos exista em um determinado planeta, Kapteyn b já é uma grande possibilidade.




Kapteyn b tem um irmão, o Kapteyn c, e ambos orbitam uma anã vermelha próxima conhecida como Estrela de Kapteyn. Mas somente o Kapteyn b, uma "super-Terra " com cerca de cinco vezes a massa do nosso planeta que seria potencialmente ser habitável. O planeta maior Kapteyn c talvez seja muito frio para abrigar vida, disseram os pesquisadores.

Os astrônomos avistaram os dois planetas alienígenas enquanto observavam as pequenas oscilações gravitacionais no movimento da estrela de Kapteyn. Além disso, foram observadas mudanças na luz da estrela , que foi detectado pela primeira vez usando o espectrômetro HARPS no Observatório Europeu do Sul, no Chile. Outras observações foram feitas através de outros dois espectrômetros, o HIRES do Observatório Keck, no Havaí e o instrumento PFS do Telescópio Magellan II, no Chile.

Representação artística do exoplaneta Kapteyn b, com o aglomerado globular Omega Centauri ao fundo.
Créditos: PHL / UPR Arecibo / Aladin Sky Atlas 

A equipe não esperava encontrar um mundo possivelmente habitável ​​em torno de estrelas de Kapteyn, que possui um terço da massa do Sol. Mesmo sendo uma estrela relativamente pequena, ela está tão próxima da Terra que é facilmente visível em telescópios amadores, e está localizada no sul da constelação de Pictor (Pintor).

Kapteyn b está na zona habitável da estrela, onde é possível suportar água líquida, e assim, talvez, suportar também a vida como a conhecemos. O exoplaneta completa uma órbita a cada 48 dias. Já Kapteyn c, o exoplaneta mais frio e mais longe, orbita sua estrela a cada 121 dias.

Os cientistas acreditam que a estrela Kapteyn pertencia originalmente a uma galáxia anã próxima, e que a nossa Galáxia, a Via Láctea, acabou absorvendo a estrela Kapteyn e seu sistema. Pesquisadores dizem ainda que a estrela Kapteyn e seus planeta possuem possuem uma órbita rápida, elíptica e próxima do "halo" da Via Láctea (região dos arredores mais afastados da galáxia).

Segundo os cientistas, é provável que o remanescente dessa galáxia anã seja o aglomerado globular Omega Centauri, que se encontra a cerca de 16.000 anos-luz e contém milhares de estrelas que possuem cerca de 11,5 bilhões de anos.

"A presença e a sobrevivência a longo prazo de um sistema planetário parece um feito fantástico, dada a origem peculiar e a história cinematográfica da estrela de Kapteyn ", escrevem os pesquisadores no novo estudo, que será publicado no Monthly Notices da Royal Astronomical Society. " A detecção de planetas "super-Terras" em torno de estrelas do halo fornece informações importantes sobre os processos de formação planetária no início da Via Láctea ".

Os cientistas e pesquisadores acreditam que muitos exoplanetas (planetas fora do nosso Sistema Solar) com potencial de abrigar vida serão encontrados nos próximos anos. Essas grandes descobertas que vêem ocorrendo recentemente podem ser apenas a ponta do iceberg do que ainda será encontrado.








04/06/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 comentários:

  1. É muito interessante essa época de "novas descobertas" que o ser humano está iniciando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Andrei! Nós estamos vivendo uma época de ouro com relação a isso, e pode até parecer algo tão comum, mas devemos nos lembrar que há alguns anos, nada disso existia, e a tecnologia está avançando muito rápido... em poucos anos descobrimos mais do que em um milênio, e isso é incrível! Um grande abraço!

      Excluir
  2. Fantástico, o futuro promete !!!!! Tem muita coisa ruim acontecendo,mas também tem muita coisa boa que ainds está por vir!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Por enquanto é só alimento para escritor de ficção-cientifica, mas no futuro... será interessante.

    ResponderExcluir
  4. Realmente esse mundo em quê nós vivemos é cheio dê mistérios???.

    ResponderExcluir
  5. A estrela desse planeta ainda não morreu? :)

    ResponderExcluir
  6. A estrela desse planeta ainda não morreu? :)

    ResponderExcluir
  7. Como já foi escrito atrás, acho fantástico que estejamos vivendo este momento de decubertas e espectativas.
    Kapteyn é mais um candidato.
    Quero acreditar que em toda esta triagem algum deles poderá ter vida, quem sabe inteligente.

    ResponderExcluir
  8. existe também um outro hipotético planeta extrassolar próximo de nós, mas não tão antigo: tau cetiu e (não sei se é assim que se escreve o nome do planeta). mas esse kaptein b, deve ser extraordinário estudar sua composição, seu relevo, etc.

    ResponderExcluir