Água na Lua: Astronautas só poderão fazer explorações durante a noite

Apesar de ser predominante nos pólos, a água da Lua não será encontrada durante o dia. Você sabe por quê?


Tome nota: se você algum dia quiser explorar a Lua, faça isso a noite.

Tudo bem que na Lua não há lagos ou rios de água, mas existe água em sua superfície, e essa água está depositada tanto na forma de gelo no interior de crateras polares ou como moléculas espalhadas no solo lunar e nas rochas. Exceto quando o Sol ilumina sua superfície, as moléculas de água na Lua são liberadas e até mesmo quebradas, como já foi descrito em descobertas recentes.




"Se uma grande quantidade de luz solar está me atingindo, a probabilidade de que eu ganhe uma queimadura solar é muito grande", descreve Thomas Orlando, professor e diretor associado do Centro de Tecnologia Espacial e Pesquisa da Georgia Tech. "É semelhante na Lua. Há um fluxo solar fixo de fótons energéticos que atingem a superfície iluminada pelo Sol, e há uma boa probabilidade de que essa luz solar danifique as moléculas de água".




Um dia solar total na Lua dura cerca de 29,5 dias terrestres, portanto, qualquer local determinado vai receber a luz solar por cerca de 14,5 dias. Durante esse longo dia lunar, o Sol atinge a superfície com muita radiação UV, combinada com o aquecimento térmico, que vai liberar ou "dissolver" as moléculas de H2O, espalhando-as na fina exosfera lunar.

A pesquisa foi realizada com amostras lunares reais e um sistema de alta potência de vácuo que recria as condições no espaço. Ao disparar raios UV na amostra, os cientistas foram capazes de observar o que acontece com as moléculas de água.

A dissolução não ocorre com energia suficiente para enviar as moléculas embora completamente, porque depois que o Sol de põe, elas são depositadas em outro lugar, talvez até mesmo em algumas paredes sombreadas nas crateras dos pólos da Lua.

Nós não estamos falando de altas concentrações de água, mas ao longo do tempo, ou seja, dezenas ou mesmo centenas de milhões de anos, essa versão de clico de água lunar poderia existir.

Embora esses resultados mostrem que provavelmente não encontraremos valores utilizáveis de água no lado ensolarado da Lua, eles podem ajudar os cientistas a encontrarem água em outros planetas, tanto em nosso próprio Sistema Solar quanto em outros sistemas.

Fonte: DNews
Imagem: (Astronauta Harrison Schmitt da Apollo 17 em 1972) NASA
07/07/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Gosto de aprender e por isso eu gosto desse site que além de distribuir conhecimento, nos deixa mais a vontade no quesito exploração!
    "Ora, aqui temos um resumo do que acontece no campo espacial e com fontes da NASA e da ESA".

    ResponderExcluir