Explosão solar libera potente Ejeção de Massa Coronal e causa interrupções de rádio

A potente explosão ocorreu nesse domingo, 24 de agosto


No vocabulário do clima espacial, uma "explosão de classe M" significa uma erupção de médio porte, porém, a erupção de classe M5.6 de domingo além de Média foi Magnífica. O Observatório Solar Dynamics da NASA registrou essa potente explosão:



A mancha AR2151 arremessou uma nuvem densa de plasma no espaço. O Observatório Solar e Heliosférico (SOHO) registrou uma ejeção de massa coronal brilhante emergindo do local da explosão, por volta das 12h00 UTC do dia 24 de agosto. Se essa Ejeção de Massa Coronal (EMC) tivesse sido direcionada à Terra, os resultados provavelmente seriam intensos, causando grandes tempestades geomagnéticas. No entanto, por conta da localização da mancha solar (horizonte leste do Sol), a Terra não estava na linha de fogo.




Ainda assim, essa EMC produziu alguns efeitos aqui na Terra. Um pulso de radiação UV extremo ionizou parcialmente a alta atmosfera do nosso planeta. Esse Distúrbio Ionosférico Repentino (SID em inglês) alterou a propagação normal do VLF (frequência muito baixa) das transmissões de rádio sobre o lado diurno da Terra, gerando diversas interrupções de comunicação.




Esta poderosa mancha ficará apontada para a Terra nos próximos dias, o que significa que suas próximas explosões podem gerar efeitos geomagnéticos ainda mais intensos.

Mantenha-se atualizado(a). Acompanhe a atividade solar em tempo real clicando aqui.

Créditos: Spaceweather / NOAA
25/08/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário