Cometa 'Siding Spring' está a caminho de encontro histórico com planeta Marte

O cometa Siding Spring exibe sua beleza junto com magníficos objetos do céu profundo, mas o maior espetáculo ainda está por vir...


O cometa C/2013 A1 Siding Spring está indo de encontro com o planeta Marte, que deve acontecer no dia 19 de outubro desse ano. E ele percorre seu caminho com muito estilo!




Nesta semana, o cometa C/2013 A1 Siding Spring está passando na frente de belíssimos objetos do céu profundo, próximo do pólo sul celeste, e é claro que astrofotógrafos não deixariam isso passar despercebido. Rolando Ligustri capturou esta visão deslumbrante usando um telescópio controlado remotamente no dia 29 de agosto. Ele mostra o rico conjunto de estrelas e aglomerados de estrelas que compõem a Pequena Nuvem de Magalhães, uma das galáxias satélites da Via Láctea localizada a 200.000 anos-luz de distância.

Cometa C/2013 A1 Siding Spring fotografado por Rolando Ligustri no dia 29 de Agosto de 2014.
O cometa encontra-se entre o aglomerado globular NGC 362 (esquerda superior), 47 Tucanae (direita) e a Pequena Nuvem de Magalhães logo abaixo. Créditos: Rolando Ligustri

O cometa parece desfilar entre os aglomerados globulares NGC 362 e o 47 Tucanae. Esse último é um dos poucos aglomerados globulares que são brilhantes o suficiente para serem vistos a olho nu.

C/2013 A1 Siding Pring está atualmente com magnitude aparente de +9,5, visível no céu do hemisfério sul. Ele é um objeto circumpolar (que nunca se põe) em várias regiões desse hemisfério, o que o torna visível durante toda a noite.




Com coma pequena e núcleo brilhante, o cometa "Siding Spring" pode ser visto com telescópios acima de 6 polegadas, ou 150 mm, e claro, preferencialmente em um céu escuro, longe da poluição luminosa. Siding Spring mergulha ainda mais para a região sul no início de setembro, e em seguida, ruma em direção ao norte para as constelações de Scorpius e Sagittarius. Ele ainda deve passar na frente de outros objetos do céu profundo ao longo de sua jornada, e dentre esses objetos, o aglomerado aberto M7 no dia 5 e 6 de outubro, antes de passar a cerca de 131 mil quilômetros de Marte no dia 19 de outubro.

Rota do cometa C/2013 A1 Siding Spring. Créditos: Chris Marriot's Sky map. Tradução: Richard Cardial

Embora as chances do cometa Siding Spring colidir com Marte seja praticamente zero, sua coma e cauda estão repletas de pequenas partículas de poeira em alta velocidade, o que pode representar um perigo para as sondas que orbitam o planeta. Por esse motivo, elas serão guiadas para o lado oposto da passagem do cometa, e assim, evitar possíveis danos. Caso a coma e a cauda continuem a crescer, a poeira do cometa poderá colidir com a atmosfera marciana, criando uma espetacular chuva de meteoros. As câmeras do robô Curiosity irão registrar o antes e o depois da passagem do cometa Siding Spring, e quem sabe, fotografar uma belíssima chuva de meteoros em Marte.

Atualmente, a coma ou atmosfera temporária do cometa Siding Spring possui cerca de 19 mil quilômetros de largura. No dia 19 de outubro, observadores em grande parte do planeta com telescópios acima de 150 mm poderão testemunhar o encontro histórico ao entardecer, na constelação de Sagitário. Só nos resta torcer para que o clima nos ajude nas observações!

Fonte: Universetoday
Imagens: Rolando Ligustri / SkyMap
01/09/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Eu não tenho telescópio espero que tenha transmissão ao vivo .

    o_O

    ResponderExcluir
  2. Sudeste que é bom não poderá ver certo?

    ResponderExcluir
  3. No nordeste do país - São Luís - Ma, dá para observar e qual o horário +- da passagem dele por marte?

    ResponderExcluir
  4. se esse meteoro colidisse com um outro um pouco menor ele poderia mudar o caminho dele
    me respondao por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poderia sim, pois todo objetos n são programados dependendo de onde eles se chocassem poderia ter a rota modificada

      Excluir
  5. poderiam responder nossas perguntas por favor?

    ResponderExcluir