Nova galáxia em nossa vizinhança está intrigando os cientistas

A galáxia vizinha DDO 68 foi registrada pelo Hubble, mas os dados obtidos confundiram a cabeça dos pesquisadores...


Uma belíssima foto feita recentemente pelo Telescópio Espacial Hubble mostra uma galáxia um tanto misteriosa em nossa vizinhança cósmica, e parece que quanto mais os cientistas a estudam, mais perguntas e dúvidas surgem sobre ela.

A nossa galáxia, a Via Láctea, se formou há cerca de 13 bilhões de anos, e a maior parte das galáxias vizinhas são tão velhas quanto a nossa, ou pelo menos, possuem idades parecidas. Mas uma galáxia em particular, localizada a cerca de 39 milhões de anos-luz, conhecida como DDO 68 parece ser consideravelmente mais jovem do que todas as outras. 39 milhões de anos-luz soa distante demais, porém, esse valor é 50% menor do que de outros exemplos galáticos.




Como as galáxias mais jovens estão a bilhões de anos-luz da Terra, elas parecem menores e mais fracas do que suas irmãs mais velhas, o que faz com que seja muito mais difícil observá-las. DDO 68, também conhecida como UGC 5340, tem intrigado os cientistas porque sua idade é um verdadeiro mistério. Ela se passa por uma galáxia jovem, mas também por uma galáxia antiga...




DDO 68 parece abrigar menos metais do que as outras galáxias próximas. Galáxias jovens possuem menos elementos pesados porque esses elementos são criados a partir de explosões de supernovas, e por serem galáxias jovens, menos explosões ocorreram. Quanto mais antiga é uma galáxia, mais explosões aconteceram, portanto, mais elementos pesados foram criados e espalhados dentro dela.



A idade das galáxias também é estimada de acordo com a idade de suas estrelas. A população de estrelas de DDO 68 é de aproximadamente 1 bilhão de anos, muito mais jovens do que as estrelas de 5 bilhões de anos da nossa galáxia.

Por outro lado, estudos recentes mostraram que a galáxia DDO 68 possui estrelas gigantes vermelhas (estrelas numa fase posterior aquela que o nosso Sol de encontra), ou seja, essa galáxia não pode ser tão nova quanto se pensava. Além disso, pesquisas anteriores também encontraram estrelas muito antigas.

Galáxia DDO 68, localizada a 39 milhões de anos-luz de distância. Créditos: Hubble / NASA / ESA

Agora, os cientistas estão estimando que a galáxia DDO 68 tenha pelo menos 10 bilhões de anos, ou seja, não é uma galáxia nova. Por conta desse resultado, pesquisadores ficaram confusos com relação a essa estranha e curiosa galáxia. Ela tem características de uma galáxia muito jovem, mas também possui elementos que apontam para uma galáxia muito antiga. Qual seria a verdadeira história de DDO 68?

Estudos mais complexos são necessários para identificar de fato o que se passa com essa misteriosa galáxia. Enquanto não temos respostas para essas dúvidas, só nos resta admirar suas imagens e contemplar sua beleza intrigante.

Fonte: NASA / ESA
Imagens: NASA / ESA / Hubble
26/09/14

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Será que existe uma civilização tão avançada que consiga modificar ou até mesmo criar galáxias inteiras?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe uma civilização que cria 1 Universo por segundo!

      Excluir
    2. Será que fomos criados por uma civilização de um universo paralelo??

      Excluir
    3. Pode ser que ela seja a fuzao de duas galaxias,ou as particulas de hidrgenio formaram novas estrelas com bilhoes de anos de diferenca por algum motivo ou razao. Acho que uma grande nebulosa de hidrogenio passou muito tempo em forma de nebolosa antes de formarem novas esttelas enquanto outras estrelas ja foram formadas ha muito tempi.

      Excluir
  2. Não me parece ser uma galaxia de formação única e sim um aglomerado de várias outras galaxias e nesta aglomeração parece que ouve a perda de um núcleo, ou seja, o centro da galaxia ficou disperso, talvez por isso a falta de materiais mais antigos ao tempo que matérias mais novos só começou a encontrar um núcleo para formação de estrelas mais recente, em suma ouve uma bagunça no campo gravitacional que gerou a dispersão de materiais sem aglomeração comum entre galaxias.

    ResponderExcluir
  3. Essa galáxia é nova por que foi eu que fiz

    ResponderExcluir
  4. Essa galáxia é nova por que foi eu que fiz

    ResponderExcluir