Garoto de 15 anos descobre sozinho um planeta extrassolar a 1.000 anos-luz de distância

Tom Wagg - garoto descobre exoplaneta distante
Todos ficaram impressionados com o jovem estudante!



Um Inglês estudante do ensino médio, tornou-se talvez a pessoa mais jovem a descobrir um planeta fora do nosso Sistema Solar!

O garoto chamado Tom Wagg, de 15 anos de idade, detectou o exoplaneta gigante gasoso a dois anos atrás, durante estudos e trabalhos na Universidade de Keele, na Inglaterra. Outras observações confirmaram agora a existência do planeta extrassolar, que fica a cerca de 1.000 anos-luz da Terra: o WASP-142b.




"Estou extremamente animado por ter encontrado um novo planeta, e impressionado por ter detectado ele de tão longe", disse Tom, agora com 17 anos.

Exoplaneta descoberto por jovem de 15 anos
Ilustração artística mostra o exoplaneta WASP-142b e sua estrela-mãe.
Créditos: David Hardy

Tom analisou dados recolhidos pelo projeto WASP, procurando pequenas quedas no brilho das estrelas, que são causadas quando um planeta passa na frente delas. Essa estratégia, conhecida como "método de trânsito", é a mesma usado pelo Telescópio Espacial Kepler, da NASA, que descobriu mais da metade dos quase 2.000 exoplanetas catalogados até agora.

WASP-142b é da classe "Júpiter Quente". Ele tem aproximadamente o mesmo tamanho do maior planeta do nosso Sistema Solar, mas encontra-se muito perto da sua estrela, completando uma órbita a cada dois dias, disseram os pesquisadores.




Os cientistas acreditam que Júpiteres Quentes se formam relativamente longe de suas estrelas hospedeiras, e em seguida, migram para perto delas ao longo do tempo, como resultado de interações gravitacionais com outros planetas. Assim, o sistema WASP-142 provavelmente abriga mundos que ainda não foram detectados.

Tom Wagg - jovem descobre exoplaneta distante
Tom Wagg, o mais novo jovem descobridor de um exoplaneta.
Créditos: Keele University

Tom Wagg é um estudante da escola Newcastle Under Lyme, no condado inglês de Staffordshire, Tom planeja estudar física assim que chegar na Universidade, e pediu pra participar do programa de estudos de Keele, após saber que a Universidade acolhe um grupo de pesquisas focado em exoplanetas.




"Tom está interessado em aprender sobre ciência, por isso foi fácil treiná-lo para procurar planetas", comenta Coel Hellier, lider do projeto WASP da Universidade de Keele.

A detecção do exoplaneta WASP-142b, de Tom Wagg, foi confirmada por astrônomos na Universidade de Genebra, na Suíça, e na Universidade de Liège, na Bélgica. Parabéns Tom Wagg por sua incrível descoberta!



Fonte: Space / Univ. de Genébra
Imagens: (capa-Tom Wagg / Keele University) / Edição: Galeria do Meteorito / David Hardy / Keele University
18/06/15

Encontre o site Galeria do Meteorito no FacebookTwitter e Google+, e fique em dia com o Universo Astronômico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Materia muito boa. Parabéns ao Tom Wagg!

    ResponderExcluir
  2. Brasileiro descobre seu primeiro exoplaneta! É um ano ótimo: Estados Unidos colonizam Júpiter e Russos, Urano (já que estão adaptados ao frio mesmo, um a mais ou um a menos...). A primeira sonda espacial chega aos planetas de Pollux e carrega um rato de laboratório. O ano é 3123. A corrupção e a marginalidade são abolidos por aqui. Ops... o ano é 4123! Sorry... pfff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho q vc comeu muito cogumelo do sol....

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkk, cogumelo do sol, boa....

      Excluir